"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Romance na Adega


autor: tudo
publicado em: 18/05/15
categoria: aventura
leituras: 3629
ver notas


Este conto não é de minha autoria. O encontrei no face com data de 2012. Achei muito doa a narrativa e maravilhosos os acontecimentos e resolvi dividi-lo com vocês.

Desde os primeiros dias de nosso casamento, nas nossas transas, sempre que chegávamos em casa depois de alguma festa ou balada, tinhamos uma trepada sensacional com ele quase sempre rasgando minhas roupas e chupando minha buceta.., me perguntando se eu havia gostado de sentir o gosto de uma pau diferente na boca...Embora nada tivesse acontecido nesse sentido...Acho que era vontade reprimida..rs

Dito isso, vou tentar me descrever...Sou loira, cabelos longos, 37 anos, 1,64m, 56kgs...muitas curvas, bumbum bem grande, super tarada e muito safadinha. Sempre sou olhada onde quer que eu passe, nas filas de bancos, nos barzinhos, nos restaurantes e
como não poderia deixar de ser, sou sempre sutilmente cantada pelos empresários, coroas, garotoes, enfim...uma festa...rs..

Tenho uma empresa que fabrica lingerie, e portanto sempre me visto com
roupinhas bem chamativas, bem curtinhas e provocantes...mini saias, ou vestidinhos que sempre deixam a mostra propositalmente um pedacinho da minha calcinha, ou as vezes saio simplesmente sem calcinha, so com meia liga e nada por baixo...sou super exibicionista e amo me sentir bem putinha...e safada.

Nesse ano de 2012, precisamente no mês de Julho, eu tive que viajar a negócios ao Sul do Brasil, e visitar um show de lingerie que iria acontecer em uma cidade na Serra Gaucha, por isso eu ficaria fora por mais ou menos 03 dias e duas noites. Meu marido ficou na nossa cidade, porque eu não tinha com quem deixar meu filhinho, e ele não poderia viajar comigo devido ao seu trabalho na sua empresa.

Bem, eu viajei com uma amiga, também colega de trabalho, e quando chegamos na cidade de destino nos hospedamos em um Hotel local, perto de uma praça, cheia de arvores e vários barzinhos a volta.

Subi para o meu quarto e fui tomar um banho, no banho comecei a imaginar o que eu faria naquele dia pra me divertir nessa cidade, minha mente flutuava...rs, sai do banho, vesti minha roupinha bem sexy, uma mini saia jeans bem curtinha, uma calcinha branca minuscula, um top vermelhinho, uma sandália com 13 cm, que eu adoro..., e fui com minha amiga comer algo em um restaurante próximo. Mal sabia minha amiga que eu ja estava muito mal intencionada, minha vontade era de achar um pinto diferente, trepar muito e depois contar tudo ao meu corninho por telefone...Mas, pra evitar problemas, resolvi telefonar pro meu marido antes do fato e lhe contar das minhas intenções...Ele, ao ouvir minhas ideias, me incentivou mais ainda a lhe enfeitar a cabeça, o que não demorou muito a acontecer não...

Voltando aos fatos, fomos eu e minha amiga que vou chamar de Patricia, ao restaurante, era um daqueles restaurantes bem típicos de cidade pequena, na frente da praça da cidade e pertinho de uma igrejinha linda toda branquinha, haviam mesas na calçada e o clima era tipico de verão, apesar de estarmos no inverno. Sentei-me de frente pra a pracinha, e maliciosamente eu cruzava e descruzava minhas pernas, para que todos que passassem vissem minha calcinha...Nossa, adoro fazer isso..,o garçom que veio nos atender, depois descobri que na verdade era o Gerente da casa...rs, era um rapaz de uns 23 anos mais ou menos, loiro, 1,85m, e muito interessante..propositalmente eu demorava em escolher o prato, pois na verdade eu queria que ele visse minha calcinha...e minhas coxas...e ele, que de bobo não tinha nada chegava cada vez mais pertinho de mim...Olhando sutilmente... Pedi o prato, e me levantei pra ir ao banheiro, todos no restaurante olhavam quando eu passava, porque propositalmente eu fazia questão de me insinuar bastante... Quando sai do banheiro, o rapaz que estava nos servindo me perguntou se eu era nova na cidade, o que eu estava fazendo ali, e
me disse que eu era muito gostosa..eu ri, e disse que eu estava ali a
trabalho e que eu havia achado que ele era bem interessante também...ficou nisso e voltei pra minha mesa..

