"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Marcelo & Sonia 12 - Amante do Casal 2


autor: MarceloDias
publicado em: 22/05/16
categoria: traição
leituras: 3618
ver notas


Marcelo & Sonia 012 - Amante do Casal 2

Sonia tinha me falado que ia dar um jeito de contar para Alda e Neiva que eu sabia que eles estavam comendo ela. Uns dias depois, ela me contou que tinha falado para Alda e Neiva que antes de se envolver com a Cléia e com eles, eu ficava perguntando se ela não tinha vontade de dar para outro homem, que ela disse que não e eu fiquei insistindo e tinha confessado que sentia vontade de ver ela dar para um macho que tivesse o pau maior que o meu, ela falou que não queria dar para ninguém. O Neiva falou que eu estava querendo ver ela dar a boceta para outro homem. O Marcelo esta doido para ver você levando pica, Neiva disse. Alda ficou falando para ela me contar que eu ia aceitar que eu estava querendo isso.

Depois desse dia, Sonia voltou a falar com os dois, disse que tinha tocado no assunto de novo comigo, que perguntou para mim, que se ela desse para outro homem, eu aceitava, contou para eles, que eu falei que aceitava, só queria que ela fosse discreta para ninguém saber e que ontem na cama comigo, voltou a falar no assunto e perguntou se aquilo tudo de ela dar para outro era sério e eu falei que sim, ela tinha perguntado se eu não ia querer me separar dela depois e eu disse que não, que ia amar ainda mais ela. Sonia falou para eles que perguntou para mim, se ela já tivesse dado para outro e que eu perguntei, se ela já tinha dado? E ela falou que já e eu fiquei excitado de pau duro e quis saber quem tinha comido e ela falou que tinha sido um casal muito amigo nosso. Eu fiquei doido querendo saber quem era e ela me contou que a Alda andou dando em cima dela e cantou ela, que ela foi para cama com a Alda, Sonia falou para eles que viu que eu tinha gostado e contou que o Neiva comeu ela, que deu a boceta e a bunda e os dois estavam comendo ela. Sonia disse que eu tinha aceitado e queria que ela continuasse dando para eles. A Alda tinha falado para ela me levar quando fosse a casa deles para eu ver o Neiva comendo ela, Sonia disse que ia falar comigo.

Alguns dias depois Sonia me ligou no trabalho falando que a Alda nos convidou para irmos a casa dela de noite. Eles estavam doidos para pegarem minha esposa na minha frente, Eu também estou doido pra ver, disse. Sonia riu. A Alda esta doida para dar para você, ela falou, você vai deixar, ela ficou rindo, vou você merece. Sonia disse. Ela estava muito feliz tinha conseguido fazer as coisas acontecerem como ela queria.

De noite fomos à casa de Alda e Neiva. Sonia estava linda com um vestido curto que mostrava o corpo gostoso dela. Subimos e Alda e Neiva nos receberam. Alda usava uma blusa leve e uma saia bem curta que exibia suas coxas grossas. Alda me beijou no rosto e beijou os lábios de Sonia na minha frente, cheia de intimidade. Ela me olhou e sorriu. O Marcelo já sabe de tudo, mesmo. Ela falou para minha esposa, como que justificando o beijo. Já, ele sabe de tudo, não é amor, Sonia falou rindo. Neiva beijou Sonia no rosto e me abraçou, então Marcelo, que bom que você aceitou, olhei para ele e sorri, aceitei porque foi com vocês, disse. Nós somos amigos a muitos anos e tudo fica só entre nós, ninguém precisa saber de nada.

Alda tinha preparado as bebidas e comidinhas na mesa perto dos sofás, Neiva nos levou para os sofás, Alda sentou com Sonia num sofá e eu e o Neiva, sentamos no outro, ficamos conversando, Alda falava com Sonia cheia de intimidade, acariciando o braço dela, Ela se encostou toda em Sonia e beijou ela na boca, Sonia correspondeu, Alda subiu o vestido todo de Sonia, deixando as coxas muito grossas dela nuas, mostrando a calcinha branca, Alda acariciou a boceta na nossa frente, Sonia abriu as pernas, dava pra ver a calcinha enfiada na boceta e a mão de Alda toda na boceta. Alda foi tirando o vestido dela, deixando Sonia só de calcinha, os peitos grandes estavam duros com os bicos inchados. Alda acariciou os seios com as duas mãos, apertando.

Neiva me olhou e sorriu. Tua mulher é muito gostosa, disse, acariciando o pau por cima da calça, eu estava com o pau muito duro. Alda tinha tirado a calcinha de Sonia deixando ela completamente nua. Sonia subiu a saia dela, acariciando as coxas muito grossas dela, Alda abriu as pernas para ela, estava sem calcinha, do sofá eu e Neiva vimos a boceta grandona de Alda, Sonia pegou na boceta, Alda gemeu, beijando Sonia, as duas ficaram uma com a mão na boceta da outra, acariciando as bocetas.

Neiva tirou a camisa e abriu a calça, botando o pau duro para fora, era grande como Sonia tinha falado, muito grosso e cabeçudo. Masturbamo-nos olhando nossas mulheres se pegando, eu tirei a camisa e abri a calça botando meu pau duro pra fora, meu pau não é pequeno mais perto do dele era pequeno. Você tava doido para ver tua mulher levando vara, não estava. Ele perguntou. estava Neiva, ela falou que você meteu vara nela, ele sorriu. Meti, Marcelo, Ela tava querendo pica, deu gostoso aqui em casa, tomou no cu direto, eu tava doido pra comer o rabão dela, tua mulher tem uma senhora bunda. Neiva disse. Eu sei, você acha que eu casei com ela por que. Ele riu.

