"Os mais excitantes contos eróticos"

 

NO TATAME


autor: Amora
publicado em: 13/05/15
categoria: aventura
leituras: 4181
ver notas


Durante a tarde de Domingo Thiago e seu tio me ligaram insistentemente, mas não atendi a nenhuma de suas ligações!
Na segunda feira após tanta insistência atendi Thiago já no final do dia não me prolonguei muito na conversa e disse que estava apressada para um compromisso que mais tarde retornaria a ligação para ele, coisa que não aconteceu.
No dia seguinte logo cedo, precisei dar um fora em meu amigo policial que queria uma nova chance!
Mais tarde um numero desconhecido me ligou ao atender e a pessoa do outro da lado da linha era Roberto, mestre de Thiago, cobrando o dia em que eu iria visitar a academia para treinar junto do pessoal.
Pensei logo que já era golpe de Thiago para arrumar uma maneira de me ver, porém o papo que se seguiu demonstrou que Thiago nada tinha a ver com o convite, Roberto era incisivo no que dizia, levou a conversa para o lado da safadeza, falando besteiras e mais besteiras, eu do outro lado da linha dava corda e me divertia com seu papo audacioso!
Após esse primeiro papo ousado os dias seguintes tiveram mais e cada dia os papos ficavam mais ousados, Roberto conseguiu por algumas vezes me excitar, as vezes Thiago me ligava em seguida e tinha a sorte de me pegar acesa oque lhe garantia ouvir algumas besteiras também!
Por mais ou menos 15 dias ficamos em um triangulo telefônico de safadezas mas pelo meu entender Thiago e Roberto não sabiam um da conversa do outro e por mais que Thiago tivesse comentado sobre nossa noite Roberto jamais fez algum comentário, nesses dias não fui de sair muito uma gripe seguida de uma visita mensal da dona menstruação me deixaram em casa de molho e totalmente voraz por um homem!
Finalmente depois de tanta desculpas dadas aceitei o convite para ir treinar jiu jitsu, ao chegar a academia me deparei com aquele monte de homens fortes e gostoso, assisti um pouco e vi que aquilo não era pra mim, porém Roberto insistiu que eu tentasse um pouco, ele pediu que Carla então me levasse ate o vestiário e me emprestasse um kimono enquanto me trocava notei que Carla ficou me observando, após vestir o kimono ela veio amarrar a faixa corretamente e olhando fixamente em direção aos meus seios comentou com um leve sorriso, "Você vai sofrer com esses peitões ai!!!".
Voltamos ao local do treino e Roberto solicitou que Carla treinasse comigo e deu o seguinte conselho a ela "Não alivia", e para meu azar ela não aliviou.
Vendo que para Carla aquele treino estava só atrasando sua preparação para enfrentar adversarias de verdade, Roberto foi então treinar comigo.
Sempre sendo observada por Thiago, logo percebi que ele veio me auxiliar mas na verdade com outras intenções o modo em que me segurava era diferente, parecia mais malicioso.
1 hora depois de eu começar o treino Roberto encerrou a aula por aquela noite, totalmente esgotada me deitei no tatame e Thiago chegou ao meu lado e me perguntou se havia gostado, ficamos papeando um pouco enquanto todos iam ao vestiário, Roberto conversava com alguns alunos e após o ultimo falar ele se juntou a nós.
Thiago se mostrou um pouco enciumado com a chegada de Roberto, atitude dele foi de aproximar o corpo mais próximo ao meu, e para provocar um pouco mais Roberto passei a acariciar de leve o rosto de Thiago, sentindo se confiante ele colocou sua mão por dentro do kimono e começou a acariciar minha barriguinha suada, passando seus dedos grossos em meu umbigo, Thiago não percebia as caras que fazia para Roberto que mostrava inquietação!
