"Os mais excitantes contos eróticos"

 

A minha vingança foi quente e gostosa


autor: proibida
publicado em: 28/05/16
categoria: traição
leituras: 5486
ver notas


Vou contar pra vocês como foi a minha primeira traição, bom não foi bem uma traição, pois mulher não trai mulher se vinga. Um dia fui mandada ao escritório do advogado da família para resolver alguns assuntos, sempre fui atraída por ele, alias sempre fui atraída por homens mais velhos, e ele era assim, alto bonitão de cabelos grisalhos, sorriso encantador devia ter uns 35 anos, assim que ele me olhou eu percebi que ele havia gostando do que estava vendo, eu estava vestida em uma calça de cois alto preta, que estava marcando bastante meu bumbum, minha blusa tinha um decote que valorizava os meus seios, adorava exibi-los... Ele foi formal ao me receber mais não conseguia tirar os olhos dos meus seios, marcamos de sair numa sexta-feira no horário das minhas aulas, assim ninguém desconfiaria, queríamos ser discreto.
Na sexta-feira, peguei um bronze pra ficar mais gostosa, vestida em um vestido preto soltinho com o decote v, que mostrava bem meus seios, e um lingerie de renda bem delicada, fui ao encontro dele, no local marcado ele me aguardava em um sonata branco. Quando chegamos ao motel ele pediu a suíte mais luxuosa que havia, queria me impressionar, Pedimos wiski para beber, sentei em uma poltrona de couro, ele sentou ao meu lado e passando as mãos em minhas pernas, foi acariciado ate chegar a meu decote, eu me levantei e me aproximei para beijá-lo, ele me puxou e eu sentei no colo dele, ele desceu com as mãos por cima da minha roupa me cariciou e disse: - estou louco pra ver você gozar... Eu beijei no pescoço e no ouvido bem baixinho sussurrei: - e eu estou doidinha pra gozar no seu pau... Nesse momento sentir sua ereção, comecei a me movimentar por cima dele, ai ele tirou a minha roupa e quando viu meu bronze ficou louco, acariciou os meus seios com a língua e passou a mão por debaixo da minha calcinha e disse: - hum, tão pequenininha e bronzeadinha... E eu o respondi com uma voz quase gemendo: - sou todinha sua hoje... Levantei só de lingerie e o puxei para a cama, ele me beijou loucamente e me puxou pra cima dele, então eu o disse: - Adoro pegadas fortes assim... Ele se inclinou e beijou os meus seios por cima do sutiã, e depois me beijou, sem tirar os olhos dele, comecei a mim acariciar com as mãos dele e a fazer movimentos em cima dele,depois ele tirou meu sutiã,e me puxando mais para perto ele chupou o biquinhos dos meus seios e depois mamou, passou a mão pela minha calcinha e penetrou uns dedos dentro, soltei uns gemidos, e comecei a me esfregar nele, tirei a mão dele e me curvei para beijá-lo, passei a língua nos lábios inferiores dele, a língua dele venho pra entrar na minha boca eu me afastei, beijando o canto da boca dele, ele me agarrou me beijou e apertou minha bunda tirando um pouco a minha calcinha, peguei as mãos dele e joguei para trás deitando ele, beijando o pescoço, fui mordendo devagarzinho ate chegar ao peitoral, mordi e lambi ate chegar na saliência, com as mãos comecei arranhar as coxas deles, tirei a cueca e o pênis dele pulou pra fora com a cabeça inchada pronta para mim, Comecei a bater uma pra ele, e olhando para ele comecei a lamber e morder meus lábios, fiz cara de malicia e perguntei: -posso... Ele respondeu: - todo pra você me surpreenda... Dei um beijinho na pica dele e olhei pra ele, passei a língua nos sacos ate chegar à cabecinha, ele soltou um gemido, comecei a chupar toda, ele gemeu então acelerei mais e mais, chupei ate ele me puxar, fiquei de pé ao lado da cama e ele me tirou a calcinha, eu me virei agachei pra desfazer da calcinha ele se inclinou e beijou minha pepeca por trás, abre mais as pernas e ele chupou minha pepeca e disse lambendo os lábios: - delicia de boceta... Virei-me e sentei no colo dele, ele me entregou um pacote de camisinha e começou acariciar a minha pepeca, eu me curvei para trás e abrir mais as pernas, dando a ele espaço pra ver bem o que eu estava fazendo, Esfregando a minha pepeca em cima da pica dele, com a minha mão sobre a dele peguei a camisinha e coloquei nele e depois fiz movimentos de modo que a pica dele batia na minha pepeca, o deixei colocar devagarzinho sentir sua cabecinha entrando... Ele gemeu e disse - haaai delicia é apertadinha quentinha gostosa... Eu o respondi: - é todinha sua... Ele então disse: - só minha... E começou acariciar com os dedos na medida em que o pau dele ia entrando. Segurei no pescoço dele sem perceber estava arranhando-o, ele soltou uns gemidos e mordeu meu pescoço, e depois mordeu os meus lábios, eu passei a língua onde ele mordeu e depois ele fez o mesmo com a língua dele, nossas línguas então começou a se entrelaçar uma na outra. Começamos com movimentos devagarzinho e depois aceleramos, eu gemia na boca dele, e ele me apertava e acariciava, sentir que ele ia gozar, parei e disse baixinho: -não goze agora...dei umas reboladinhas e disse: -vamos ver ate onde você consegui aguentar... Levantei dei umas lambidas na pica dele e joguei-o na cama, subi na cama olhando nos olhos dele, em cima dele me agachei, devagarzinho encaixei a cabecinha e comecei a quicar, ele ficou louco, soltava gemidos e mordia os lábios e dizia o quanto eu era gostosa e apertava a minha bunda. Eu parei de quicar e comecei a rebolar com a pica dele ainda dentro de mim ele então disse: - você vai me fazer explodir de tanto tensão, que delícia você é muito gostosa... E me deu uns tapa, então comecei a cavalgar e depois me movimentei com as pernas aberta de modo que ele via toda a penetração nesse instante sentir o seu gozo se explodindo, veio forte e quente, ele se cortoceu e endureceu as pernas, me apertou mais forte ainda, soltei uns gemidos em respostas do seu prazer, Ele então em um movimento muito rápido me jogou do lado dele, do modo que ele ficou por cima, minhas pernas se encaixou na cintura dele, ele começou a me penetrar forte, eu gemi e disse baixinho: - ai acaba comigo... Enquanto ele me beijava, sentir meu corpo estremecer, eu estava gozando, então gemi alto e me segurei nele e sem querer arranhei as costas dele, ele então começou com mais força e rapidez, e apertava as minhas coxas, com a respiração ofegante e com a boca em meus lábios me disse: - você é muito gostosa... Beijou-me e foi parando os movimentos pouco a pouco, me acariciando, com a respiração ofegante me disse: - Hoje você me fez atingir um nível de prazer que eu nunca havia sentido antes... Deu-me uns beijinhos e disse: - sua boceta é tão apertadinha e gostosa, seus seios... Nesse momento ele mamou carinhosamente e disse: - você toda é gostosa... E beijou cada parte do meu corpo...

Depois dessa, coloquei em prática tudo o que o meu marido Perdeu ao me trair, eu me separei depois, e tive outras novas experiências gostosa!
Se quiserem saber como foram me acompanhem... Beijos e bom sexo gostoso...




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.