"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Sexo gostoso com um ``AMIGO´´


autor: proibida
publicado em: 05/06/16
categoria: hetero
leituras: 4382
ver notas


Vou contar pra vocês o sexo mais gostoso que já tive com``um amigo´´, nos conhecermos em uma festa ele esbarrou em mim e no bar me ofereceu uma bebida para puxar conversa ele foi um perfeito cavaleiro dançamos e depois ele me levou pra casa, nesse dia rolou apenas uns beijos e uns amassos.

Viramos amigos e conversávamos sempre pelo whatsapp, e um dia ele me ligo, estava doido para me ver, saímos junto sem compromisso nenhum. Encontramos alguns amigos dele e bebemos uns drinques junto. Tinha um amigo dele que não tirava os olhos dos meus seios, percebi quando esse amigo se aproximou dele e disse algo.
logo depois ele chegou em mim e disse em um tom irônico: - o meu colega ali que ficar com você - Eu sorrir maliciosamente e sussurrei baixinho no ouvido dele: - é mais eu quero é você - Ele sorriu e me conduziu para fora do bar até o carro, saindo do carro ele passou a mão pela as minhas costas e soltou o meu vestido e disse : - seu vestido soltou moça - tive que segurar o vestido para não cai. No elevador do hotel, pedi a ele que me ajudasse com o vestido ele pegou no vestido me puxou mais pra perto e disse: - você não vai precisar dele pra onde vamos - passou as mãos por debaixo do vestido e descaradamente alisou minha bucetinha por cima da renda da minha calcinha, lentamente fez movimentos em círculos, eu soltei uns gemido e ele tapou minha boca com a boca dele, ficamos assim até o som do elevador tocar e quando as portas se abriram ele se afastou, e me deixou ali quase nua eu o olhei e sai cambaleando.
No corredor na entrada do quarto, deixei meu vestido cair tampando apenas a parte de baixo, ele ficou surpreso me pegou por trás me agarrando conduziu pra dentro do quarto e sussurrou: - faça isso aqui, aqui você pode até gemer a vontade - tirou o meu vestido passou as mãos em meus seios por debaixo do meu sutiã e murmurou: - hum gostosa São tão naturais - com uma das mãos por trás e rapidamente solto o meu sutiã, deixando apenas preso pela alça, me virei pra e ele tirou o meu sutiã, com os dedos tocou o biquinho do meus seios e disse admirando: - Muito bonitos belo bronze moça - se aproximou beijo os biquinhos e depois passou a língua lentamente ate chupar, deslizou uma mão ao outro seio e com a outra desceu até meu bumbum, me pressionando contra ele. Eu Gemia e me contorcia, ele chupava em meus seios e dava mamadas gostosas, era tanto prazer que implorei pra ele me penetrar logo: - ha por favor - puxando pelos cabelos supliquei mordendo os lábios, ele me olhou e disse: - ai nat, deixa eu morde-los também - eu o beijei em confirmação e os lábios dele puxou o meu, mordendo e chupando quase arrancado os fora ele disse: - Oh...deixa eu funder essa boquinha, deixa é tão pequena, tão gostosa - eu gemi e lambi meus lábios peguei a mão dele e chupei o polegar dele e disse: -é todinha sua - Desabotoei a camisa dele lentamente e o joguei na cama, subir nele só de calcinha e comecei a me esfregar no membro dele, ele passou as mãos pela minha coxas me jogo na cama me dominando disse: - só goza quando eu mandar - Deslizou a mão até minha cintura passo pelos meus quadris, chegou na minha bucetinha e Introduziu um dedo lentamente fechou os olhos por um instante e disse: - Você esta deliciosamente molhadinha -
Introduziu outro dedo dentro de mim e disse: - ai Nat você nem imagina o quanto eu te desejo, o quanto eu quero te funder desde o dia que te conheci- me contorcia e ele colocava e tirava os dedos, depois Esfregou o meu clitóris cada vez com mais força, eu Gemia.
De repente ele se ajoelhou tirou a minha calcinha jogou no chão, se levantou desceu o zíper da calça e tirou junto com a cueca e liberou sua ereção. Pegou a camisinha de cima da mesinha abriu e deslizou por cima do seu pênis enorme e incrivelmente belo. Se ajoelho na cama e puxou as minhas pernas encaixando na cintura e disse: - finalmente vou funder-la moça- colocou a cabecinha na minha bucetinha e sussurrou: - gostosa - me penetrou devagarinho, e gemendo disse: - você é gostosamente apertada- fechei os olhos e gemi, tirando e colocando sem tirar a cabecinha, segui os movimentos dele rebolando, Ele acelerou os movimentos cada vez mais rápidos e gostosos sentir que ia gozar, me agarrei nos braços dele e sem tirar ele me sentou e sussurrou: - não goze agora cachorra, só quando eu mandar - mordi o pescoço dele e gemendo supliquei: - por favor - sem piedade ele acelerou os movimentos e me deitou novamente eu o puxei e implorei me contorcendo, ele gemendo sussurrou: - agora não querida - penetrou mais forte em um ritmo implacável eu gemia e o agarrava, era uma tortura eu queria gozar e estava me segurando mordendo ele, eu suplicava a cada gemido, Ele pegava a minha cabeça com as mãos, beija-me bruscamente e
mordia meu lábio chupava a minha língua era uma loucura.
Sentir meu corpo estremecer e comecei arranha-lo então ele sussurrou ofegante : - Deixe vir, querida goza pra mim gostosa — meu corpo tremeu, me agarrando nele me deixei gozar, explodindo todo o meu gozo . Ele continuou os movimentos com mais força e rapidez e logo eu sentir algo quente se explodindo dentro de mim, mesmo com a camisinha pode sentir seu leitinho.

continua...

comentem e deixe suas notas que tem mais...



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.