"Os mais excitantes contos eróticos"

 

loucura da minha vida part' 6


autor: felipe_forlan
publicado em: 30/03/16
categoria: hetero
leituras: 949
ver notas


Olá leitores me chamo felipe forlan e estou contando algumas historias lokas da minha vida.... serio todas verdadeiras sem fantasia e frases prontas não sou escritor profissional mas amo escrever. digo que isso é mais um diario do meu dia dia.

Historia de mara part.2

Bom estavamos ali trocando carinhos, quando ela teve que sair para uma ocorrência, fiquei ali bobo e muito feliz por ter conseguido tranzar com essa mulher, deu umas 14:30 ela me chama pra almoçar. Fomos e no caminho ja teve varios tipos de papo, ela me confidencia que no começo achou a ideia louca e absurda mas que não se controlava de tesão quando chegava perto de mim.
Dizia que ao ver meu pau sempre duro, e sentir o meus toques maliciosos não ia resistir por muito tempo e que estava adorando o que estava acontecendo. Ja no restaurante abracei e beijei disse que o momento estava mágico, e que seria maravilhoso se continuavamos, ela rio me olhou e dexou um ponto de enterrogação no ar.
Voltando a minha sala fui tirar um coxilo rs, então vejo a maçaneta mexer, e pela camera vejo ela entrar, finjo que ainda estou dormindo e ela entra fecha a porta e vem na minha direção se ajoelha e baixa o meu ziper. tira meu pau semi duro pra fora e começa a mamar bem lentamente finjo que estou dormindo mas me esforço pra não comer aquela putinha logo dou uns gemidinho, sinto a sua mão apertando meu pau punhetando bem forte, ela chupa as minhas bolas e vem subindo com a lingua lambendo meu pau até a cabeça, me olha e engole ele todinho na sua boca. lentamente ela desliza seus lábio grossos na cabeça pulsante do meu pau. Eu acordo chamando de putinha; "ai minha putinha como vc e uma cachorrinha safada heim".
Eu tiro minha calça ela punheta, por varias vezes coloca ele todinho na sua boca com o movimento de entra sai chupando lambendo a cabeça, eu em tranze sinto meu pau pulsar dentro da sua boca, falo que vou gozar ela entao engole todo meu pau ate a garganta eu nao aguento o tesão e despejo litros e litros de poha na sua garganta profunda era tanto que escorria pela sua boca......nossa que loucura, dispertei um lado mais depravado dela. Ela levanta começa a fazer stripteese "nao sei se e assim que escreve rsrs" começa a desabotuar e tirar sua camisa, ela me olha e faz uma cara de putinha que me leva a loucura, tira uma alça do seu sutiã e depois tira a outra parte e me pedi pra puxa com a boca, tiro com os dentes e começo a mamar seus bicos dando umas mordidinhas bem de leve, ela vira os olhos morde seus lábios e me bate na cara gemendo.- vai meu tesão me fode gostoso!!!
Ela se vira e vai abaixando sua calça bem devagarinho mostrando sua calcinha branca de rendar, dou dois tapas ela geme mais alto. (Ps: nesse momento ja esquecemos completamente que estavamos numa sala de monitoramento trabalhando.)
Eu abaixo sua calcinha e dou mais uns tapas na sua bunda fico ali beijando dando umas modidinha e lambendo com a minha lingua, abro bem a sua bunda e chego ao seu cuzinho, com a língua fico dando voltas no seu buraco que pisca de tanto tesão. Coloco ela de bruço na mesa abro suas pernas me ajoelho e meto a lingua no seu grelinho, que estava bem duro de tezão e o rio que inundava sua buceta, me lambuzava com o seu nectar. Suas pernas tremulas dava sinal que chegava a mais um orgasmo, não Parei continuei ate sentir seu gozo na minha lingua e que escorria na suas pernas. Me levantei com o meu pau ja bem duro, pincelei na entrada da sua xota e soquei na sua buceta igual um louco faminto bombava socava bem fundo, puxava seu cabelo pra tras e apertava seus peitos, dava varios tapas na sua.bunda e socava bem no fundo do seu ultero. Ela rebolava pedindo para nao parar socar fundo que estava gozando mais uma vez.
Eu sentei na cadeira, peguei ela abri a sua bunda e mandei ela sentar bem devagar no meu pau e rebolar gostoso com o seu cuzinho, ela veio abri minha perna ela ficou no meio entre elas, eu forçava a entrada e ela descia devagar rebolando, encaixando a cabeça -"aiiii entrou amor que delicia,assim calma ddvagar seu pau e muito grosso". ela descia rebolava devagar quando entrou tudo fiquei parado para ela se acostumar, inclinei a coluna dela apertando com a minha mão na sua cintura, enrrolei na minha mão no seu cabelo e começei a socar devagar, ela levantava e eu forçava sua sentada com puxao de cabelo e apertando a sua cintura, varias bombadas forte e fundo ela chega a sua ápice do prazer e mija litros de gozo num orgasmo multiplo muito intenso.
Como eu ja tinha gozado antes,ia demorar muito pra eu gozar então,eu bombava socava batia na sua bunda puxando seu cabelo apertando seus peitos ela pedindo pra parar que nao aguentava mais e estava exausta, "tbm ja tinha passado 30 mim de bombada forte mas eu ainda tinha que gozar ne."
