"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Minha filhinha putinha


autor: adriano.master
publicado em: 05/06/16
categoria: incesto
leituras: 23661
ver notas


Tenho uma filha que carinhosamente chamo de Aninha. Ela sempre foi meu orgulho e sempre fomos muito ligados. Hoje ela já é formada, profissional de sucesso e casada. Para os outros ela sempre foi tímida, recatada, discreta e ajuizada.

Isso com os outros, pois comigo, seu Papai, como ela gosta de me chamar, ela pode ser ela mesma. Comigo ela se liberta e podemos juntos, realizar as mais sacanas fantasias. Devido ao seu casamento, passamos tempos, sem nos encontrarmos, mas quase todos os dias trocamos mensagens e "presentinhos" .

Esta semana seu marido teve que viajar por motivos de negócios. Claro que ela me convidou dormir em sua casa. Assim ela se sentiria mais segura.

Cheguei em sua casa depois do trabalho. Ela já me esperava. Estava linda. Usava um baby-doll transparente, com detalhes em forma de rosa. A calcinha, praticamente invisível, de renda combinava com o baby-doll.

Nos abraçamos e trocamos um beijo delicioso. Ela sempre me beija com paixão e desejo.

_Boa noite Papai. Estava com saudades.

_Eu também minha Querida.

Conversamos um pouco e fomos para o quarto. Entrei no banheiro e tomei um banho gostoso, mas rápido, pois estava louco de tesão.

Sai do banheiro apenas com a toalha amarrada na cintura. Ela me pediu para deitar na cama pois queria fazer um showzinho pra mim. Me deitei confortavelmente e relaxei para aproveitar.

Ela começou a dançar, devagarzinho, rebolando e fazendo movimentos sensuais. Depois de um tempo ela retirou a camisa ficando apenas de calcinha. Eu simplesmente adoro, adoro, seus peitinhos. Branquinhos, pequenininhos, rijos e duros e com os mamilos rosinhas. Gostoso demais mamar neles.

Ela enfia a mão por dentro da calcinha e começa a brincar com a bucetinha, branca e lisinha. Me deixando louco. Após alguns minutos ela segura a ponta da calcinha e puxa bem pra cima, apertando sua xaninha e fazendo a calcinha entra um pouco dentro dela. Ela se vira e mostra bunda. Redonda, sem marcas. Ela tem um rabo lindo. Ela se vira e sorri, com aquele jeito de menina safada.

_ ahhhh vc quer o seu presentinho neh!!!

_ Aiii... meu Amor. Que bucetinha mais linda. Papai vai adorar chupar Aninha.

_ Sou sua filhinha gostosa.... que esta louca com vontade de meter gostoso com o papai.

_Como Papai pode resistir? Papai vai cair de joelhos para poder chupar Aninha. Linda, linda, linda demais a bucetinha de Aninha. Branquinha, lisinha e com uma calcinha super sexy. Aninha quer deixar o pau do Papai bem duro?

_Quero sim..... você esta excitado papai???

_Estou filhinha. Cacete do Papai esta bem duro. Fala que ama Papai. Papai adora, quando Aninha diz que ama Papai.

_Te amo papai, você me deixa chupar o seu pau bem gostoso.... papai??? quero seu leitinho hoje.

Ela subiu na cama, puxou a toalha e segurou meu pau. Começando a fazer movimentos de punheta, deixando minha vara mais dura. Ela apertava meu cacete com desejo e começou a chupar a cabeça. O contato daquela boquinha linda e quente é maravilhoso. Ela chupou a cabeça com vontade, mas logo, estava engolindo todo o meu pênis.

Ela punheta e chupava meu cacete. Depois parava e iniciava beijinhos chegando até as bolas, onde ela passava um tempo, brincando com a ponta da língua, fazendo meu corpo tremer de arrepios.

_ Papai esta com tesão e muito desejo. Papai que fuder Aninha, Papai pode pegar mais pesado com filhinha do Papai? Aninha aguenta e deseja?

_ Sim, papai... pode me foder como uma putinha safada!!! Adoro seu cacete Papai.

_ Você adora meu cacete, não adora! Vadia.

_Agora Papai vai te tratar como uma Putinha, Papai te ama, por isso vai te fuder como uma vadiazinha. Papai sabe que tu vai adora. Deita na cama puta, abre bem as pernas, Papai vai te fuder.

Aninha deitou na cama e me olhou cheia de desejo.

_Assim cadelinha. obediente e safada. Cadelinha do Papai, geme, geme puta. Beija Papai, coloca a língua pra fora, Papai quer chupar a língua da Aninha.

Enfiei vagarosamente meu pau dentro da bucetinha, enfiando até os pelos do meu cacete tocarem sua bucetinha lisinha. Parei por um instante e logo comecei a bombar com força e rápido aquela perereca safada.

