"Os mais excitantes contos eróticos"

 

sexo no trabalho parte 2


autor: wcpassarinho
publicado em: 27/04/16
categoria: hetero
leituras: 2878
ver notas


Todos os nomes São fictícios mas a história é real.
Continuando...
Quem não leu sexo no trabalho 1 leia que entendera.
Uma auxiliar de enfermagem tinha visto a amiga dela sair do almoxarifado de onde trabalho e dias depois ela comentou e perguntou se nós tínhamos feito algo lá falei que não porque não tem mulher com coragem pra fazer algo lá ela falou que tem.
Dias de conversa pelo zap ela pediu uma foto para ver se era verdade pois ela comentou que viu uma foto minha e queria ver se era verdade mande de cueca box ela ficou doida e pediu para eu mandar sem cueca e mandei ela falou que bateu uma siririca pensando em mim, falei pra ela que no dia seguinte iria comer ela no almoxarifado e marcamos.
No dia marcado minha chefe voltou a trabalhar"estava de ferias,conto 1" pegou a gente de surpresa mas ela não desistiu tinha uma sala vazia e falou pra eu ir no consultório 5 que estava vazio na hora do almoço.
Fui lá imagine ela morena cor de jambo pelos do braço descolorido cabelo loiro fio dental que parecia linha de costura de tão fino 1,78 de altura bunda deve ter102cm imaginei a cena 102 de bunda contra 20cm de rola mas falei esse cu eu vou fuder.
Cheguei beijando ela falou vem não perde tempo haja vão te procurar vem me foder peguei a camisinha e coloquei ela de 4 com os seios encima da mesa do medico , rasguei o fio dental como se fosse violenta-la ela se assustou falou que estava louco mas adorou pedi para ela abrir as pernas um pouco e sem ela perceber enfiei com tudo no cu dela ela gritou pois não esperava ela queria na buceta e comecei a comer ela começou a chorar pois foi muito rápido que enfiei no cu dela eu parei e pedi desculpas ela chorando falou desculpa uma porra agora termina adoro dor, fiquei surpreso e comecei a bombar o cu dela , como ela estava apoiada na mesa do médico pedi para ela por a mão em cada nadegas e abrir pra mim, ela fez e eu com a mão direita tirei meu pai de 20cm de dentro ela falou pra por de novo ai fui pondo e tirando so a cabeça queria ver aquele cu arrombado e assim eu arrombei ela. Ela gozou do comendo o cuzinho dela,eu tirei a camisinha pensei que tinha acabado de repente ela caiu de boca no meu pai e chupou tudo ela colocou ele todo na boca dava pra sentir ele na guela dela e passando a língua e chupando ao mesmo tempo, falei que ia gozar na boca dela ela olhou pra cima com cara de cadela e olhar pedindo faz isso e fiz dei uma gozada na boca que nem eu esperava pensei que ela ia parar de chupar e ela continuou fazendo eu gemer r que coisa gostosa"mulher se vc quer deixar um homem maluco faz boquete e quando ele gozar vc continua" ele será todo seu se vc quiser.
Ela falou que queria que eu comece a buceta dela mas não dava tempo nos trocamos e fui pro meu setor e ela pra dela passado as horas ela ficou sozinha no centro cirúrgico eu tinha que ir lá pegar as coisas para as cirurgias do dia seguinte, chegando lá ela estava sozinha e falou que o cu dela estava doendo e assim que melhorasse ela queria mais, mas ela estava querendo que eu comece a bucetinha dela mas estava sem camisinha e ela sem calcinha pois eu tinha rasgado e ela falava que toda vez que se movimentada a calça raspa a na buceta dela e ela imaginando eu raspando meu pau nela.
Eu não sabia que ela tinha falado para a amiga dela da limpeza por sinal essa amiga da limpeza sabe de todas as minhas putarias fotos e vídeos pois ela é amigona mesmo.
Essa senhora na hora chegou e falou:vcs 2 juntos não ia prestar ai falei: Fatima ela é muito gostosa.
Fatima:eu sei o que vc de om o cu dela vc não tem jeito.
Marta: Fatima pega camisinha lá pra nos que vou dar pra ele aqui no centro cirúrgico ainda não acabamos.
Fatima foi e trouxe e pediu para eu deixar ela ver a gente transando.
Falei que sim e era bom que ela ficava de olho.
Marta tirou a calça e pedi para eu ver como estava o cu dela,quando vi chamei a fatima e falei olha que arrombada ta no cu dela,fatima não acreditou que aquilo eu fui capaz de ter feito pois sou magro 1,75 de altura coloquei o pau pra fora e fatima falou: Caralho pessoalmente é maior que por foto e falou amiga que sorte de rola vc arrumou e demos risadas marta deu um beijinho nele e falou que um dia vai provar e saiu peguei a buceta da amiga e coloquei na buceta dela e fui bomba do lentamente e fatima vendo tudo eu ia lentamente no vai e vem e sem marta esperar eu metia com tudo e com força e foi assim sucessivamente.
Eu já estava exausto da metida no consultório mas meu pau estava duro ,deitei ela no chão e prensei com força meu pai na buceta dela tosando ele bem próximo da parte superior da vulva dela e ela começou a gemer e gozar farias vezes ela falou que tinha descoberto como a fazer gozar sem parar e ela queria mais e assim fiz quando olhei pra fatima ela estava batendo siririca chamei Fatima e pedi para ela tirar a calcinha e comia marta e batia siririca pra fatima as 2 gosaram e eu não mas tinha que sair dali coloquei as 2 de joelho e bati punheta na frente das 2 onde dividi as risadas na cara de cada uma delas.
Fomos cada um pro seu setor e até hoje quando conversamos ficamos com tesao mas até hoje não comina Fatima.
Em breve mais contos.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.