"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Uma noite de surpresa no swing


autor: Ceci
publicado em: 08/04/16
categoria: grupal
leituras: 16548
ver notas


Oi meu nome é Ceci, sou morena baixa, cabelos castanhos, peitos grandes naturais e uma bunda linda, vou contar a vocês uma aventura minha que ate agora não acredito q tive coragem de participar.

Em um fim de semana viajei para encontrar um amigo antigo, Charles, ele é alto, magro, cabelos pretos e tem o q eu mais gosto, uma pegada incrível.
Já temos uma ótima relação sexual, sempre viajo p/ vê-lo e todas às vezes são dias intensos de trepadas incríveis, toda vez já o encontro de vestidinho ou sainha curta e sem calcinha porque se q depois de um beijo quente minha xaninha peladinha será cumprimentada com um carinho muito gostoso, já me deixando toda meladinha.

Sou bem safada e gosto de transar em qualquer lugar que de oportunidade. Neste dia não foi diferente e como meu voo já chegou bem tarde da noite, assim q ele sentiu meu mel quentinho melando toda minha perna, já ficou super. Excitado e eu como gosto muito já fui desabotoando sua calça e no caminho para sua casa já comecei um boquete maravilhoso, engolindo todo aquele pau e sentindo-o crescer e endurecer na minha boca. Foi uma excelente boas vindas, ele rapidinho gozou na minha boquinha e eu claro deixei tudo bem limpinho engolindo cada gota do seu leitinho quentinho.

Não sei o que foi, mas desta vez ele estava mais tarado que o normal, já fomos direto para o chuveiro porque havia me dito que iriamos sair, claro que me vendo ali nua e toda molhada entrou comigo e me fudeu muito gostoso, ele tem uma pegada forte e violenta, me aperta, morde meus seios, me bate e mete seu pau delicioso sempre bem forte do jeitinho que eu gosto, e eu claro sempre gozo muito rápido com ele.

Uma hora depois já estava pronta pra sair, vestia uma saia justa e bem curta e uma blusinha transparente com um sutiã que marcava bem meus seios, antes de sair ele me pediu pra tirar a calcinha, estranhei porem imaginei q era para me provocar onde estivéssemos, entramos no carro e fomos para uma boate, ate ai normal, porem quando entrei já vi no meio da pista e dança um pole dance e ele me explicou q ali era uma casa de swing. Fiquei empolgada com tudo aquilo, ate ganhei um premio na entrada por ter ido sem calcinha.

Chegamos na hora do show feminino de stripper e eu sei bem apreciar uma bela mulher e principalmente vendo aqueles peitos enormes e firmes e aquela bucetinha com um piercing no grelinho, ela mesma fez questão de me mostrar quando me deu o prazer de dançar para mim como parte do seu show. Aquela buceta na minha cara me deixou em ponto de bala.

Fomos para o tal do labirinto, que é onde tudo acontece, andamos nele todo e ate que estava calmo, as pessoas mais olhando do que fazendo, vendo minha excitação Charles me levou para um quartinho pequeno e fechado com um sofá e buracos nas paredes na altura dos seios e da virilha, tirou minha blusa e guardou meu sutiã e disse que eu não ia mais usa-lo e posicionou meus seios nos buracos e ali começou a me foder, assim q eu comecei a gemer de tesão logo já senti mãos entrando pelos buracos e me tocando e duas pessoas chupando meus seios que estavam pra fora dos buracos aquilo me deixou maluca, aquele pau me fodendo com forca e uma mão q não era a do Charles acariciando e apertando minha bunda e duas pessoas chupando meus mamilos com força, eu urrava de prazer nunca tinha sentido tanto tesão na minha vida, gozei tão forte que não aguentei mais ficar de pé, Charles me posicionou no sofá e continuou a bombar cada vez mais forte, me agarrando pelos cabelos, quando eu menos esperava lá estava ele colocando meu rosto na frente de um buraco que saia um pau super. duro, comecei a chupar na hora sem pensar em que estaria atrás daquela parede, enquanto eu chupava Charles me fodia cada vez mais forte e quando estava prestes a gozar outra vez ele empurrou minha cabeça e aquele pau entrou inteiro na minha boca, sentia aquela rola na minha garganta. Foi incrível, saímos da sala e fomos beber alguma coisa e eu só ficava imaginado de quem eram aquelas mãos, bocas e rola que eu tinha experimentado.

Eu estava em êxtase com tudo e a noite estava apenas começando, dançamos e bebemos e voltamos para o labirinto, entramos numa sala grande com sofás em todas as paredes e um Puff alto no meio dela, Charles me sentou no Puff e foi logo caindo de boca em mim, aquela língua passando no meu grelinho em movimentos circulares, forçando a entrada, como estava gostoso, se tem uma coisa que ele faz com vontade é me chupar, eu estava aproveitando muito tudo aquilo, logo começou a chegar gente e ficou ainda mais gostoso, varias mãos me acariciando, varias bocas me tocando, nossa como tudo era gostoso e já estava chegando lá Charles parou e veio me beijar com o rosto coberto pelo meu mel, eu implorei para ele terminar ou me fuder, queria muito gozar de novo e ele foi puxando um cara q estava perto e disse; - Você já chupou ele, agora deixe ele aproveitar sua bucetinha deliciosa.

Vendo minha cara de desejo me virou e eu fique de costas com o corpo apoiado no sofá e a bunda empinada só esperando essa nova rola, ele foi colocando com cuidado e de leve, acho q já sabia q seu pau era bastante grosso e já tinha o jeito certo, aquilo entrou e eu sentia que estava me raspando, o tesão era tamanho que nas primeiras bombadas mesmo q de leve eu já gozei deixando o pau dele encharcado, aquilo o deixou maluco e ele começou a bombar com cada vez mais força, como estava com o corpo apoiado no sofá aquele tronco ia cada vez mais fundo a cada estocada, estava enlouquecida com aquele vai e vem forte e delicioso, Charles veio a minha frente e eu comecei a chupa-lo com tanta vontade que me engasguei diversas vezes. Charles gostou muito de tudo aquilo e logo senti seu pau pulsando e inundando minha boca de porra, saboreei muito e não parava de sentir aquelas bombadas fortes daquele pau desconhecido, estava com tanto tesão que eu gritava e pedia mais... mais forte... mete tudo em mim... Não deu outra ele afundou todo seu cacete em mim com tanta forca q o Puff ate se moveu para frente, eu gozei muito forte e sentia meu corpo se contrair e travar aquele pau dentro de mim, logo senti sua veia pulsar e toda aquela porra sair me preenchendo e aquecendo meu sexo. Tirou aquele pau gozado de mim e eu chupei ate não restar mais nem uma gota. Sai da sala me limpei, e ficamos o resto da noite dançando e bebendo, pois eu já estava exalta. Charles quer repetir a dose, porem tem q esperar outra viajem e desta vez quero ver ele fudendo outra mulher e de preferencia uma com a bucetinha bem suculenta como eu gosto.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.