"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Visitando meu tio Paulo


autor: Mary20
publicado em: 02/03/16
categoria: hetero
leituras: 8235
ver notas


Depois de perder a virgindade com meu tio, o caminho estava aberto para eu ter novas experiências. Como contei no primeiro relato eu sempre tive maior atração por homens mais velhos que eu. Eu juro, caros leitores, que até tentei ficar com meninos da minha idade, (o primeiro foi um aluno da escola, e o segundo um amigo do meu irmão; Alias eu ainda não contei mas tenho um irmão 5 anos mas velho que eu que é um gatinho, ele não mora mais com meus mais, saiu de casa para tentar a vida sozinho, eu sentia a maior tesão por ele), mas nenhum deles conseguiu me satisfazer plenamente, então minha válvula de escape passou a ser meu tio, sempre que eu precisava ele estava lá pronto para me satisfazer rsrsrsr.

Um fim de semana meus pais iriam em uma festa em outra cidade, sairiam no sábado e voltariam no domingo, então pensei ser uma boa oportunidade de fazer uma visitinha para o meu tio.
Liguei para ele e perguntei se tinha compromisso. Ele me disse: - Minha linda se eu tiver eu desmarco. Ele realmente era muito safado. Combinamos de eu ir passar a noite, e ele prometeu fazer um jantarzinho pra gente.

No sábado a tarde arrumei minha mochila com algumas roupinhas: 3 calcinhas, uma mais sexy que a outra, 1 mini-saia rodadinha, algumas blusinhas um micro short, objetos pessoais e fiquei esperando meu tio ir me buscar.

Quando ele chegou me disse que ainda precisava passar no mercado para comprar algumas coisas que estavam faltando para o jantar. Vesti uma roupa mais comportada e fomos para o mercado, se alguém nos reconhecessem seria só o tio e a sobrinha no mercado fazendo compras. Do mercado fomos para o apartamento dele, ele tinha mudado da casa para um apartamento.
Chegando ele logo foi tomar um banho, vestiu um short, para ficar bem a vontade e tratou de iniciar nosso jantar. Disse a ele que enquanto ele preparava o jantar eu iria também tomar um banho e ficar bem cheirosa pra ele. Tomei banho tranquila, vesti uma calcinha fio dental branca minha mini saia e uma blusinha quase transparente e sem sutiã.

Quando cheguei na cozinha meu tio estava de costas, abracei ele por traz, e coloquei a mão por dentro do seu short: -Hummmm, essa vai ser minha sobremesa tio? Ele se virou, me deu um beijo e disse: - Sim toda ela pra você, mas depois do jantar, você vai ter a noite inteira para se deliciar com ela, agora vai lá no quarto ver televisão e enquanto eu termino o jantar, como uma boa menina obedeci.
Meu tio tinha preparado nosso ninho de amor, todo organizado, bem limpinho, nada fora do lugar. Deitei na cama e fiquei trocando de canal, procurando alguma coisa interessante para ver. Ele tinha assinatura de um canal adulto e estava passando um filme pornô, como eu gostava, pois, sempre via na internet, fiquei assistindo. No começo parecia normal, mas aos poucos fui me envolvendo no filme e começou me dar um tesão louco, então comecei me tocar por cima da calcinha e em seguida puxei ela de lado e fui massageando meu grelo e minha bucetinha que já estava toda meladinha. Quando meu tio entrou no quarto para me dizer que o jantar estava pronto, me encontrou naquela situação, ele não aguentou me ver me masturbando e caiu de boca na minha bucetinha, chupando ela com vontade. Com aqueles movimento da sua língua, que aliás, meu tio poderia ser professor, não demorou e gozei na boca dele. Não podia ir jantar e deixar titio naquele estado, então ele deitou na cama e eu fui me deliciar na primeira parte da sobremesa. Chupei, lambi e engoli toda aquela rola, e quando meu tio anunciou que ia gozar disse:

-Tio goza na minha boca.
-Tem certeza que é isso que você quer minha putinha, quer leitinho na boca quer?
-Sim tio, me dá seu leitinho, eu sei que não está na hora da sobremesa mas eu quero.
Ele segurou minha cabeça com as duas mãos e encheu minha boca de porra. Quase engasguei, mas consegui engolir tudo sem perder uma gota.

