"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Atrevida


autor: caiopiresbr
publicado em: 25/04/16
categoria: hetero
leituras: 8196
ver notas


Leitora amiga, confidente. Delicia sexy.

Quero te propor uma experiência. Vem comigo? Confia em mim? Espero que sim, se não confia... deveria confiar.

Passou a confiar em mim? Então vem e faz exatamente o que estou mandando.

Fica sozinha. Coloca uma roupa leve. Uma blusinha, um shorts e um sapato com salto. Coloca uma lingerie sexy e se senta.

Primeiro, imagina que estou na sua frente e não vou me aproximar de você. Estou sentando te olhando, olhando nos olhos, admirando teu corpo.

Você está na minha frente, vestida com uma blusinha branca, um shorts jeans e uma lingerie rosa.

Agora pega tua mão, a direita. Leva até teus seios. Aperta. Aperta mais. Aperta como se fosse a minha mão que estivesse aí. Não tão forte. Apenas firme o suficiente. Imagina que sou eu aí, que começo a beijar teu pescoço. Passar minha língua de leve nele e apertar com a minha mão teus seios.

Pega sua sua mão esquerda e leva suavemente ao seu pescoço, faz carinho nele. Passa do lado, sente como se fosse minha boca se aproximando e minha respiração entrando em contato com sua pele.

Desce com essa mão do seu pescoço para a sua barriga. Faz carinho nela, sente ela, finge que eu sentado na tua frente e estou seguindo com os olhos o caminho da tua mão. Fico imaginando minha boca na tua barriga enquanto mordo meus lábios.

Tira a blusa, puxa ela pra cima. Fica só de sutiã.

Imagina minha expectativa a cada centímetro da tua blusa que se levanta. Consigo ver tua pele surgindo aos poucos. Tua barriga, teu umbigo lindo, e teus seios preenchendo o sutiã.

Volta a acariciar teu corpo. Aproveita tuas mãos livres. Me leva a te conhecer com os olhos, cada canto.

Acaricia tua barriga, tua cintura, teus seios. Não para. Se entrega.

Agora leva as duas mãos até os seios. Faz carinho neles. Pega forte. Não sei se tua intenção é me oferecer. Se for, está funcionando. Não esquece, estou na tua frente vendo tudo e não posso te tocar. Você finge não me ver mas sensualiza pra mim. Me deixa com vontade de pular em você. Imagina minha cara de safado. Minha lingua molhando os labios. Meus olhos atentos.

Brinca com a alcinha do sutiã, joga pro lado, faz cair. Imagina meu coração batendo forte quando isso acontece. O pico de adrenalina que sinto por te ver assim. Te vejo arrepiada e suspiro.

Faz a outra alcinha cair. Segura o sutiã com as mãos. Me imagina sedento, a boca ficando molhada, a saliva se acumulando. Como estou faminto nesse momento.

Aperta o sutiã por fora. Faz teus seios incharem e imagina que pra mim isso é uma tentação. Que meu corpo se enche de desejo, e todo sangue do meu corpo se concentra em um só lugar. Por tua causa.

Se concentra em você, em ser sexy porque você merece isso. Sente a ponta dos seus dedos passando por cada centímetro do seu corpo, o toque suave de algo que você já conhece, mas está revisitando, reaprendendo.

Você está sexy, está transpirando sensualidade e isso me excita. Suas mãos vão até os cabelos e começam a brincar. Joga eles pra cá e pra lá. Você quer me hipnotizar, com seu corpo, todo seu corpo. Seus olhos, suas mãos, suas coxas e seu cabelo. Você é uma delícia. Além desse jeito, seu caráter e sua personalidade, você também possui um corpo delicioso. Esse conjunto me fascina e me levar a loucura. Você nem começou e estou te querendo.

Você tá ali. Sentada na ponta da cadeira.

Você beija a ponta dos dedos fingindo que não estou ali te vendo. Minha língua passeia em meus lábios, desejando os seus. Morde a ponta dos dedos de leve. Encosta na ponta da língua. Que sexy.

Agora chupa, começa a chupar a ponta do teu dedo, envolve com teus lábios. Molha mais. Suga. Está gostoso não está?

Tira o dedo pra fora da boca e olha pra ele. Teve uma ideia né?

Volta a colocar ele na boca. Mas agora mais, coloca um pouco mais, chupa novamente, suga. Tira. Coloca mais. Deixa ele tocar a língua. Sente ela molhada também, sedenta.

Eu sei que você está imaginando outra coisa no lugar do dedo. Imagina mesmo.