Alda tinha ajoelhado no meio das pernas de Sonia e chupava a boceta dela, Sonia sentada de pernas abertas, segurava a cabeça de Alda gemendo baixinho. Eu e Neiva olhávamos nos masturbando, tínhamos tirado toda a roupa e estávamos de cueca. Sonia olhava fixamente pro pauzão duro dele, ele levantou e parou do lado dela com o pau todo para cima. Sonia beijou a pica e abocanhou.

Alda deixou Sonia com ele e veio sentar do meu lado só de calcinha, me abraçando. Olha como ela chupa gostoso Marcelo, Sonia mamava a pica grossa. Ela gosta de pica grande como a do teu marido, falei. O Neiva quando pega ela aqui em casa, mete nela pra valer, ela vai embora toda arrombada, Alda disse, segurando meu pau e me beijando na boca, correspondi, ela me olhou, não é só tua mulher que gosta de pica. Alda masturbava meu pau, sua boca deliciosa procurou meu pau, ela chupou engolindo tudo. Ela tirava o pau da boca e me beijava. Sonia continuava mamando. Alda levantou e fez eu levantar. Amor vamos foder no quarto, falou para o marido, pegando Sonia pela mão, fomos para o quarto deles todos nus.

Alda e Sonia foram na frente, abraçadas, Alda com a mão na bunda dela, Alda deu um tapão forte no bundão de Sonia, Aaaaiii Alda, ela gemeu, Alda deu outro tapão ainda mais forte, o rabão estremeceu todo, Você gosta, Alda disse rindo, Sonia ficou calada, as duas entraram no quarto, Alda pegou ela pelos cabelos, beijando ela na boca, eu e Neiva só olhávamos, Alda olhou Sonia nos olhos, chupa minha boceta pro Marcelo ver. Sonia ajoelhou e beijou a boceta de Alda. Ela abriu as pernas, jogando a boceta toda pra frente, Chupa meu bem, mostra pro teu marido que você gosta de boceta, Sonia mostrou. Chupou esfregando a cara na boceta farta de Alda, só de olhar dava para ver que ela adorava fazer aquilo. Alda gemia sendo chupada com vontade.

Alda me olhou de um jeito safado, chegou a hora de você ver tua esposa tomar no cu, Marcelo, ela adora dar pro meu marido, você vai ver como ela da esse rabo enorme que ela tem para ele. Alda fez Sonia levantar e pegou numa gaveta um pote de creme, Sonia me olhou seria e eu sorri para ela, Alda a fez virar e abriu as nádegas grandonas dela, passando creme, Sonia gemeu quando ela enterrou o dedo todo. Neiva olhava acariciando o pau, Alda fez Sonia virar a bunda para nos e apoiar na parede com as duas mãos. Sonia abriu as pernas e jogou o bundão todo para trás, Sabia que ia levar ferro na bunda. Alda abriu as nádegas fartas dela e Neiva se aproximou, eu fiquei do lado dele olhando, A pica era enorme, Neiva me olhou, guia meu pau para o cu da tua mulher, ele mandou.

Eu segurei a pica grossa e apertei, o cu piscava, encostei o pau na entrada, Neiva segurou Sonia pela cintura e socou, ela gemeu, vi o cu se abrindo e o cabeção grandão entrar, Neiva foi empurrando. Sonia gemeu alto. Neiva segurou Sonia firme e enterrou, Sonia chorou, ele botou tudo, castigando o rabão dela, ela chorava, mas deixava, aceitava aquilo tudo na bunda. Ela me olhou de um jeito sofrido, levando na bunda, Aiii amor, olha como ele bota na minha bunda, ela falou, Neiva tirou tudo e me olhou, eu não resisti e segurei aquela pica enorme que estava arrombando minha esposa e guiei de novo pro cuzão dela. Ele empurrou tudo, a fazendo soluçar. Neiva me olhou, olha como a bunda dela é enorme, Marcelo, que rabão gostoso, olha como ela gosta de tomar no cu.

Alda me olhava segurando meu pau duro. Abracei-a acariciando a boceta dela, Ela me olhou e ficou do lado de Sonia de costas pra mim, empinou a bunda grandona, Vem Marcelo bota na minha bunda como meu marido ta botando na tua mulher, Eu abri o rabão e encostei a pica no cu, estava melado de creme, forcei e meu pau entrou todo, Alda gemeu, enfia Marcelo, bota no meu cu, pediu. Neiva metia forte no rabão da minha esposa, botava com brutalidade, Sonia chorava agüentando o cacetão todo na bunda. Alda rebolava no meu pau, seu cu gostoso engolia a pica toda, fiquei ali metendo forte nela, cheguei a esquecer dos dois e quando vi, Neiva tinha levado Sonia pra cama e a enrabava na cama, Alda me levou pra cama e se abriu toda oferecendo a boceta, montei nela, cravando a pica toda na boceta, ela me abraçava, empurrando a boceta pra frente, querendo mais pica.

Neiva não largou Sonia! Meteu nela a tarde toda e Sonia se entregou toda para ele. Aguentou a pica grande e grossa dele na boceta e na bunda. Saímos da casa dele de madrugada, Sonia estava acabada, tinha levado ferro a noite toda. Voltamos para casa felizes.

Na continuação, vou contar um pouco mais sobre a nossa intimidade com esse casal e um novo envolvimento de Sonia que aconteceu em nossa casa.















ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.