_ Cadelinha do Papai, geme, geme puta. Beija Papai, coloca a língua pra fora, Papai quer chupar a língua da Aninha.

Amo brincar com a sua língua, enquanto fodo gostoso com ela.

_ Ai que delicia, papai.... você sabe exatamente como eu gosto!!!


_ Diz que Ama Papai, que é minha filhinha gostosa e que adora o cacete do Papai. Assim eu vou gozar muito!!!!

_ Meu papai é safado, porque adora foder a filhinha!!!!

_Falei pra dizer que me Ama porrá!!! Ta merecendo apanhar na bunda!!! Se vira, cadela. Vai apanhar na bunda. Eu sei que tu adora. Vou deixar teu rabo vermelho e quente. Se vira, fica de frente pra mim, Puta. Coloca o cacete do Papai na boca, vai me chupar enquanto apanha no rabo.

Retirei meu pau de dentro dela e a fiz colocar inteiro na boca, com a bunda pra cima.
_Assim coloca o cacete todo dentro da boquinha da princesa. Engole tudo. Não é pra tirar um segundo. Se tirar apanhar mais. Te prepara puta. Vai começar a apanhar no rabo agora.

Enquanto ela mamava. Dei umas boas palmadas na bunda dela. Eu sei que ela adora. Minha filhinha é uma putinha safada.

_ Diz que ama o Papai.

_Te amo papai

_Te amo papai.

_Fode a minha boquinha.... quero te chupar bem gostoso, passar a minha língua por todo seu pau, beijar a cabeça e escorregar ele inteiro para dentro da minha boca.

_ Certo Querida.

Comecei a fuder sua boca com vontade sem deixar de dar umas palmadas gostosas na bunda dela. Toda vez que ela apanhava, sugava meu cacete com mais vontade. Delicia. Ser mamado e pode me aproveitar daquele rabinho redondo.

_ Papai pode continuar a fuder Aninha? Aninha esta gostando de ser fodida por Papai? Fala pra Papai como a buceta da Aninha esta?

_ Esta pingando o meu mel.... de tanto desejo que estou por você papai.

_Assim que eu gosto da minha filhinha, bem tesuda e molhada.

_Bem puta. Agora safada. Se vira, fica de quatro, coloca a cabeça na cama e levanta o rabo pro Papai. Pedi pra Papai fuder o cuzinho. Pede com carinho, faz Papai sentir desejo e Amor pela filhinha. Vamos puta. Papai esta esperando. Seja bem puta, safada, uma verdadeira piranha. Assim Papai vai fuder o seu cu com gosto.

_ Enquanto o cacete do Papai fode Aninha. A filhinha do Papai deve dizer que Ama o cacete do Papai no rabo.

Ela se posicionou, colando o rabo bem pra cima. Não quis deixar a oportunidade passar e enfiei a língua no seu rabinho. Ela gemeu gostoso. Fiquei brincando e fudendo seu cuzinho com a língua. A preparando para meu pau.

Quando percebi que ela estava bem boazinha. Coloquei a ponta do meu cacete na entrada do seu cu e enfiei. Seu cuzinho sempre foi apertado, mas nunca resistiu ao cacete do Papai.

Fui penetrando seu rabinho, mais e mais profundamente. Quando metade do meu cacete estava no seu rabo parei.

_ Esta gostoso? O cacete Papai no rabo?

- Sim Papai. Sim Papai.

Segurei firme em sua cintura e a penetrei com força. Minha vara rasgando as entranhas do cuzinho. Meu pau comia aquela delicia com tesão. Metia, metia e metia sem parar. Nada como um cuzinho de uma ninfetinha.

_Fala que ama Papai com o cacete no rabo. Fala!!!

_Te amo papai, te amo papai.

_Papai adorar fuder o cuzinho da Aninha. Papai vai enfiar dedo na buceta da Aninha enquanto rasga o cu dela. Vaca, puta, cadela gostosa. Leva no rabo, no rabo, no rabo, até gemer e o cuzinho piscar safada

_ Te amo papai, te amo papai.

_ Safada, aguenta o cacete entalado no rabo e sorri. Sorri, feliz e satisfeita com o cacete do Papai no rabo.

_ Te amo papai, te amo papai.

Ela começou a rebolar com mais força e a gemer bem gostoso.

_Goza Aninha, goza no cacete do Papai.

_Aiiii Papai. Aiii Papai. Aninha vai gozar... AAAhhhhhhh

Depois que ela gozou, não resisti e enchi o seu rabinho de leite.

_Te amo , quero beijar seu cacete gostoso.

Após o gozo. Ficamos rindo e conversando. Depois de algum tempo o tesão voltou, pois como ela me cobrou, eu ainda não tinha dado leitinho na boca dela. Mas, isso é uma outra história.













ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.