"Os mais excitantes contos eróticos"

 

a assistente do dentista


autor: castanho2015
publicado em: 29/05/16
categoria: hetero
leituras: 3583
ver notas


Ano passado um doido avançou um sinal vermelho e me bateu de lado. Alem do prejuízo com o carro, quebrei um dente ao bater com a boca no volante. com a chegada da policia, ele teve que se responsabilizar por todos os danos, pois estava bêbado e no seu carro tinha uma garrafa de vodka quase vazia.
No outro dia ele me ligou e disse que seu irmão era dentista e que ia cuidar do meu dente, me passou o telefone do consultório. Minha surpresa ao ligar foi a voz da secretaria que me atendeu, que voz sexy, de cara meu pau ficou duro com aquela voz... rouca, suave, delicada, voz de gata no cio, pensei comigo. marquei para dois dias depois e fiquei a imaginar como seria aquela deusa dona da voz embriagante. A noite fiquei com aquela voz na cabeça e não me contive, bati duas só imaginando como seria a gata dona daquela voz me dizendo putarias. na quarta feira fui ao dentista, cheguei 15 minutos antes do horário marcado, bati a campainha e pelo interfone ela me perguntou quem era. me identifiquei e ela abriu o portão pra mim... quando cheguei a recepção tive uma surpresa agradável, ela era tão linda como eu imaginava, mas nos seus 1,55 estava tudo no lugar certo e do jeito certo, olhos verdes, morena clara com franjinha na testa e uma boquinha linda estilo angelina Jolie, claro que ela usava um batom vermelho que combinava bem com seu tom de pele. Ao me ver notei que ela ficou ruborizada e nervosa. eu já estava excitado mesmo antes de entrar lá, só pela expectativa e ao ver a gata meu pau parecia que ia explodir de tão duro que ficou. ela estava sentada com seu uniforme padrão: camisa branca social, paletozinho verde claro, e mini saia verde claro, o que deixava ver um pouco das suas grossas pernas. me sentei em frente a ela, peguei uma revista para aguardar o Dr. Jose. Mais olhava suas pernas que a revista, e numa dessas olhadas ela me pegou olhando e fechou as pernas rápido, sem olhar mais para mim... entrei para tratar do dente e as noticias não foram boas, teria que fazer tratamento de canal e colocar uma peça, odeio tratamento de canal mas pelo menos teria mais uns 6 encontros com aquela gatinha, pois o tratamento duraria no minimo umas 6 visitas ao dentista. Sai e marquei com Vanessa. Ela comentou comigo que tive sorte de não ter me machucado mais no acidente. perguntei como ela sabia e ela respondeu que o Dr. José tinha falado com ela que teria que quebrar o galho do irmão irresponsável mais uma vez... dei uma risada e ela riu também. me deu um papelzinho com a data da nova consulta o que seria na segunda feira a tarde. desejei bom final de semana para Vanessa, e ela olhando nos meus olhos disse que segunda não poderia faltar de jeito nenhum, respondi rapído que pela primeira vez na vida estava satisfeito de poder voltar ao dentista... como este final de semana demorou a passar...
Vanessa foi homenageada no minimo umas 10 vezes. rsrsrsrr isso sem falar nos dois sonhos que tive com ela... no primeiro ela estava na praia, linda de biquíni amarelinho, cavadinho na bunda, tomando sol e água de coco. Não parava de me perguntar quando ia criar vergonha e parar de olhar babando pra ela. ai ela me oferecia água de coco e quando eu ia pegar acordava... acordava de pau duro né! no segundo sonho foi no domingo, assisti um filme " o ultimo dos moicanos", lindo, a trilha sonora é otima, da Enya, envolvente, cativante e acabei sonhando com Vanessa no papel da mocinha coadjuvante, só que não conseguia chegar a tempo e ela acabava caindo no penhasco... acordei suado. parecia que foi real. Na segunda cheguei 30 minutos antes da consulta, e fiz questão de sentar do lado