Mandei calar a boca e disse que ainda nem vontade de gozar sentia, deixei ela d4 e soquei forte sem dó ela rebolava mas percebi que ela estava chorando. Assustado parei e falei o que estava acontecendo se estava doendo ?? ela disse que um pouco mas e uma dor gostosa que fazia sentir muito tezao e que chegaria ao orgasmo fácil. Entao socava socava ela gemia muito alto, quando decidi da uma trégua pra ela eu tirei do seu cuzinho e enfiei na sua xota enxarcada, socava bem fundo e forte ela me pedia pra gozar logo que estava muito cansada e assadar, sem dar ouvido peguei ela virei de frente coloquei sentada de perna aberta e soquei meu pau todinho ficamos ali transando aos beijos molhados, ela me arranhando as costas eu bombava nem ai parar o barulho que fazia na sala, ate que ela me alerta dizendo que iria gozar de novo, e que nao era pra eu parar de socar forte. Disse que tbm iria gozar. Eu soquei fundo na sua buceta puxando seu cabelo pra trás mordendo e chupando seu pescoço com outra mão presionando ela apertando sua bunda, no mais puro ecstazy. Quando jorrava litros de leite na sua buceta enchendo o seu ultero de poha, ficamos ali nos beijando com meu pau enterrado no seu ultero, quando sinto uma coisa bem gostosa a sua buceta pulsar apertando meu pau, nossa que sensação gostosa nunca tinha sentido isso antes isso me leva a loucura parecia morder com a sua buceta, ela geme aperta a minha mão e arranha forte minha perna e desfaleçe no meus ombros.
Ficamos ali por alguns minutos tiro meu pau, se limpamos ela me olha com rosto de prazer e satisfeita eu a abraço dou um beijo e no silêncio colocamos nossas rolpas e esperamos nosso horario de ir embora.
- uauu feh nunca tinha gozado assim na vida vc e muito intenso...!!
- nossa você e muito gostosa me tira do serio. Estou exausto ...!!
Fomos embora e levei ate o ponto do seu onibus trocamos beijos carinho e ela partiu, fui ate o meu onibus ainda com o pensando nela, entro e vejo o onibus mega lotado fico na frente de uma senhora de mais ou menos 50 anos nao vou mentir nao tinha corpo de academia nem de menininha mas era bem gostosa. Era loira tinha 1,60 peitos bem grande e uma bunda enorme tinha um pouco de barriga sim mas dava pra ver que se cuidava, notei que era bastante religiosa por ter uma tatoo da nossa sra da ap. E um livro de um padre, Por esta ben cheio meu pau encosta em seu ombro, "serio sempre coloco a minha mochila na frente mas como ela ofereceu pra carregar nao tinha como tampar meu pau com nada, alem do mais ainda era uma mulher seria religiosa." então continuei ali encostando nela involuntariamente, mas sempre eu via ela olhar pro meu pau e depois em seguida me olhava, isso me chamou bastante atenção. Eu me olho pra ver se existe algo de errado e pelo reflexo da janela percebo meu ziper aberto, "bem que vi um ar gostoso" tento arrumar e noto que ela quebrou na hora do sexo. "Puts que merda" fico ali roçando nao a mais nada que eu possa fazer pra disfarçar o momento, percebo que a senhora sempre mexia no seu cabelo que estava na altura do meu pau, sentindo a mão dela roçando meu pau. Tive a conclusão que ja imaginava, "ela estava aproveitando a situação." Então entrei no seu jogo começei a passar meu pau mesmo e dar umas bombadas com as curvas do onibus, meu pau endureceu e como ele é bem grosso, a calça social de tecido leve logo marcou a cabeçona dando pra ela sentir e ver muito bem como ela me deixou. Ela me olha, e olha o meu pau bem duro no seu ombro e fica mexendo no cabelo para um lado e para o outro, ela devolve a minha mochila e eu peço obrigado pela generosidade pisco com sorriso maroto, ela ri e fala ao meu lado
- o prazer foi meu. Kkkkk olha que senhora mais safada sentei olhei ela andando na rua, e notei que e ate comestiço rs chegando em casa vejo em um dos bolsos da minha mochila e vejo um telefone no papel improvisado, fico assustado pois minha mulher é neorotica e loka rsrsrs mas amo mais que tudo nessa vida ea unica que me da um baile no sexo um dia eu conto. Bom outro dia no meu trabalho longe da mara, ligo para esse numero e constato que eh a senhora de ontem. E que se chama cida, disse que axei o seu numero na minha mochila e resolvi ligar torcendo pra que seja ela mesmo.
- então. Cida porque colocou seu numero la.?? Fiz de desentendido rs
- Coloquei porque te achei atraente lindo,simpatico.!! "Ate parece nem conversamos rsrs foi pela minha rola ne safada"
- a entendi tambem adorei voce cida educada, linda charmosa e um ombro gostoso... risos de ambas as partes.
- se voce gostou dos meus ombros entao magina de outras partes...!!! Humm que madura safada.
- eu bem que adoraria conhecer mas duvido se tenho chance mulher linda assim e bem casada neh.
- sim sou bem casada, mas chance "sinto um suspiro." Claro que tem dependendo do momento ne quem sabe....
- sim claro e esse momento pode ser hoje as sete no barzinho em frente o metro butantã..?? Uma pauza e silêncio.
- ai meu deus que loucura, "voz tremula" sim pode mas nunca fiz isso feh acho que vou ficar tensa e muda, vc pode ir com mais paciência...??
- Claro ci....pode deixar comigo, você vai adorar minha compania....
- ja estou lindo vc é muito atencioso.
Chegando no barzinho a vejo sentada tensa com um vestido longo batom e maquiada, tomando uma vodka, chego comprimento com um beijo, e falo no seu ouvido que bom que você esta aqui, ela ri toda arrepiada eh.....
Continua.......





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.