"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Soprando a velinha (verídico)


autor: klycau
publicado em: 14/03/16
categoria: grupal
leituras: 3469
ver notas


Oi pessoal, sou a Kelly (A PRIMEIRA TROCA) e como já tive oportunidade de relatar em meu primeiro conto, fizemos nossa primeira troca de casais com nossos amigos Paula e Mauro, tudo estava às mil maravilhas com nosso relacionamento a quatro, moramos no mesmo prédio e isso facilitava muito, só que para não tornar uma coisa rotineira, decidimos fazer nossas festinhas aproximadamente duas vezes ao mês (pra dar uma saudadezinha gostosa). Certo dia a Paulinha me disse que sua irmã a Hellen, que morava com seus pais numa pequena cidade a uns 300 quilômetros de distancia daqui, viria morar com ela por causa dos estudos. A Paula estava super feliz, e chegou o dia, eu e a Paula fomos à rodoviária esperar a Hellen, quando chegamos o Cassius já me esperava para almoçar, ele praticamente despiu a garota com aquele olhar de lobo saboreando sua presa. Mal entramos ele foi logo dizendo “puta que pariu... que máquina...”, realmente, a garota é super gostosa, além de lindíssima. A Paula havia me dito que o estudo não era o motivo principal da vinda da Hellen, é que seus pais estavam muito preocupados com o comportamento dela, trocava de namorados como quem troca de roupas, só chegava em casa de madrugada, então eles pediram a Paula para ajuda-los até que ela tomasse juízo. Quando íamos à praia a Hellen sempre ia com a gente, o Cassius e o Mauro nem conseguiam disfarçar os paus duros em vê-la de biquíni. Nossas festinhas particulares também ficaram mais difíceis, a não ser quando íamos os quatro pra um motel. Foi quando numa destas idas à praia, a Hellen me pediu pra passar um bronzeador nela, eu me distrai com os movimentos e ela praticamente sussurou “que gostoso, mais um pouquinho eu gozo...”, perguntei pra ela se ela tinha dito algo (só pra confirmar) e ela disse “seus dedos são macios, fiquei excitada...” e deu um risinho bem sacana. Quando cheguei em casa comentei com o Cassius e ele me perguntou se eu toparia transar com ela se ela desse mole, fiquei sem saber o que responder, a garota desperta tesão em qualquer um, mas era diferente, era irmã da Paulinha, muito novinha (ia fazer 19 anos), sei lá mais o que. Mas fiquei com tesão. Nos dias que se seguiram as nossas conversas com a Hellen ficavam cada vez mais picantes. Ela também participava cada vez mais das nossas com sua irmã e cunhado. Quando no dia 08 de setembro de 2004, dia do aniversário de 19 aninhos da Hellen, combinamos os cinco (eu, Cassis, Paula, Mauro e a Hellen), irmos festejar, dançamos e bebemos muito (o que me lembrou nossa primeira troca), quando chegamos, fomos direto para o apartamento da Paula e Mauro, conversamos e bebemos mais um pouco, e eu disse que já era hora de irmos pra casa pois já era tarde e a Hellen parecia um pouco alegre demais, a Hellen não nos deixou sair, disse que estava acostumada a beber nas farras que fazia em sua cidadezinha, e alem do mais queria que víssemos abrir os presentes que ganhara. O presente da Paula era uma sandália linda, ela colocou imediatamente pra nos vermos como ficava bonita. Logo ela abriu o presente do Mauro, uma calça jeans também muito bonita, que na brincadeira o Mauro pediu pra vestir ali mesmo. Todos rimos mas pra nossa surpresa a Hellen sem nenhum pudor tirou a saia e vestiu a calça, a Paula reagiu normalmente e disse que ela não era mais nenhuma criança, foi quando o Cassius disse que queria ver se ela teria coragem pra usar ali o nosso presente. Eu tinha comprado um conjuntinho de seda para dormir. Fiquei um pouco apreensiva, mas Hellen simplesmente tirou toda a roupa, o que deixou a Paulinha branca que nem uma vela, e depois vestiu-se, o Cassius e o Mauro aplaudiram, assobiaram, fizeram a maior festa, o que ajudou a Paulinha a se descontrair. O Mauro já assanhadinho disse que se nos duas ficássemos como a Hellen ele e o Cassius fariam um strep-tease. Ficamos mais a vontade e topamos, e ele fizeram. Pra não deixar cair o clima o Cassius mantinha sempre nossos copos cheios, foi quando o Mauro colocou um DVD pornô (parece que eles tinham arquitetado tudo), quando começamos a ver tanta sacanagem não aguentamos e o Cassius tirou meu peito pra fora e deu uma mamada que engolia o peito todo. Peguei em seu pau duro como uma rocha e comecei a punheta-lo. Na poltrona em nossa frente a Paulinha estava de pernas abertas e o Mauro chupando o grelinho dela enquanto enfiava dois dedos na xoxota. Cassius se levantou e ficou em pé em frente a Paula oferecendo o pau pra se chupado. Foi quando ouvi uns gemidos altos e fortes, era a Hellen com o cabo da escova de cabelos entrando e saindo da xoxota num movimento de vai e vem alucinante. Ela se contorcia toda, e dava sinais que estava gozando. Eu não perdi a oportunidade, chamei o Cassius, colocamos ela deitada no sofá em que estávamos, e o Cassius enterrou a rola toda sem piedade no fundo daquela bucetinha úmida e quente. Ele deu umas quatro bombadas e ela já gozava como uma égua no cio. Ele tirou a pica de dentro dela e gozou na minha boca. Nem tive tempo de engolir e a Paulinha já enfiava a língua em minha boca lambendo toda porra que escorria. Joguei a Paula no chão e iniciamos um 69 eu chupava a xoxotinha doce dela e colocava dois dedos no seu cuzinho, ela me chupava e enterrava sem dó o cabo da escova que estava todo melado da xaninha da Hellen. Gozamos feito loucas. Pedi a Hellen pra ficar de quatro em cima de mim (fazendo um 69), o Mauro veio por cima e meteu na minha xoxotinha, a Hellen chupava meu grelo e o pau do Mauro, e o Cassius metia na Hellen que estava de quatro e eu chupava o grelo dela e o saco dele. A Paulinha estava quase gozando com metade do cabo da escova na xoxota. Os rapazes já estavam quase gozando de novo e eu pedi pra eles gozarem nos peitinho durinhos da Hellen. Assim que eles gozaram, eu e a Paula chupamos a gatinha toda, nossas línguas deslizavam pelo corpinho macio e sedoso dela e ela soltava gritinhos de tesão.
Nos encaminhamos para o banheiro onde nos quatro demos uma caprichado banho na Hellen. Depois dormimos todos juntos e abraçados na sala. No dia seguinte ficamos com receio das reações, mas foi tudo se acomodando, estamos com receio de tocar no assunto com a Hellen de novo, afinal tinha uma irmã e um cunhado envolvidos. Mas acredito que as coisas já estão no rumo certo. Há, eu disse ao Cassius que tinha ficado com inveje do aniversário da Hellen, vocês sabem o que ele aprontou no meu???
Depois eu conto.
Beijos.
Casais, moças, me escrevam (rsrs)



Deixe o seu comentário.
Obrigada pelo seu voto!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.