"Os mais excitantes contos eróticos"

 

UM JOVEM AMOR. A CONTINUAÇÃO


autor: Amora
publicado em: 15/04/15
categoria: hetero
leituras: 2648
ver notas


Continuando... Após Michel despejar toda sua porra em minha grutinha, deitamos um pouco para retomar o ar, seria obvio que ele ira querer repetir a dose logo, mas antes que ele pedisse para me foder novamente sugeri que ele fosse tomar banho para que nós podessemos sair mais tarde.
Enquanto Michel ia para o banho eu saia o mais rápido que podia da pensão sem olhar para os homens que estavam na recepção e com certeza tinham acabado de ouvir meus gemidos!
Tanto no caminho quanto em casa não pensei muito no que tinha acabado de fazer talvez anestesiada pelo tesão que foi dar para um adolescente.
Escolhi uma roupa super curta e decotada que realçavam minhas marquinhas de biquini, coloquei um salto altíssimo e sai para buscar meu jovem macho.
Cheguei a frente da pousada e Michel conversava com recepcionista, dei uma buzinadinha e ele despediu se do rapaz como que quisesse dizer fica ai que vou me dar bem novamente agora.
Michel logo que entrou no carro já foi direto me dando um beijo e colocando uma de suas mãos em minha coxa. Em seguida do beijo perguntou para onde nos iriamos, eu estava muito arrumada e ele muito simples para ir aos barzinhos que frequento e naquele momento fiquei receosa também do que meus amigos poderiam pensar de eu estar com um rapaz tão jovem.
Sugeri que fossemos ao cinema, Michel aceitou sem questionar.
Na fila do cinema eram muito os olhares de homens acompanhados ou não em minha direção, Michel um tanto enciumado me agarrou por trás como querendo dizer que aquela carne era dele.
Dentro da sala de cinema encostei minha cabeça em seu ombro e ganhei um carinho gostoso que me fez cochilar por alguns minutos, acordei com um pouco de tesão, comecei acariciar sua coxa subindo até seu pau por sobre a sua bermuda comecei a fazer movimentos de punheta lo, o safado estava sem cueca, fiquei fazendo esse movimento e dando beijos nele até que ele pedisse para, parar provavelmente por já esta quase gozando.
Após o filme era certeza de que Michel iria querer sair direto dali e me comer, porem eu estava com fome e queria beber algo antes de foder com ele novamente.
Entramos no carro e durante o caminho voltei acariciar seu pau sobre a bermuda, Michel passava a mão em minhas coxas e beijava meu pescoço aumentando meu tesão, estacionei próximo ao barzinho, quando Michel ia sair do carro falei que esperasse um pouquinho, antes que ele tivesse qualquer reação saquei seu pau para fora e dei uma boa chupada.
Entramos no barzinho e claramente chamávamos muita atenção dos que estavam a nossa volta, sem se importar Michel me beijava como estivessemos a sós ali.
Após comer, beber e ouvir um pouco de musica o clima entre nós estava quentíssimo, saímos do bar com destino a meu apartamento.
O nosso agarra, agarra começou ainda dentro do elevador, Michel beijava meu pescoço e com suas duas mãos em meu bumbum tentava me erguer.
Entramos direto para meu quarto, o tesão tomava conta de nossos corpos, enquanto Michel beijava meu corpo me despindo ao mesmo tempo, eu falava o quanto ele era gostoso e o quanto eu queria ser fodida por ele.
Pedia para que ele puxasse meu cabelo e me desse tapas!
Me coloquei de quatro e Michel começou a me chupar eu gritava de prazer, depois começamos um 69 delicioso, Michel ia tão fundo com seu pau em minha garganta que me fez engasgar algumas vezes.
Sua língua fazia movimentos circulares, um de seus dedos invadia meu cuzinho e o outro fodia minha amiguinha! Gozei como louca!
Me deitei de bruços e Michel me penetrou com vontade, a cada estocada sua pedia que puxasse mais e mais meus cabelos!
Mudamos de posição, agora eu cavalgava enquanto Michel deliciava se com meus seios, sem anuncio Michel me imundava com sua porra!
Em poucos minutos e graças sua virilidade jovem, Michel estava pronto para a próxima.
Começamos com um franguinho assado delicioso, Michel olhava fixamente em meus olhos, como se quisesse gravar aquele momento para sempre em sua memoria!
Naquele momento inimaginável à algum tempo atrás eu era comida por um adolescente e sentia um enorme prazer naquela situação!
Eu queria mais e queria que ele também tivesse uma experiencia inesquecível!
Ofereci meu cuzinho!
Da maneira que estávamos anteriormente, Michel se ajeitou e penetrou meu cu!
Logo que me penetrou o cu havia um pouco de incomodo, mas rapidinho relaxei passando o incomodo e com isso comecei a me masturbar enquanto chupava os dedos da mão de Michel, e ele fodia deliciosamente meu cuzinho!
Com essa situação Michel não resistiu muito e gozou muito, mas eu ainda não havia gozado, travei minhas pernas em sua cintura para que não sai se de dentro de mim e continuei a me masturbar! Fazia um showzinho de masturbação para ele que estava ali bem coladinho ao meu corpo!
Tive um orgasmo demorado e delicioso!
Pegamos no sono e fui acordada com uma deliciosa chupada, Michel parecia um bezerrinho mamando minha grutinha!
Eu estava extremamente satisfeita, mas Michel queria mais e eu não poderia deixar meu jovem macho com vontade. Como uma safadinha me posicionei de quatro me oferecendo para ser comida novamente!
Michel me fodia com vontade como se fosse a primeira e ultima vez que ele faria isso na vida!
Num vai vem frenético, arrancando me gemidos altos, Michel anuncio que iria gozar, eu como uma boa putinha me virei para que ele despeja se sua gala gota por gota em minha boca!
Pela manhã preparei um belo cafe e servi a Michel eu vestia apenas sua camiseta. Sentei em seu colo para tomarmos cafe juntos, mas o safadinho começou a passar a mão em mim, me deixando molhadinha, não resistindo a suas caricias e sentindo aquele pau enorme me cutucar começamos um sexo delicioso ali na mesa do cafe da manhã!
Nunca tinha feito isso na minha vida e nem transado tantas vezes seguidas, Michel estava me sodomizando sem eu perceber.
Após nossa transa matinal passei na pensão para pegar as coisas de Michel e ir a praia.
Na praia ficamos um bom tempo na água se esfregando sem se importar com os outros a nossa volta, que presenciavam as safadezas de uma mulher de 30 anos com um garoto de 16!
Na volta para minha casa na entrada do prédio alguns vizinho do condomínio ficaram olhando para nós, no elevador um vizinho olhava mas não comentou nada.
Já dentro de meu apartamento fomos direto para o banho e a mais uma seção de sexo!
A tarde chegou e eu precisava levar Michel para rodoviária para ele tomar seu ônibus em destino de volta a sua casa.
Na rodoviária seu ônibus demoraria ainda uns 40 minutos para sair, então voltamos para o carro para que eu lhe desse um presente de despedida.
Lhe fiz um belo boquete e inacreditavelmente aquele moleque ainda tinha esperma para soltar em minha boca!
Após este fim de semana eu e Michel tivemos vários outros encontros, muitas vezes quando eu precisava trabalhar a semana e o fim de semana inteiro eu ligava para ele vir passar o fim de semana comigo e me comer gostoso para que eu fosse trabalhar satisfeita! Fizemos ainda uma viagem muito gostosa ao litoral norte e no momento da hospedagem falamos que eramos mãe e filho!
Mas isso são outros contos!!!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.