Roberto então decidiu mudar o ruma da conversa que até então era sobre lutas de jiu jitsu e musculação, passou a falar suas safadezas, Thiago tentou mudar o assunto achando que eu iria me constranger, sem notar o clima que estava prestes a se transformar ali.
A academia já estava vazia e decide ousar mais, peguei a mão de Thiago que acariciava minha barriga e subi até meu seio, Roberto arregalou os olhos não acreditando, Thiago ficou com a mão parada apenas o segurando como um sutiã.
Roberto retomou o folego e voltou a falar suas besteiras após um breve silencio, coloquei o rabo de cavalo que estava para frente de meus ombros e falei para Thiago beijar meu pescoço, o rapaz estava mudo e com a mão paralisada em meu seio, parecia não entender tive que pedir outra vez para que ai então ele beijasse meu pescoço, na maior cara de pau enquanto Thiago beijava e mordiscava meu pescoço eu olhava para Roberto enquanto passava a língua em meus lábios.
Roberto ficou em silencio observando a cena, me virei e comecei a beijar Thiago, Roberto engatinhado se aproximou de nós e beijou meu pescoço me assustando pois não esperava tamanha ousadia da parte dele.
Thiago parou de me beijar e decidiu tirar satisfações com seu mestre, antes que começasse uma discussão intervi e em uma das frases mais safadas que já disse, falei: " Não sou de ninguém, mas se quiser posso ser dos dois se, se entenderem!"
Roberto se animou mas Thiago fechou a cara, fui tentar convencer Thiago que no início mostrou se irredutível mas aos poucos foi aceitando o fato de me dividir!
Comecei a beijar Thiago novamente, notando que desta vez não haveria sustos Roberto se aproximou de minhas costas e começou a beijar meu pescoço enquanto esfregava seu pau já duro em meu bumbum!
Passei a alisar o pau de Thiago que demorou a endurecer talvez pela situação, abaixei a calça de seu kimono e o masturbei um pouco antes de começar a chupa lo, empinei minha bunda todinha para Roberto que tirava meu kimono e a roupa que eu estava por baixo enquanto não parava de falar besteiras, parando apenas no momento em que deu a primeira linguada em meu cuzinho, voltando em seguida a falar o quanto queria me comer, ele agachou se novamente e começou a me chupar, fazendo minhas pernas tremerem de tesão.
Depois de sentir aquele pau grosso de Thiago crescer em minha boca, falei para ele trocar de lugar com Roberto que mais do que depressa parou em minha frente, mostrando que tinha um pau tão grosso quanto o de Thiago!
Me posicionei de quatro para Thiago me penetrar enquanto eu chupava Roberto, os dois não se falavam entre eles, mas me enchiam de perguntas, Thiago ia pelo lado mais amoroso falando "Tá gostoso amor?", enquanto Roberto segurava meus cabelos com força e fudendedo minha boca tentando abafar minhas respostas com sua pica grossa, falava: "Mama minha pica cachorra!"
Eu entre gemidos e estocadas na boca forte respondia que estava e queria mais!
No meio da transa senti o pau de Thiago murchar um pouco, diminuindo meu prazer, solicitei que então ele trocasse de lugar com Roberto, que me levantou da posição de quatro que eu estava, me deixando curvada por sermos quase da mesma altura ele não teve dificuldades em me penetrar, prensamos Thiago na parede e as vezes eu o beijava e as vezes eu o chupava, porém Roberto me comia como um animal suas estocadas viris, geralmente me empurravam em direção de Thiago que parecia se excitar só em ver a minha expressão de prazer, Roberto dominava as ações todas me xingava e dava tapas em minha bunda, sua força me aproximava do orgasmo que eu a todo custo tentava segurar para curtir mais aquela sensação!
Minhas pernas começaram a tremer meus gemidos aumentaram e eu comecei a gozar, após eu ter meu orgasmo eu parecia não ter mais valor para Roberto que pediu para trocar com Thiago.
