"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Eu e o Taxista Gostoso - Parte 2


autor: Scarlett_kay
publicado em: 06/06/16
categoria: casual
leituras: 3151
ver notas


No conto anterior eu contei como encontrei meu taxista gostoso, aqui está o segundo dia que passamos juntos. Espero que gostem e deixem seus comentários e nota.

No dia seguinte encontrei minhas amigas logo cedo para o café da manhã, elas notaram que eu estava radiante, mas não imaginavam que o real motivo foi a noite maravilhosa com o taxista. Porém esse café da manhã foi estressante, pois não entramos num acordo com relação ao roteiro do dia, não queríamos nos separar, mas não entrávamos num acordo com os destinos.

As 8h conforme combinado, meu taxista favorito estava na recepção do hotel nos esperando, hoje ele estava despojado, de bermuda e uma camiseta justinha do the walking dead, série que eu amo! Ele estava sexy pra caralho e aquele sorriso me derretia por dentro. Eu sou baixinha e bem gordinha, tenho seios bem grandes e para esse domingo eu resolvi ousar e usando um vestinho florido com belo decote. Quando ele me viu ficou de boca aberta. Nos cumprimentou e novamente veio me abraçar de uma forma tão gostosa me deixou arrepiada.

Ele viu que eu não estava muito contente e perguntou o que tinha acontecido, respondi sobre o impasse do destino, a solução dele foi nos separar, mesmo que não fosse nosso objetivo. As meninas acabaram ficando com um amigo do taxista e eu óbvio que fiquei com ele para seguir nossos roteiros, nos encontraríamos a noite no hotel.

Logo que ficamos sozinhos, a primeira coisa que ele fez foi me dar um beijo de tirar o fôlego, sua mão percorria meu corpo e me queimava de tanto tesão. Entramos no carro e seguimos para nossos pontos turísticos, o nosso papo flui muito bem, enquanto o trânsito estava parado.

Ele passa a mão em minha perna e começa a subir minha saia, vai apertando minhas coxas e os meus primeiros gemidos saem espontaneamente. Seus dedos chegam na minha calcinha que estava ensopada, com seus dedos habilidosos ele começam a me masturbar, estou indo a loucura no meio do trânsito, ele acelera o ritmo massageando meu grelinho, ele lambuza seus dedos com meu mel, ele me faz chupar seus dedos e eu sinto meu próprio gosto, ele volta a brincar na minha xaninha e isso me faz gozar, gemendo alto esquecendo tudo a volta.

Paramos no primeiro destino, fazemos diversas fotos muito legais, ao voltar para o carro, é minha vez de levá-lo a loucura, então com uma cara de safada eu começo a massagear seu pau, ainda estacionados, ele abre o ziper da bermuda e eu pego sua piroca e começo a fazer um boquete delicioso, vou chupando, lambendo, seu pau começa a babar e ele geme alto, seus dedos estão puxando meus cabelos ruivos, aumento a velocidade da chupeta, ele geme mais ainda me chamando de "cachorra", "putinha ruiva gostosa", "safada". Seu sotaque é muito sexy, chupo com mais vontade até que ele grita e goza na minha boca, tomo todo seu leitinho e ele está em êxtase, continuo chupando e só solto quando ele puxa meu cabelo tirando minha boca de seu pau. Olho pra ele com cara mordendo o lábio inferior, ele passa a mão no meu rosto e me beija, tirando meu fôlego e quase me fazendo gozar, que beijo delicioso.

Passamos o resto do dia nos divertindo com as fotografias, risadas e com muita pegação, qualquer momento sozinhos ele me encoxava e beijava meu pescoço me deixando arrepiada e muito excitada.

Chegamos no último ponto turistico próximo ao horário do pôr do sol e vista era fantástica, ele me abraçou por trás e perguntou baixinho no meu ouvido, se eu tinha gostado do passeio, respondi que sim, me aconcheguei em seus braços e percebi seu pau crescendo e me encoxando, me esfreguei nele de propósito, então nossa respiração começa a ficar ofegante.

Ele me aperta ainda mais encaixando seu pau em minha bunda, beija meu pescoço, da mordidinhas em meu ombro, estou gemendo baixinho. Me viro de frente para ele, nos beijamos quase engolindo um ao outro, eu abro sua bermuda, tiro sua piroca para fora, ele está duro feito pedra, uma delícia, ele levanta meu vestido, tira minha calcinha de lado e levanta minha perna e mete em minha bucetinha que está encharcada, estamos transando em público, no capo do seu taxi e com um pôr do sol fantástico.

Nossa sorte é que estamos estacionados afastados dos demais carros, ele mete cada vez mais rápido, estou gemendo, ele está repetindo que sou sua putinha ruiva gostosa, com sotaque carioca delicioso, isso me leva a loucura e gozo, gemendo em seu ouvido, chamando-o de meu macho. Ele continua bombando, bate na minha bunda, me chama de safada e logo sinto sua porra quente escorrendo da minha bucetinha por minhas pernas e ele gemendo. Nós nos recompomos e ele volta a me abraçar e apenas curtimos o lindo pôr do sol, numa vista fantástica juntinhos e esgotados.

Voltamos para o hotel, subimos para meu quarto, tomamos banho juntos, durante o banho o tesao volta a tomar conta de nós, beijos, masturbação, ele mama meus peitos, então ele encoxa minha bunda e diz que quer meu cuzinho, diz que quer realizar meu outro conto (1a vez), respiro fundo e deixo me levar pelo tesão, ele começa a meter devagarinho no meu cuzinho virgem, enquanto isso sua mão massageia meu grelinho, os movimentos ficam rápidos e gozamos praticamente juntos.

Enfim terminamos o banho, nos trocamos e descemos para esperar minhas amigas, que mais uma vez chegaram minutos depois e não imaginam o que andamos fazendo. Ele nos deixou no aeroporto, eu e minha amigas voltamos pra casa depois de um final de semana sensacional, principalmente pra mim que jamais esquecerei meu taxista gostoso.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.