Chupa teu dedinho todo. Enfiou ele todo na boca e nem percebeu né?

Chupa uma vez, duas. Respira fundo e agora coloca o outro dedinho. Coloca os dois na tua boquinha.

Sente como você é gostosa? Isso é porque são apenas seus dedos. Imagina eu que consigo chupar a parte que eu quiser.

Pensa que eu não percebi sua outra mão? Eu vi ela descendo, deslizando e ....chegando na no shorts, tentando entrar nele. Invadir.

Se levanta. Com calma desabotoa o botão do seu shorts devagar, mais devagar, vai abrindo o zíper.

Agora tira ele, mas demora. Quero ver você rebolar, dançar de um lado para o outro enquanto esse shorts apertado vai saindo.

Quero ver primeiro aparecer uma parte da tua calcinha. Hummm é o fio? É fio!!!!

Vira de costas pra mim. Começa a descer o shorts. Pega com uma mão de cada lado. Força pra ele dar aquela primeira saída. Faz a parte menor, que fica na cintura apertar ainda mais tua bunda enquanto eu hipnotizado olho para o espetáculo na minha frente.

Já consigo ver parte da tua calcinha rosa. Nossa, imagina o tesão.

Vai descendo mais. Olha pra trás. Confere que ele tá saindo certinho como você queria. Faz ele deslizar de leve caindo por tuas pernas, passando por tuas coxas e chegando no chão.

Agora se abaixa, empina, mais, mais, mais e chega com tuas mãos nele. Tira um pé pra fora, agora o outro. Colocou o salto como eu mandei? Então você precisava ver a paisagem que estou adimirando agora.

Você toda empinada, com a calcinha rosa, fio, bem enfiada e se esforçando pra tirar o shorts. Pensa em algo bem roxo pulsando.

Enquanto sobe passa mão nas tuas pernas, vai sentindo tua pele macia, aproveita pra se sentir.

Sente tua panturrilha, teu joelho, tuas coxas duras. Hummmmmmm.

Passa a mão por tua bunda, essa obra magistral e aperta. Aperta com vontade. Abre ela. Fecha e aperta mais. Aperta como você sempre quis ser apertada.

Volta a virar de frente pra mim. Mas cuidado que nesse momento eu realmente posso sofrer um enfarto.

Ver você só de lingerie e salto está me deixando literalmente embasbacado. Meu coração bate forte, minhas pálpebras estão bem abertas. Minha boca saliva muito. E minha mão...você já sabe o que eu estou fazendo com ela né taradinha?

Volta a se sentar com calma. Joelhos juntos, pernas fechadas. Cruza as pernas e se joga pra frente. Apoia o cotovelo no joelho e sua cabecinha linda nas mãos. Sente teu rosto quente, chupa mais uma vez seu dedo, ele já está seco.

Agora volta a ficar reta na cadeira e lentamente vai abrindo as pernas. Abrindo. Abrindo. Uma pra cada lado. Isso, fica toda aberta. Olha pra baixo. Olha tua calcinha, vê como ela já está um pouco molhadinha e passa a mão nela.

Isso, assim de leve, de baixo pra cima. Faz o carinho que ela merece. Se arrepia, treme. Lembra que estou ali na tua frente e só eu posso te ver. Imagina como eu quero pular tirar tua mão dali e usar minha língua. Conseguiu imaginar? Conseguiu mesmo?

Para! Não vá até o fim agora. Calma. Volta com tuas mãos pelo teu corpo. Se sinta gostosa. Você é, e muito. Sinta que você tem todo o poder.

Sobe com tuas mãos pela barriga, chega no sutiã e começa a fazer carinho. Fecha os olhos e começa a imaginar algo bem gostoso e vai se acariciando. Imagina meu pau na tua frente. Ele está duro. Bem duro, você consegue ver as veias saltando e a cabeça dele está bem roxa e inchada. Bem como você gosta de chupar.

Abre a boca de leve e deixa entrar um pouco de ar. Imagina ele entrando.

Abre os olhos decidida e começa a fazer o que você mais quer.

Leva tua mão nas costas e abre a fivela do sutiã. Tira ele sensualizando, com calma e joga pra frente.

Por uns segundos eu não consigo te ver, ele caiu sobre meu rosto. Mas logo minha visão fica clara novamente. E meu coração dispara.

Teus seios estão duros, bem duros. Você está segurando ambos e olha pra eles com desejo.

