"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Pervertida no metro de SP


autor: aliceruiva
publicado em: 03/04/16
categoria: hetero
leituras: 6886
ver notas


Me chamo Alice(fictício), tenho 23 anos, sou ruiva, tenho peitos médios mas minha bunda grande e redondinha sempre chamou atenção. Todos os dias eu pego metro para ir pra faculdade (faço arquitetura). Ano passado fui abusada no metro (conto em detalhes em outro conto) e aquilo me viciou nessas sacanagens em publico. Agora eu que "abuso" dos caras no metro rsrs.
Na primeira vez que fiz isso fui muito impulsiva. O metro tava lotado e tinha um garoto do meu lado, não devia ter mais que 17 anos. ele era alto, branco, magro e usava uma dessas roupas de ginastica com tecido fino que tava colada por causa do suor. Com os movimentos do metro eu ia me aproximando até que encostei meu ombro no peito dele, ele usava um perfume delicioso que misturava com o cheiro do suor, fiquei louca (até ai tudo bem). Em um dos balanços eu encostei as costas da minha mão no pau dele, ele estremeceu e eu olhava pra frente como se nada tivesse acontecendo, fiquei esfregando as costas da minha mão com força no pau dele até que senti ele ficar bem duro, dai eu parei de fazer só de sacanagem. Ele se aproximou do meu ouvido e falou bem baixinho "por favor continua", era oque eu precisava ouvir. Enfiei minha mão dentro da calça dele e pra minha surpresa ele não estava de cueca (pretendia tesar mais um pouco esfregando por cima da cueca), pude sentir aquela pica grossa, dura e quente na minha mão. Comecei a masturba-lo bem devagar. Senti a respiração ofegante dele no meu pescoço e eu fiquei com a buceta toda molhada. então comecei a masturbar bem mais rápido oque fez ele soltar um gemidinho que só eu ouvi porque tava bem perto dele e tava muito barulho no metro. O pau dele começou a pulsar e eu senti que ele ia gozar e acelerei o ritmo, com a outra mão peguei no saco dele e ele gozou na hora inundando a calça (que era preta então não dava pra notar), foram uns 5 ou 6 jatos, eu sentia toda aquela porra quente na minha mão e eu continuava a esfregar o pau dele só pra sentir deslizar com aquela porra. Limpei minha mão na roupa dele e segui viagem como se nada tivesse acontecido. Faço isso sempre que tem um cara bonitinho perto de mim no metro e as vezes as coisas saem do controle, isso me da muito tesão.
Esse foi meu primeiro conto. Comentem se querem um relato de como fui abusada e se querem mais historias como essa (tenho varias).




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.