"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Lua Negra


autor: Srtak
publicado em: 24/05/16
categoria: outra
leituras: 870
ver notas


O grande Bruxo Salatiel no auge dos seus 40 anos, abdômen definido, braços musculosos, coxas fortes, cabelos castanhos longos, pele morena tostada pelo sol, olhos negros penetrantes e dono de um sorriso encantador. Sabe que em noite de lua negra, tudo que se pede a Lilith ela realiza, e seu desejo foi concedido...
Então, ela apareceu em seu quarto completamente nua, exibindo sua curvas generosas e um olhar cheio de luxúria. Indo ao encontro dele, beijou seus lábios com volúpia deixando-o excitado. Ela começou a despi-lo sensualmente sem deixar de roçar seu corpo moreno no dele, e conforme o despia, ia beijando e lambendo-o, descendo ao encontro do seu mastro... Ela se deliciava com seu membro rijo. Beijava, lambia, chupava... Explorando cada centímetro da sua virilidade.
Começou a traçar um caminho de beijos, lambidas e mordidas em seu abdômen, chegando até seu pescoço. Mordiscou o lóbulo de sua orelha e sussurrou todas as sacanagens que iria fazer com ele...
Desceu novamente sem negligenciar seus mamilos onde passou a língua em volta e mordiscou...Voltando para seu membro chupou-o gulosamente, passava a língua em toda a extensão, depois somente na glande, sugava-a, fazendo uma pressão deliciosa, o corpo dele se contorcia de tanto prazer. Ela sabia o que fazer... Enquanto ela descia para seus testículos e os abocanhavam, não parava de masturbá-lo, então novamente voltava para seu membro e o colocava todo em sua boca até que tocasse o fundo de sua garganta. Isso o fazia gemer e balbuciar palavras sem nexo.
Quando ela percebeu que ele não ia mais aguentar segurar seu gozo, pediu que ele explodisse em êxtase em sua boca, onde soveu todo seu prazer sem desperdiçar nenhuma gota...
Após o gozo ele foi recompensá-la. Deitou-a na cama e beijando seus lábios e foi descendo até seu pescoço, mordiscava sua orelha e gemia em seu ouvido causando-lhe arrepios. Descendo com a língua até chegar em seus seios, onde ora lambia, ora sugava e mordia os bicos. Enquanto apertava os seios dela ia descendo com a língua em direção ao umbigo, virilha, parte interna das coxas, chegando em sua fenda já úmida de tanto tesão... A cada lambida mais encharcada ela ficava e isso o excitava mais. Passava a língua por seus grandes lábios, sugava seu monte, fodia ela com a língua. Ela se contorcia e arranhava as costas dele... Ela gozou...
A cena dela totalmente entregue o deixou excitado e logo seu membro dava sinal.
Ela sem demora veio para cima dele e encaixou seu sexo úmido no mastro dele e as poucos foi descendo até engoli-lo por completo... Ela cavalgava em seu membro arrancando urros de prazer do seu garanhão.
O suor dos dois misturavam-se, o calor dos corpos, toda energia liberada dava ao quarto um ar místico.
Ela rebolava, subia e descia, mexia...
Então o prazer era tão grande que os dois gozaram juntos... Ele desfaleceu na cama e quando acordou ela não estava mais. Existia somente a certeza que ao se deitar com Lilith ele tinha perdido a sua alma... Pobre Salatiel




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.