oposto, de forma que não podia ver suas pernas, e pra mostrar pra ela que não estava sendo somente mais um cara que gosta de ficar olhando fixamente para as moças, só pra contar vantagem para os amigos depois dizendo que viu a cor da calcinha da assistente do dentista... depois de uns 10 minutos em que estava em meu canto, Vanessa olhou na minha direção e como eu não estava olhando pra ela, fez uma cara de quem não gostou. adorei a reação da moça pois isso faria com que ela se estivesse interessada em mim tomar a iniciativa. Pouco tempo depois ela levantou-se e foi na minha direção. gelei. o que falaria pra ela. o que ela me falaria? mas não disse nada, passou por mim, fazendo questão de me olhar nos olhos e quando estava passando na minha frente, abaixou a sainha do uniforme como quem diz, viu não vai ver nada hoje... foi até o bebedouro e ao pegar um copo todos caíram ao chão, ela ficou sem jeito e me levantei para ajuda-la a recolher os copos no chão.
- calma moça, isso acontece e dei um sorriso
ela me olhou e disse:
- estou nervosa. alias vc me deixa nervosa
- disse porque e ela respondeu
- Sr. Antonio o Sr. é a cara de um ex amor que tive quando era adolescente, lá em Campos do Jordão. Só que ele era meu professor e nunca tivemos nada alem da sala de aula. - disse que bom. pelo menos pareço com alguem que vc gostava e não de quem vc odiava... rsrsrsr acabamos de pegar os copos e colocar no lixo e ela me convidou para ver as fotos no face dela. fomos até o pc onde ela ficava e ela abriu seu face. Puxa vida não é que o tal professor se parecia mesmo comigo, se não soubesse que era outro diria que era eu com avental branco... kkkkkk
- disse a ela que realmente eramos parecidos, e ela me olhou de um jeito e disse que agora ela já não era mais adolescente, ficando ruborizada. pedi pra ela me adicionar no face e passamos a procurar meu perfil. ela mandou o convite e quando ia falar alguma coisa o Dentista me chamou... bom ia ter que adicionar a gata a noite, mas fazer o quê, dar uma cantada barata nela não ia cair bem, até pq o consultorio estava cheio de pacientes esperando a vez... sai e quando ela marcou a volta colocou o telefone dela no papel, e disse me liga.
- respondi sim. dei boa tarde e sai... a noite a primeira coisa que fiz foi ligar o pc, o pedido de amizade foi respondido com um sim nervoso e logo a gata me chamava pra bater papo. conversamos sobre tudo até a meia noite, estava dificil parar de conversar com ela mas era preciso.
- boa noite Vá amanha acordamos cedo.
- boa noite gato, adorei vc viu... bjs dizendo isto fomos dormir com a promessa de nos falarmos por telefone na hora do almoço... por sorte ela tinha um telefone da tim como o meu, o que barateava por demais a ligação. e que ligação. falamos por mais de meia hora. ficamos assim conversando e nos conhecendo até minha consulta ao dentista. no dia da consulta quando cheguei ela sorriu, com a boca e com os olhos, levantou-se e veio me dar três beijinhos. adorei não sabia que a surpresa que ela me daria seria maior ainda que meu tesão por ela...
nos outros dias sempre nos falamos por telefone, e ela marcou minha consulta para quinta feira as 14:00, dei três beijinhos e disse que ligaria pra ela a noite. acho que a convidei pra sair umas dez vezes e ela sempre inventava uma desculpa, sendo assim tive que esperar até a quinta para vê-la novamente. na quinta feira cheguei um pouquinho antes das 14:00 chamei na campainha e ela me mandou subir. quando cheguei na secretaria e estranhei pois estava vazio. chamei a gata e nada... fui procurar entrei no consultório e para minha surpresa ela estava deitada na cadeira de dentista só de lingerie verde...