Pedi para Thiago sentar se no chão, eu ainda estasiada do orgasmo então montei de costas para ele e enquanto eu cavalgava Roberto voltava a fuder minha boca, novamente com palavras firmes mandava eu mamar seu caralho!
A Anestesia do orgasmo foi passando e comecei a rebolar mais no pau de Thiago, do alto Roberto observava enquanto enfiava e tirava sua pica de minha boca, até que ele se afastou e se masturbando jorrou porra em meu rosto e escorrendo até meus seios, a situação me excitou mais, aumentei mais meu ritmo pulando no colo de Thiago, enquanto Roberto observava, afastando pouco a pouco de nós, estava próxima a gozar novamente o tesão estava a mil tentei pegar o pau de roberto novamente para chupar tamanho o tesão que estava sentindo. mas ele evitou após isso comecei a gozar soltando muito liquido vaginal nas pernas de Thiago de uma forma que nunca tinha acontecido, logo em seguida Roberto disse que iria ao vestiário se limpar deixando me a sós com Thiago que imediatamente a saída de Roberto pareceu retomar sua tara como aquela da primeira vez em que transamos, mais concentrado e menos tímido ele começou a me fuder gostoso sentia a fundo suas estocadas até o seu gozo.
Foi tão intenso e tão gostoso que Thiago não se importou em me beijar mesmo com meu rosto repleto de porra daquele que nos observava da porta do vestiário!
Após alguns segundinhos sentada ainda na pica de Thiago que amolecia em minha vagina, levantei e fui ao vestiário tomar um banho Thiago levantou se em seguida mas ao invés de ir ao mesmo vestiário que eu foi ao do lado deixando o caminho livre para Roberto que entrou e começou a puxar assunto comigo, primeiro falando de meu corpo depois falando sobre a nossa transa.
Sentindo que naquele dia poderia fazer oque quisesse comigo ele decidiu entrar no chuveiro comigo, no principio resisti a todas suas investidas, inclusive ameaçando a gritar socorro caso ele tentasse algo, mas ainda restava tesão em mim e cedi novamente a ele.
Meus gemidos no banheiro ecoavam e eu aguardava a entrada de Thiago para participar da continuação da festinha, porém ele não apareceu e eu sentada no colo de Roberto que estava em pé de baixo do chuveiro era penetrada mais uma vez vigorosamente por ele, ficamos assim incansáveis por minutos até Roberto gozar em minha amiguinha.
Ao sairmos do vestiário não havia mais sinal de Thiago, sai da academia e fui atrás dele parei em frente a sua casa e liguei para ele sair e conversar comigo.
Thiago entrou no carro e ficamos conversando, por ser um rapaz jovem Thiago demonstrava paixão por mim por ser uma mulher mais velha e experiente e pensou que poderia ter algo mais serio comigo, mas se disse decepcionado.
Expliquei que naquele momento da minha vida oque queria era aquelas aventuras, deixando decepcionado e tirando lagrimas de seus olhos.
Me sentindo culpada por suas lagrimas e achando bonito o fato dele ter dito que estava apaixonado comecei a beija lo cometendo mais um erro com ele, porém o clima esquentou e quanto menos percebi já estava com os seios de fora sendo sugado por Thiago tentei parar mas as coisas já haviam ido longe demais para parar, eu o beijava enquanto com seu pau já para fora do calção eu o masturbava!
No meio daquela pegação dentro do carro de vidros embaçados, estávamos nus, totalmente molhada pela situação de risco em que estávamos parados em frente a sua casa ofereci meu cuzinho que algum tempo não era penetrado.
Lambuzei com bastante saliva seu pau e me posicionando de quatro no banco traseiro Thiago enfiou sua tora grossa em meu rabinho, não me importei pelo fato de estar na rua e gemi com vontade até Thiago encher meu cuzinho com sua gala!
Nos beijamos e nos despedimos, e durante alguns meses fugi dele e de Roberto como o diabo foge da cruz!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.