Depois do jantar, que foi acompanhado de umas taças de vinho, ficamos na sala como casalzinho, exceto uma coisa; eu só de calcinha e ele de short, vendo tv, digamos que estávamos mais para amantes do que para casal rsrsrsr. Abraçados nos beijando e fazendo brincadeiras sensuais, parecíamos dois adolescentes. Logo a excitação voltou a tomar conta dos nossos corpos e tio Paulo sentado no sofá, fiquei de frente, encaixei meu corpo no dele, e fui sentido aquela rola invadindo minha bucetinha, desta vez sem medo como fora da primeira vez. Ele mamava meus seios enquanto dava fortes estocadas, e eu gemendo gostoso. Aumentando os movimentos, sentimos que estávamos em sincronia, tive um orgasmo delicioso, enquanto tio Paulo enchia minha xaninha com mais uma generosa quantidade do seu leitinho. Ficamos assim grudadinhos como cachorro e cadela por um bom tempo, sentido aquele cheiro de sexo e nossos corpos suados. Fomos tomar um banho para recuperar nossas energias e começar tudo de novo. Nem notamos as horas passarem, já passava da meia noite e fomos para a cama.

Uma das poucas coisas que gostei, quando fiquei com o amigo do meu irmão, foi quando ele me pediu para ficar de 4, e chupou minha bucetinha e meu cuzinho alternadamente; queria que meu tio fizesse igual, como já disse, ele tinha uma língua divina. Fiquei na posição de 4, empinei minha bundinha, e tio Paulo começou chupar, ora minha rachinha, ora meu cuzinho. Ele abria minhas nádegas com as mãos e enfiava a língua no meu cuzinho, parecia que ele estava enfiando outra coisa. Em pouco tempo minha bucetinha já implorava pela sua vara que estava dura como pedra. Empinei mais minha bundinha e disse: - Tio quero ele todo dentro de mim, fode gostoso tua putinha, vem me comer. E titio não pensou duas vezes. Segurou minhas ancas, e meteu aquele pau gostoso dentro de mim. E assim naquela posição, com tio Paulo socando gostoso, tive dois orgasmos quase simultâneos. Meu corpo ficou todo mole e me deixei cair deitada de bruços. Como titio ainda não tinha gozado, coloquei um travesseiro de baixo da minha barriga para levantar minha bucetinha e facilitar a penetração e ele continuou socando até me encher mais uma vez com seu leitinho. Mal nos limpamos daquela porra toda, e adormecemos os dois pelados e exaustos.

De manhã, despertei antes do meu tio, levantei sem fazer barulho e fui prepara o café da manhã. Como ele estava demorando acordar, fui até o quarto e ele continuava dormindo e sua ferramenta desfalecida. Resolvi acorda-lo como todo o homem gosta de ser acordado. Suavemente fui lambendo seu pau e ele foi reagindo. Quando acordou eu disse: - Tio não encontrei leite na geladeira então vim pegar direto da fonte. Ele sorriu: - Será que seu tio ainda tem leitinho pra você? Respondi: - Espremendo bem sem sai mais um pouquinho. Encaixei minha bucetinha na boca dele e fizemos um 69 delicioso. Minha bucetinha estava sensível, e gozei mais uma vez na boca dele. Continuei mamando e ele gozou novamente na minha boca. Não foi uma fartura, mas de boa qualidade rsrsrsr.
Tomamos um café reforçado e meu tio me deixou em casa, antes que meus pais chegassem. No caminho ele ainda me disse que tinha adorado tudo o que fizemos e que um dia ainda iria me retribuir de alguma forma. Então revelei o quanto eu adorava dar minha bucetinha pra ele, quando quisesse era só me chamar.

E assim terminou minha visita ao meu tio safadinho, ele satisfeito e feliz por ter comido gostoso sua sobrinha preferida e eu com a bucetinha enxadinha de tanto meter.
Espero que tenham gostado de mais esse meu relato e deixem um comentário bem gostoso e picante. Bjos Mary




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.