-vem meu gato, dei mala em todo mundo hoje. o consultório é só nosso... - não me fiz de rogado cheguei pertinho dela e com o pé levantei a cadeira, quando ela estava na altura ideal comecei a beija-la pelos pés, que pezinhos lindos que ela tinha, podia perfeitamente ser modelo de pés e fazer propaganda na televisão, fui subindo os beijos por sua perna, levantei sua perna para ter acesso a parte interna das coxas e uma visão de sua buceta e fiquei encantado com o que vi. ela estava encharcadinha e o tecido da calcinha verde mostrava um capô de fusca maravilhoso... fui beijando suas coxas, passando o rosto em seu sexo, sentindo aquele cheiro gostoso de seu tesão, fui subindo dei uns beijinhos em seu umbigo, aquela barriga lisinha e dourada era tudo de bom, quando cheguei em seus seios eles estavam durinhos, os biquinhos apontavam o céu e quando tirei o soutian me deparei com duas aureolas grandes do jeito que gosto, cai de boca arrancando suspiros de minha secretaria particular... começamos a nos beijar e ela procurando meu pau com sua mão nervosa... tirei ele pra fora e ela descendo da cadeira me ordenou pra sentar na cadeira do dentista. depois que eu estava sentado ela começou a mamar em meu cacete, como ela sabia mamar, passava a língua em volta de minha cabecinha umas 5 vezes me levando a loucura ai descia e engolia tudo.. Antonio Castanho não aguentei muito tempo e acabei gozando em sua boquinha sedenta, estava tarado por ela e não consegui segurar, para minha surpresa ela adorou, não queria perder nem uma gotinha
- hummmm antonio que leitinho gostoso. tem cheiro de abacaxi
- gosto muito de abacaxi Vá, como todos os dias deve ser por isso que tem cheiro
- mas não é so cheiro não, gato tem gosto de abacaxi também e dizendo isso levantou-se e me lascou um beijo. adorei. ela era safada como eu e gostava mesmo de sacanagem e sexo sem frescuras nem limites... enquanto nos beijávamos meu pau começou a dar sinal de vida novamente e ela afastando a calcinha começou a roçar suas coxas em meu cacete de jeito que meu pau passava sempre em sua bucetinha, ela tirou a tanguinha e me deu, cheirei e senti seu aroma de cio impregnado no tecido, ela subiu e encaixou seu sexo no meu e começou a me cavalgar gostoso, subia e descia aproveitando cada centimetro em sua bucetinha melada, quando ela estava quase gozando, me levantei e deitando ela na cadeira, comecei a sugar sua bucetinha, seu clitoris, que delicia não tem nada que se compare ao sabor de uma femea trepando no cio, arranquei suspiros e gemidos da gata até o ponto que ela me implorou - vem meu macho enfia esse cacete na minha bucetinha e me enche de porra. vem, vem, vem...olhei pra ela e sorri era isso que estava esperando, fiquei em pé e com ela deitada de costas, levantei as pernas dela e escorei no meu ombro e enfiei sem do´ como era gostoso entrar e sair enquanto a gata gozava loucamente, não demorou e gozei enchendo aquela bucetinha de leite, ao mesmo tempo em que ela dava um urro animal e gozava tudo junto comigo... ficamos assim trepando a tarde inteira, nem sei quantas vezes o telefone do consultorio tocou. saimos no horario de trabalho normal dela. e fomos para um motel. passamos a noite trepando e o mais interessante é que a cada trepada ficava mais intenso e gostoso... fomos amantes, namorados e amigos por muito tempo. e nosso relacionamento foi esfriando, faltava só uma desculpa para acabar. até que um dia ela me encontrou com uma amiga de infância que tinha se separado e estava conversando comigo no bate papo do face. ela não acreditou que eramos somente amigos e terminou comigo. bom ai tive que contar pra minha amiga, que por causa dela tinha acabado o meu namoro, o que ela logo se prontificou a não me deixar na seca... né afinal amigos coloridos são pra essas coisas.... rsrsrsrr




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.