"Os mais excitantes contos eróticos"

 

A Filha do Patrão - parte 1


autor: Despota
publicado em: 04/02/16
categoria: aventura
leituras: 6021
ver notas



Trabalho em uma indústria de moveis a uns dois anos, eu sou um cara bem enturmado
com todos os funcionários, me dou bem mesmo com seu Cardoso, meu patrão, ele tem
uma família grande, tem 3 filhas bem gostosas, as duas mais velhas trabalham fora, uma
é médica e a outra é arquiteta, e a mais novinha é a Amanda, trabalha com a gente no
escritório, Amandinha é linda e muito gostosa, tem um namorado chato e rico, o cara é
um pé no saco, o tal do Renato, um verdadeiro babaca, ele sempre vai buscar ela nos
finais de semana, ele estuda em outra cidade, ela parece gostar do babaca, mas esses
dias seu Cardoso me pediu um favor, formatar seu computador, fui com ele depois do
expediente na sua casa no condomínio, que casa linda, a maquina tava dando reset e
eu não sou muito perito mas quebro meus galhos, acabei formatando mesmo, e foi ai
que Amanda me pediu para ir até seu quarto, ela queria que eu desse um trato no seu
notebook, já era meio tarde e dei uma olhada e falei que era melhor formatar também
e ela colocou ele na mochila e falou, pode levar Lucas, amanhã você me entrega ele
no escritório, fui pra casa e jantei e fui tomar um banho, bati aquela punheta gostosa de
sempre e fui pro quarto fazer meu trampo, abri o noot da Amanda e comecei dando uma
navegada pelos históricos da gata, no começo alguns blogs legais e outros interesses, e
de repente vi umas paginas de contos eróticos, a safadinha lia de tudo, traição, incesto,
lésbicas, sadomasoquismo, fiquei de cara e resolvi fuçar mais, achei sites pornôs, ela
pelo jeito curti uma putaria, xvideos e muita sacanagem, fiquei de pau duro imaginando
Amanda assistindo todos aqueles vídeos, e fui procurar mais, fiz uma busca por vídeos
e olha só, a safadinha tinha uma pasta dentro de outra com o nome de tcc, e uns 30
gigas de vídeos curtos de putaria, quem imaginaria a Amanda com toda aqueles vídeos
de sexo escondidos no seu PC, comecei ver um por um, imaginando ela peladinha em
casa se masturbando com toda aquela pornografia, e fui abrindo e assistindo até que
de repente eu não acreditei no que eu vi, Amandinha nua na cama de um motel, e era
o Renato filmando no celular, um vídeo intimo do casal, o babaca sortudo e a putinha
gostosa, no vídeo só mostrava ela no boquete e uns 40 segundos apenas, fiquei louco
e procurei mais e nada, era só aquele vídeo e eu assisti ele umas 30 vezes e pude
ouvir o babaca no final do vídeo dizendo, chupa vadia traidora, o que significava aquilo,
porque ele tinha falado isso, fiz o backup e formatei o computador, deixei tudo ali, menos
o vídeo dos dois, copiei ele no meu pendrive e apaguei ele do computador dela, terminei
o serviço e fui dormir, já era umas 3 da madrugada, demorei pra dormir, fiquei com a
frase ecoando na cabeça, chupa vadia traidora... chupa vadia traidora... acabei dormindo
e acordando com o celular despertando, cheguei na empresa bem cedo, o pessoal ainda
nã havia chegado, somos em cinco pessoas no escritório, apenas eu de homem, vivo
cercado de mulheres, todas meio feias, claro só salva a Amanda, o resto é bagulho..rsrs
mas trato todas com muita educação, elas gostam muito de mim, é Lucas pra lá e pra cá
toda hora tem alguém me pedindo algo, Amanda foi a última a chegar, ela sempre chega
atrasada, ninguém comenta é claro, ela chegou como sempre linda e perfumada, já foi
logo me perguntando do seu notebook, eu lhe entreguei e ela agradeceu, ela guardou
ele e foi beber um café, temos uma expresso no escritório, to viciadão em café, toda hora
é hora, e Amanda perguntou, vai um ai Lucas, acenei que sim e ela veio tomar seu café
comigo, sentou e disse você é um cara legal, estava querendo formatar meu notebook,
mas não queria um estranho olhando minhas coisas, você cai do céu garoto, eu fiquei
olhando para ela, lembrando daquela boquinha linda no pau do Renato, ela falava e eu
