"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Na casa da minha melhor amiga.


autor: guigous
publicado em: 24/05/16
categoria: lésbicas
leituras: 9647
ver notas


Oi galera, me chamo Julia e queria contar uma coisa deliciosa que aconteceu comigo a uns dois anos atras quando eu estava no final do terceiro ano do colégio.
Bem, como já disse, eu estava no terceiro ano do colégio e tinha acabado de entrar em uma nova escola, devido a separação dos meus pais, eu acabei indo morar com a minha mãe.
Era o primeiro dia de aula, apesar de não ligar muito pra essas coisas estava muito nervosa, pois tinha medo de não me adaptar etc. Cheguei no portão e entrei, o porteiro me recebeu com um largo sorriso e um caloroso bom dia, respondi a altura e entrei, subi as escadas e entrei na sala que estava deserta pois todos estavam almoçando, sentei na ultima carteira pois não queria chamar atenção logo no primeiro dia porem não pretendia ficar com a turma do fundão o ano todo. O sinal de entrada bateu e as pessoas começaram a chegar aos poucos, mas ninguém se aventurou a fazer contato comigo, só chegavam e sentavam em suas devidas carteiras. Finalmente a aula começou e eu já me sentia a mais estranha de todas, isolada no fundo da sala. Entrou correndo na sala uma menina, olhos castanhos, longos cabelos pretos, lindas coxas grossas, seios fartos, e uma bundinha pequena mas linda. Ela pede desculpas ao professor e corre para o fundo da sala e se senta na carteira em frente a minha.
- Oi, seja bem vinda. Ela diz em um tom animado e convidativo.
- Oi
- Como é o seu nome ?
- É Julia, e o seu ?
- Samantha, prazer.
A partir dai já da pra saber por onde a conversa vai. Meninos, cabelo, maquiagem, series e filmes românticos. Bem, nos tornamos grandes amigas, mas o que quero contar acontece alguns meses depois.
Samantha me chamou pra ir dormir na casa dela, eu como estava sem planos e louca pra fugir da festa de aniversario dos meus priminhos, implorei pra minha mãe que depois de muita insistência aceitou.
Desci do carro na porta da casa da Samantha e fui recebida com um abraço apertado, me despedi da minha mãe e entrei na casa.
- Licença
- Relaxa a casa e sua, vamos la pra cima.
Subi as escadas e entrei no quarto dela com um pouco de vergonha
- Ju, fica a vontade - ela me puxou pelo pulso e me fez sentar na cama- arranjei um filme pra gente assistir.
- Oba! Qual?
- Chama, erm... Azul e a cor mais quente.
- ih, ja ouvi falar sao duas meninas que se apaixonam e tals cheio de sexo né ?
- esse mesmo !
Bem assistimos o filme e no final eu estava estranhamente molhada, sei la mas aquelas meninas se chupando me deixou cheia de tesao, olhei para o lado e reparei que a Samantha mordia de leve os lábios e esfregava as coxas uma contra a outra e parecia estar em uma espécie de transe, percebi que eu não era a única que estava sentindo aquilo e resolvi perguntar.
- Ja fez isso alguma vez ?
- O que ? Sexo? Ja! Porque ?
- Não, com uma garota !
- Ahh não, nunca !
- Bem... Quer tentar ?
- Como assim ?!
- É eu e você .
Juro que na hora achei uma idéia muito gostosa mas não consegui dizer sim.
- Ahh Sami não sei se vai dar certo
- Relaxa
Ela se aproximou e mim e me beijou na boca, um beijo meio tímido mas determinado. Colocou a mão na minha nuca e me deitou na cama, nessa hora eu já estava totalmente entregue ao desejo e a luxuria.
Ela se levantou da cama e começou a tirar a roupa, tirou a camiseta com a imagem de um gatinho estampado, tirou o sutiã preto com rendinha branca e ficou só de calcinha, uma calcinha que combinava com o sutiã, preta com rendinha branca.
Voltou a me beijar ,só que desta vez me tocando, tocava na minha coxa e ia se aproximando da minha buceta, chegava pertinho e voltava só pra me deixar louca de tesão.
Afastei ela com as mãos e tirei minha blusa, e voltei a beijar ela, estava entrando no jogo, e estava gostando.
Coloquei ela deitada e fui beijando o pescoço e fui descendo, dava atenção especial aqueles peitos, que eram daqueles que cabiam na mão, chupava com delicadeza e dava leves mordidinhas naqueles mamilos rosadinhos, desci ate aquela calcinha preta de rendinha que já estava ensopada e fazia ela gemer baixinho.

Não quero deixar essa historia muito longa
Eu volto pra contar mais..




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.