"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Experimentando Um Provador


autor: thedarkness81
publicado em: 05/05/15
categoria: aventura
leituras: 3491
ver notas


Eu precisava comprar umas roupas pois eu tinha uma festa programada para a semana que vem, então resolvi ir a uma loja que vende artigos pra gordinhos. Aproveitei e convidei a Allanne pra ir junto comigo e ela aceito prontamente. Fui a sua casa busca-la pra gente ir. Ela estava deslumbrante como sempre, num vestido tomara que caia bem apertado que realçava seus seios volumosos que eu tanto adoro. Nos beijamos e saímos.
Ao chegar na loja me surpreendeu o fato da loja está vazia, a atendente nos disse que em janeiro era sempre assim e que por isso que muitos funcionários saíram de férias. Por ser hora do almoço além da atendente super simpática que nos atendeu tinha mais duas meninas no caixa apenas.
Fui então começar a escolher e a Allanne e a atendente me dava palpites e dicas (nunca fui bom nisto admito), escolhi algumas peças de roupa e fui a provador experimentar elas, a atendente foi atender o telefone e disse que já voltava. Então a Allanne me acompanhou ao provador, nem liguei. Tirei minha roupa ficando só de cueca box branca, nisto a Allanne deu um gritinho meio de aprovação ao que via, falei pra ela que ela já tinha visto até além e ela virou e disse” mas você sabe que eu adoro uma boa sacanagem” disse isso ficando mais perto de mim. Como não sou bobo fui logo a beijando e ela bem espertinha aproveitou e apertou meu pau pro sobre a cueca. Logo eu já estava de pau duro. Ela então se abaixou e aproveitou abaixou minha cueca, abocanhando sem usar as mãos meu pau, um bote perfeito. Ela me chupava muito bem (eu adoro suas chupadas e a safada sabe disto). Chupou tão gostoso que não resisti e enchi sua boca com meu leite, e a safada engoliu tudo e não deixou cair nenhuma gota. Ai foi minha vez, abaixei seu vestido deixando ela só de calcinha. Comecei então a chupar seus seios enquanto eu colocava meus dedos em sua xota que a esta altura já estava pegando fogo e muito ensopada. Ai ela no meu ouvido pediu pra eu foder ela com força, a essa altura meu pau já estava novamente duro que nem pedra, então a virei de costas (ela com as mãos apoiadas no espelho e com a bunda em direção a porta. Eu vendo todo aquele monumento todo a minha disposição não pensei duas vezes. Afastei a calcinha dela pro lado e então fui penetrando com meu pau sua xota quente. Ele entrou fácil de tão molhada que ela estava. Ficava naquele ritmo frenético de entra e sai comigo dando tapas e a segurando firmemente pelas ancas nisto ela gozou no meu pau.
Ela então pediu pra subi em cima. Me deitei então e ela veio me cavalgar de costas pra mim, nisto a cortina do provador se abre e a atendente delicia nos fraga, mas ela simplesmente disse “só procure gemer um pouco mais baixo para as meninas não vim estragar a diversão de vocês”. Ela disse isso e fechou a cortina mas sempre nos observando. Allanne ficou ainda mais enlouquecida ao saber que tinha plateia, pois ela sentava com mais vontade e sempre rebolando. Awe ela se ajoelhou no chão e fui foder ela de novo por trás. Fodi com força até que não aguentei mais e gozei junto com ela.
Nos arrumamos peguei duas das roupas escolhidas e fomos pagar. Ao sair da loja a atendente foi até a Allanne e entregou um cartão com o numero dela e pediu pra gente ligar para ela para gente marcar alguma coisa. Guardamos o cartão e estamos marcando algo com ela. Mas isso já é outra história...



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.