só lembrava da cena, Lucas você ouviu o que eu disse, claro Amandinha, você disse
que vai pagar o almoço, falei brincando ela riu e foi trabalhar, na hora do almoço já ia
indo para o refeitório, quando Amanda disse, vamos lá Lucas, vou te pagar um almoço
decente, você merece, as meninas ficaram com aquele ciúme básico e saímos, fomos
no carro dela, um restaurante não muito longe dali da empresa, no caminho fiquei só
olhando suas coxas grossas enquanto dirigia, que delicia de garota, ela parou o carro e
falou, pare de olhar pra minhas pernas Lucas, falou rindo com aquele ar de quem gosta
e sentamos em uma mesa perto da janela, ela pediu um bife a parmegiana, que dava
pra dois sossegado, comi feito um bicho, durante o almoço falamos um pouco de nossas
vidas e sobre a empresa também, terminamos e voltamos pro trabalho, a noite em casa
fiquei repetindo seu vídeo, cada detalhe, e não entendia aquele babaca chamando ela
vadia traidora, fiquei masturbando meu cacete e olhando seu vídeo, quando meu celular
tocou, era ela, a vadia traidora, atendi e ela falou, Lucas eu liguei pra dizer que curti o
almoço de hoje, foi gostoso conversar com você, aquela voz, o vídeo na tela e o pau
na mão, respondia ofegante as suas perguntas, quando ela disse, o que você está
fazendo agora, eu apertei meu pau e disse nada, e você, ela emendou dizendo, quer
dar uma volta, agora, é agora, porque não, vamos então, em meia hora eu passo ai,
acabei minha punheta pensando nela e pontualmente ela chegou, entrei no carro e ela
me beijou no rosto, Amanda vestia uma saia florida e um top, e seu perfume maravilhoso
estava demais, paramos no posto e compramos umas garrafinhas, e ficamos rodando a
toa, notei que ela curte eletro, eu até gosto um pouco, nossas cervejas acabaram e eu
e ela já estávamos falando merda, paramos entre uns botecos e ela falou, que tal uma
sinuca Lucas, topei e entramos num boteco fétido e pegamos fichas e a mais gelada do
bar, ela parecia estar a vontade, fez até o dono por um som, tinha uns velhos e uns caras
meio estranhos, todos achando que a gostosa era minha gata, e Amanda sacou a parada
e começou a brincar com isso, entre uma tacada e outra ela me abraçava e cochichava
algo em meu ouvido, eu comecei a gostar daquele flerte sacana, já tínhamos jogado umas
fichas e secado algumas garrafas, quando ela me apertou em um canto do boteco e me
tascou um puta beijo, ela estava doida, pagou a conta e saímos gargalhando alto, Lucas
você viu a cara do tiozão, ela estava tirando umas, e eu falei e o Renato, ela entrou no
carro e disse, o Renato é meu namorado e dai, ele não liga, faço o que eu quero e pronto,
ela me olho com uma cara de safada e me beijou novamente, ela me envolveu naquela
trama, fomos parar no motel é claro, Amanda ficou toda nua, que corpo lindo, uma pele
lisinha, peitos médios com os bicos rosados, e a bucetinha depilada no zero, aquela
bundinha redonda e seu cabelo cobrindo as costas, ela fez questão de me despir, e
abocanhou minha vara com fome, como chupa gostoso, eu deixei ela mamar a vontade,
mas eu queria mesmo ver aquela potranca sentada na minha pica, e foi isso que eu fiz,
puxei a putinha pelos cabelo e finquei a rola na xoxota dela, ela gostou da minha pegada
e cavalgou gostoso, coloquei ela de quatro e comi com força, forcei meu dedão em seu
cuzinho e a safada aceitou, soquei sua buceta e ela pediu, Lucas, eu quero atrás, tirei o
dedão e enfiei a cabeça, que rabinho lindo, fui lentamente forçando e Amanda rebolando
e aos poucos seu cuzinho relaxou de vez, fui fazendo um vai e vem e ela controlava as
socadas, Amanda mudou a posição sem sair do cacete, a putinha era habilidosa, agora
eu deitado e ela por cima, subia e descia olhando sua performance no espelho, a safada
estava se filmando, fazendo pose de atriz pornô, não aguentei aquela cena, e gozei
dentro daquele cuzinho gostoso.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.