Minha amiga Patricia, me perguntou o porque da minha demora e eu lhe disse o que havia acontecido, ela me chamou de doida, mas que ela também achava tudo muito interessante e erotico. Nisso o rapaz havia trazido meu prato, e perguntou se eu gostava de vinho, eu lhe disse que amava vinho, dai ele se ofereceu pra me dar uma amostra do vinho local apos o almoço, pois no Sul do Brasil essa cidade era famosa pelas suas vinhedas. Aceitei prontamente, e ao terminar meu almoço fui ate o bar provar meu vinho...

Ele fez questão de me servir em uma taça linda com figuras decorativas da cidade, e propositalmente colocou sua mão em cima da minha...eu que não sou boba, passei meu dedinho na mao dele pra que ele entendesse o recadinho...me perguntou baixinho se eu queria conhecer a Adega da casa, claro que eu disse que sim, e fomos para o subsolo conhecer a tal Adega...rsrs..

Ao chegar la, ele me abraçou por traz, me deu uns beijinhos no pescoço que eu amo, e umas mordidinhas de leve nas minhas orelhinhas...me deixando toda arrepiada...foi me puxando junto ao seu corpo e seu pau.., que já estava super duro, nossa, eu podia sentir o pau contra o meu bumbum...Ele me virou então e me beijou calorosamente..., me segurava e passava a mão nos meus seios me chamando de gostosa, e de esposinha putinha...de safada, nossa, eu estava adorando tudo isso, me abaixei, abri sua calça e me deparei com um pau lindo, ja super duro, devia ter uns 20 cm...rs, coloquei minha língua naquele pauzão, deslizei demoradamente pra cima e pra baixo...molhando todinho,..e começei a chupar...nossa estava
muito gostoso...eu não queria mais parar de chupar, só que em um determinado momento ele pediu que eu parasse senão ele iria gozar, então me virou de costas com uma pegada bem forte, levantou minha mini saia, afastou minha calcinha pro lado, vestiu uma camisinha, e começou a pincelar minha bucetinha com seu pauzão...uuiii, eu estava ficando louca e pedia que ele me comesse logo..eu queria sentir aquele caralho todo dentro de mim e rebolar muitoooo...Ele meteu bem devagarinho, foi mexendo e eu rebolando...o pau foi entrando ate eu sentir seu saco contra meu bumbum...estava tudo dentro...então ele começou a bombar com mais força, metia
muito e eu não resistindo gozei como uma louca...rs...Pedi pra que
ele retirasse o pau porque eu estava muito sensível da gozada..mas ele ainda nao havia gozado ainda, e me perguntou sutilmente se eu curtia sexo anal...disse que minha bundinha era linda e foi passando o dedinho em meu cuzinho...ahhh quem resiste a isso né? Eu disse que curtia sim, mas que ele colocasse bem devagarinho e com carinho...porque eu odeio sentir dor...

Ele então, me colocou de quatro em um sofa que havia la em baixo, e primeiro passou a sua
língua em meu cuzinho me deixando louca...enfiou a língua todinha dentro do meu buraquinho, depois colocou um dedinho e depois mais outro...rs...acho que foi pra eu ir me acostumando com o tamanho...e finalmente encostou a cabeça daquele pauzão em meu cuzinho...Nossa, doeu um pouquinho no inicio, mas devido a eu estar super excitada, empurrei meu bumbum contra o pau dele e deixei entrar tudinho...uuii...aaii...enquanto ele me comia, eu passava os
meus dedinhos em minha bucetinha e rebolava feito uma louca e desvairada putinha...Não preciso dizer que ele só durou alguns minutinhos e gozou como louco na camisinha dentro de mim...eu sentia a porra jorrar e estava adorando...Com isso gozei uma segunda vez...foi maravilhoso...

Terminada a vistoria da Adega, me recompus, rsrs...e retornei para minha mesa onde minha amiga me esperava, e me perguntava por que eu havia demorado tanto, fazendo aquela cara de safada...rs, claro que ela sabia o que havia rolado, mas ficou na dela..rs
Sai dali e voltei ao meu Hotel, peguei o telefone, liguei pro meu maridinho que estava em casa, e fui relatando tudinho que havia acontecido, ele ficou doidinho, e tocava uma..enquanto eu falava...em poucos minutinhos o corninho ja estava gozando, e me pedia pra realizar outras aventuras e telefonar novamente relatando tudo...

Nossa...Foi muito bom



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.