"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Fingi que tava dormindo


autor: aliceruiva
publicado em: 11/04/16
categoria: hetero
leituras: 13949
ver notas


Isso que vou contar aconteceu a bastante tempo, eu tinha 16 anos (hj tenho 23), morava com meus país e minha irmã. Morava num bairro pequeno e meus parentes moravam no outro lado da rua, la morava minha tia, meu tio e seus 3 filhos (2 meninas e 1 menino). Eles sempre iam la em casa, vez ou outra meus primos dormiam la em casa e nos conversavamos até tarde, minha prima mais nova ficava brincando com minha irmã no quarto e eu ficava na sala conversando com minha prima Júlia que tinha 16 e meu primo Guilherme que tinha 14. Nos falavamos muito, eu adorava quando eles iam la em casa.

Como eu era muito íntima deles eu não me importava de ficar de camisola ou de calcinha na frente deles, mas comecei a perceber meu primo meio sem graça e não parava de me olhar de cima para baixo, fingia que nem notava. Em um fim de semana eu e minha irmã fomos pra casa deles ao invés deles virem porque tinham detetizado nossa casa. Nós passamos o dia se divertindo, fomos pra piscina (onde notei meu primo não tirar os olhos de mim que tava de biquíni), fizemos uma bagunça inventando receitas na cozinha, assistimos filme e de noite eu ja tava determinada a provocar meu primo, eu, ele e Júlia fomos dormir no mesmo quarto. Eu na cama de casal com Júlia e pedro numa cama de solteiro que botaram la pra por nossa causa. Quando chegou a hora de dormir eu inventei que tinha tomado remedio para dormir, só pra ver oque ia rolar, até brinquei falando que com esse remedio podia passar um trio eletrico la que eu não acordava. Antes de apagar as luzes eu tirei meu vestido deixando Guilherme me ver de calcinha e me deitei na cama com minha bunda empinada. Julia se deitou do meu lado e em poucos minutos eu ja ouvi ela roncar. Passou quase 1 hora e eu ja tava achando que ele não ia fazer nada, ja tava quase dormindo de verdade quando senti uma mão pegar no meu braço, levantar e depois soltar. Ele tava testando pra ver se eu dormi mesmo, depois ele me segurou pelo ombro e balançou, eu não demonstrei nenhuma reação, fiquei louca pensando no que ele ia fazer em seguida. Guilherme ascendeu a luz do quarto, tirou minha coberta e começou a brincar com minha bunda, ele apertava com força, teve um momento que ele abriu minha bunda com as mãos e eu senti um ar quente na minha boceta, ele tava me cheirando lá! Então ele subiu em mim e começou a roçar o pau dele que tava dentro da calça (era calça de pijama, essas finas de algodão). Me segurando pela cintura ele se esfregava em mim, senti que ele tava bem duro mas não reagi, continuei imóvel. Ele roçou em mim por uns 10 minutos até que eu ouvi "guilherme oque você ta fazendo com ela?!", era minha prima Júlia que tinha acordado com o balanço da cama com toda aquela esfregação. Guilherme respondeu "relaxa que ela tomou remedio para dormir, olha só", ele pegou no meu ombro de novo e sacudiu muito, eu deixei meu corpo mole pra não ser pega, então Júlia falou com uma risadinha "ta bom". Confesso que não esperava essa reação, achei que ela ia falar pros pais ou algo assim, mas então senti mãos finas e macias apertando minha bunda, Júlia estava abusando de mim também!!! Ela falou "como essa bunda é gostosa!" e foi apertando mais e mais, até que ouvi Guilherme tirando sua roupa (sabia que era ele pois Júlia tava muito concentrada em mim) e encostando seu pau quente na minha bunda. Ele falou "da licença" e empurrou Júlia, posicionou o pau dele no meio da minha bunda e voltou a esfregar, ele apertou minha bunda fazendo ela engolir o pau dele enquanto esfregava. Julia falou "eu quero também!", Guilherme parou com oque estava fazendo comigo e eu so pude ouvir o som deles dois se beijando, não pude acreditar que dois irmãos tavam se pegando do meu lado, consegui abrir um pouco meu olho pra espiar. Guilherme tava em cima de Júlia beijando ela e apertando seus peitos, ele abriu as pernas dela fazendo aquela posição de frango e meteu, eles dois nem mais se importavam comigo, transavam como cachorros ao meu lado, a cama balançava muito. Guilherme fodia enquanto beijava e apertava os peitos de Júlia. Eu tava muito excitada com a situação mas não podia fazer nada, não podia correr esse risco. Julia falou "pare um minuto, tive uma ideia". Os dois se levantaram e senti as mãos finas e macias de Júlia apertando minha bunda de novo, com o pouco que eu conseguia abrir os olhos pra ver, consegui enxergar no espelho Júlia de 4 em cima de mim e Guilherme atrás dela. Julia falou "agora mete de novo" e assim Guilherme fez, ele fodia enquanto Júlia me abusava. Ela afastou minhas pernas e botou minha calcinha pro lado, nem acreditei mas minha prima começou a lamber minha buceta, ela afundava a cara no meio da minha bunda enquanto a apertava com as mãos, eu tava com muita vontade de gemer mas não podia. Guilherme vendo aquilo ficou louco, ele falou "caralho que tesão!" e acelerou ritmo que pude sentir pelo balanço da cama, Julia enquanto me chupava dava leves gemidos, so que baixo pra não acordar os outros. Guilherme falou que ja ia gozar e Júlia disse que nao podia dentro. Ela parou de me chupar e os dois se levantaram, fiquei sem entender oque tava acontecendo porque fiquei com medo de abrir os olhos pra espiar. Até que senti os jatos de porra quente caindo sobre minha bunda e costas, não acreditei que ele teve essa coragem. Guilherme ainda chupou Júlia até ela gozar.

Júlia pegou uns panos umidos e me limpou bem delicadamente, eles apagaram as luzes e foram dormir como se nada tivesse acontecido. No outro dia eles se levantaram animados e conversavam comigo na maior naturalidade, eu fingi que tava tudo normal e nunca falei do assunto, meus tios eram muito religiosos e não sei oque fariam se soubessem


Novo aqui no aliceruiva? Confira os outros contos (não esqueça avalia-los) bjs!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.