"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Transando na cama dos meus pai


autor: NinfetinhaBi
publicado em: 28/02/16
categoria: jovens
leituras: 7258
ver notas


Logo após perder a minha virgindade (conto Perdendo o Cabaço com o Gatinho da Obra) fiquei um tempo sem sexo, receio de fazer de novo e coisas do tipo.
Mas eis o dia em que conheci o Marcinho, eu tinha 14 e ele tinha 22 na época, morava na rua de trás e namorava uma menina no final da minha rua!
Naquela época eu vivia na rua de papo com a gurizada enquanto meus pais trabalhavam, minha mãe no comércio, então chegava por volta das dez horas em casa e meu pai em oficina lotada de carros, não chegava antes da meia noite!
Nas férias de Julho, minha irmã foi passar uns dias na casa da sua madrinha e eu fiquei por casa mesmo
Então a casa estava todinha para mim, sendo assim, fui no mercado comprar um chocolate, e encontrei o Marcinho no caminho.
Como quem não quer nada, me acompanhou até em casa na volta, e acabei o convidando para entrar e comer um chocolate comigo.
Ele sentou no sofá enquanto eu abria a embalagem e logo sentei ao seu lado, fomos conversando sobre meus ficantes, e eu chupava aquele chocolate na sua frente, e fazia cara de safada para ver sua reação. De repente ele me grudou um beijo com tanta vontade que eu fiquei toda lambuzada de chocolate. Foi ai que resolvi sentar no seu colo e fazê-lo limpar a sujeira com a língua! Enquanto ele me beijava mais e mais, eu rebolava em seu colo, comecei a sentir o seu pau crescendo por de baixo da calça jeans. Então o puxei para o quarto dos meus pais, o atirei na cama e subi em cima dele e continuei rebolando cada vez mais, até que ele não aguentou e subiu em cima de mim, puxando as minhas calças, quase rasgando-as, ficou de pe na minha frente e tirou suas roupas, ele tinha um físico escultural, braços musculosos e barriga te tanquinho, umas coxas grossas e deliciosas.
A essa altura eu ja estava encharcada de tanto tesão, só esperando ele meter gostoso em mim. Quando subiu em cima de mim, a minha bucetinha encharcada clamava pelo pau grande e duro que estava a sua frente, a conexão foi tão grande que ele não precisou nem mirar ou ajeitar com as mãos, pois ele foi certeiro na entrada molhada q estava na sua frente, e penetrou bem fundo na bucetinha!
O delícia, cada vez que ele metia era mais gostoso, até que gozei enlouquecidamente !! Depois ele passou a ir la em casa todos os dias, por uma semana...



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.