"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Desejos de uma fêmea sedenta


autor: rainhaafrodisiaca
publicado em: 26/04/16
categoria: aventura
leituras: 2679
ver notas


Para melhor entendimento deste conto, leia antes:

Desejos de uma Fêmea sedenta
Desejos de uma fêmea sedenta parte 1



.. chegamos ao terreno onde ele foi logo me prensando na parede apertou o meu pescoço e foi logo dizendo: Fique quietinha que eu não vou te machucar, se fizer td que eu mandar te deixo ir. Apenas aceno que sim com a cabeça ele me ordena que eu tire as calças algo que rapidamente faço e me diz não gritar .

Inclina meu corpo me pondo de quatro , e sem eu esperar penetra a seco meu apertado cuzinho, não meu segurei diante da dor e dei um grito de aiiii e fui advertida com um tapa ardido na bunda.
- Não reclama tua safada, eu sei que tu ta gostando.
E assim que sente meu cuzinho menos apertado , ele me segura pelo cabelo e como um estuprador ansioso, soca com força e muita vontade sua pica no meu rabinho pude sentir suas bolas batendo em minha bucetinha como leves tapas.
Já não há mas como eu disfarçar eu estava amando aquela dominação com penetradas fortes no cuzinho que ja havia se desfeito de todas as pregas, que me faziam grunir como uma gata no seu acasalamento e gritar me fode com força como a mas admirável puta, rebolei naquela pica como nunca fiz antes e ao sentir meu rabinho invadido por uma quantidade enorme de gozo também gozei mas continuiei rebolando querendo mais.

- Nossa o que está acontecendo,nunca ha vi com tanta vontade. Não estou reclamando ,mas sou homem e precisa de um tempo pro pau se levantar.

Continuamos andando até chegar em casa, não nos demos conta das horas estava tarde e nosso filho já dormia, então fomos para o banho, onde eu o banhava todo quando o seu pau começou a acordar novamente, mas meio cansado logo murchou, não deu outra.
Pequeno como estava o engoli todinho e brincava com ele rodiando minha língua, até que começou a se esticar e se contrair ocupando todo espaço em minha pequena boca, o mamei com uma gula nunca vista antes , eu segurava aquele pau levantando e sugava suas bolas, as ajeitava en minha boca brincando com os dois ovinhos,passei minha lingua por todo o corpo duro e pulsante daquele pau negro chegando na glande e com uma linguada vagarosa limpei todo melado que nele havia fazendo o meu macho gemer e revirar seus olhos de prazer.

Desliguei o chuveiro e com o corpo ainda molhado fomos para o quarto ; o empurrei sobre a cama e pensei em continuar mamando , mas ao ver aquele enorme pau apontando pro auto não me contive.
Subi na cama me movimentei sensualmente ri de mim mesma tentando sensualizar sentei com a ppk na tua cara e quando ela a lubrificou td com sua saliva desci e de cócoras e pernas bem abertas me sentei  em seu cacete e ele gemia me vendo subir e descer no seu pau minhas pernas doia mas estava decidida a só sair dali qndo ele gozar .

Tirei o pau da ppk e esfreguei no cuzinho q logo sentido desejo em ser comido novamente ,então me levanto agora fico de costas para o meu macho e amor empino o rabo e ele logo entende me passando lubrificantes então me sento em seu pau descendo e subindo de inicio lentamente, até ele começar com suas palavras de baixo calão e dizendo isso gostosona esfola meu pau vai.

Talvez ele nunca mais me peça isso porque realizei seu pedido quando comecei a foder naquele pau na velocidade dez ,sei la , sei que quanto mais gemia mais eu acelerada até ouvir seus uuuuuuu aaaaaaa ai cachorra vou gozarrrrrrrrrrr  e aquelas esguichadas me invadiam a culatra me fazendo sair de cima e ir me lavar na sequência deitei de bruços e sentia o buraco ainda latejar , alguns dias se passaram mas se eu não sentar com jeitinho o cu ainda dói mas a sede de tomar vara enfim se acalmou. Me senti plenamente satisfeita com meu amor.

Demorou mas espero ter válido a pena.

Deixem seus comentários



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.