Mexe, brinca e fica com sede. Abre a boca coloca a língua pra fora e toca eles onde você conseguir. Sente como teu corpo é gostoso, delicioso. Sente a delicia que é provar o sabor da tua pele. É isso que eu mais anseio todo dia o dia todo.

Lambe eles igual uma gatinha. Com a pontinha da língua solta, brincando. Massageia, acaricia, aperta, espreme. Suspira.

Sorri e levanta novamente. Chegou a hora.

Leva suas mãos delicadas na alça da calcinha. Puxa pra cima. Isso mesmo. Puxa ela toda pra cima, faz ela ficar bem justa. Apertada no teu corpo. Querendo entrar em você.

Brinca com ela pra lá e pra cá. Você é sexy sabia? É gostosa. É divina.

É claro que não é assim que você vai tirar. Você quer me dar um show. Você tem que dar um show e, por isso, vira de costas.

Olha pra trás, sorri, brinca, gargalha. E começa a se abaixar.

Sente o tecido dela descer. Sente o ar preencher o lugar que agora está vazio. Vai tirando ela devagar. Devagar. Desce. Desce mais. HUUUUMMMMMMMMMMMMMMM

Queria que pelo menos por uma vez você pudesse ver o que eu estou vendo. O formato perfeito que é. Um vão apertadinho. Tuas coxas, uma de cada lado, e no meio. No meio. Ela.

Você abaixa pra tirar toda calcinha e nesse momento eu tenho a certeza que já teria pulado da cadeira se não estivesse preso nela.

Minha boca já teria saído aberta com a língua pra fora apontando na direção da tua bunda.

Imagino o cheiro que deve ter invadido o ar assim que você deixou ela de fora. O aroma. O sabor.

Você tira a calcinha novamente e joga pra frente como se estivesse ali.

Você vira de frente e me pega de surpresa com a velocidade. Deixa as pernas abertas e me faz admirar esse fruto rosado da natureza.

Você leva sua mão até ela e passa o dedo indicador na entrada. De baixo pra cima. Ele desliza. O caminho já está bem molhado.

Com as duas mãos você abre ela. Você está com a cabeça abaixada e seus cabelos caem de forma linda sobre seus ombros, mas minha atenção agora está em um lugar só.

Você abre mais ela. Quer que eu veja toda aberta, que eu grave na minha memória como é cada centímetro dela. Você não quer só que eu a deseje. Você quer que eu a entenda. A estude. A conheça.

Chega pra trás e se senta. Mantém as pernas abertas. Joga a cabeça pra trás e se entrega.

Usa e abusa dos teus dedos. Da tua mão.

Começa lentamente, massageia o teu grelo de leve. Bem devagarinho. Vai com carinho, você é a única pessoa no mundo que merece. E você sabe disso.

Toca ela. Brinca. Acaricia. Possui ela com teus dedos. Vai, começa a sentir todo o tesão invadir teu corpo. Te penetrar. Te encharcar e se entrega.

Usa mais dedos pra massagear. Usa as mãos. Vai. Toca. Toca. Toca.

Começa a brincar de forma gostosa. Intensa. Safada.

Aproveita. Se entende. Se conhece mais. Se descobre. Uma nova sensação. Um novo tesão. Um novo desejo.

Vai. Aperta. E sente. A explosão que é. A explosão de tesão te invadir. Te preencher.

Vai ficando com vontade, mais e mais. Enfia um dedinho dentro, molha. Depois outro, e outro.

Volta com esse dedinho pro teu clitóris. E brinca mais. Mais forte. Mais intenso.

Agora imagina. Me imagina chegando. Você não percebe? Eu me ajoelho e sem você notar troco suas mãos por minha boca.

Minha língua por seus dedos e começo a chupar.

Agora é minha vez e você está fodida.

Porque eu vou te chupar como ninguém nunca ousou te chupar.

Eu vou te invadir inteira. Minha língua molhada vai te encharcar de puro tesão. E não vou parar nem depois de você gozar.

Eu vou ficar horas ali. Você não vai ver o tempo passar e eu ainda vou estar ali te chupando. Te sugando. Te matando de tesão.

Você achou que já tinha sentindo de tudo e eu vou te mostrar que isso não era nada comparado ao que vou te fazer sentir. Vou te fazer experimentar.

Você é minha e vai gozar loucamente lendo essas palavras. Vai se tremer toda. Vai se contorcer. Vai gemer e balbuciar meu nome. Me pedindo mais.

Gostou?
Mande um email para: caiopiresbrasil@gmail.com
Siga no tumblr: caiopiresbr.tumblr.com
Siga no twitter: twitter.com>





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.