"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Na Praia com Juliana


autor: anaconda 30cm
publicado em: 23/05/15
categoria: hetero
leituras: 21850
ver notas


Evito ao máximo ir a praia, para evitar constrangimentos. O colossal volume na sunga, me faz inevitavelmente, mesmo que a contragosto, ser o centro das atenções. Por isso procuro visitar praias desertas, para me sentir mais confortável. Possuo um dote de 30cm, extremamente grosso (na base atinge a grossura de uma garrafa).
Em uma tarde de fevereiro de 2012, decidi dar um mergulho na Praia Formosa, em Fundão-ES; paradisíaca e pouco frequentada, ideal para uma tarde de nado, e corrida, sem problemas.
Mal sabia que uma deliciosa surpresa me esperava; Juliana, branquinha, olhos azuis,1,69m, seios fartos, os mais belos que já vi, esbelta, com uma bocetinha rosada, doce como o mel.
Ao chegar na praia, me deparei com a deliciosa fêmea, se bronzeando, por segundos fiquei entorpecido com aquela visão. Resolvi cair no mar, descompromissadamente, mas antes, pedi a Juliana, que olhasse a minha bermuda e toalha. Com um belo sorriso no rosto, disse: sem problemas!
Ao voltar do mergulho, percebi que Juliana, discretamente olhava para o volume da minha sunga, e em um relance, vi sua língua passar pelos lábios, além de uma mordidinha de canto de boca.
Ao pegar minha bermuda, Juliana, de forma surpreendentemente desinibida:
-Estou boquiaberta com o que você carrega no meio das pernas.
Ri, olhando no fundo dos olhos da deusa, e retruquei:
-Ficaria ainda mais com o que eu carrego, no meio de suas pernas.
Estávamos hipnotizados, seduzidos de uma forma visceral, instantaneamente, um pelo outro. Nos beijamos descontroladamente, na mesma hora, como animais no cio. Sorvia aqueles seios perfeitos, com profunda paixão, aquela fêmea, me deixava com um tesão monstruoso...
Sentei na canga, minha anaconda latejava violentamente, a gostosa, segurou com as duas mãos na base do mastro, e começou a chupar ensandecida...
-Monstro! Que rola gigante! Ai, mal mal cabe a cabeça na minha boquinha!
Mamava, enquanto fazia uma fantástica espanhola, e o que era gigante, ficava ainda maior...
A tesuda, ficou de pé, se preparando para sentar na tora, mas antes, me deliciei com aquela bocetinha perfeita, escorria mel naquela xana, passava a língua no grelo com gosto, com uma vontade proporcional ao tamanho do meu membro...
-Vou gozar assim cavalão! Para! Quero gozar primeiro com o teu tacape.
A safada, começou a cavalgar como uma égua no cio...
-Ai, como é difícil de entrar! Dói!!!!
-Ah meu deus que delícia! Me arromba monstro, esfola essa boceta!
Mal tinha começado a penetrar, e a gulosa já tinha gozado várias vezes...
Fodia com toda energia possível, e o cacete entrava cada vez mais fundo...
-Destrói essa boceta, fode, vai, eu aguento!!!
A putinha sentava até o talo, gritava num misto de dor e imenso prazer; socava forte, meu pau dobrava no fundo daquela égua...
Os espasmos, orgasmos se multiplicavam, me segurava ao máximo, pois queria jorrar muita porra naquela boquinha, e fazer a fêmea ter o máximo de orgasmos que seu corpo poderia suportar...
Louco de desejo, gritei:
-Fica de quatro cadela!
Juliana prontamente atendeu, batia com o meu pau com enorme fúria em sua deliciosa bunda, e na entrada da boceta.
Ela implorou:
-Por favor, no cu não, no cu não, continue a destruir minha boceta...
Atendi o desejo da fêmea, e meti com enorme vigor em sua bocetinha:
-Ai, ai, ai, como dói! Está me arrombando seu puto, tá me rasgando!!!!
-Como é bom dar para um macho de verdade!!! Ahhhhhhhhhh! Não paro de gozar! Ahhhhhhhhhhhh!
Não suportava mais todo aquele prazer, retirei o tronco para fora, a gata exausta se debruçava na canga, enquanto jorrava porra por todo o seu maravilhoso corpo...
Juliana foi andando para casa, de uma forma estranha, meio que mancando, mas sabendo finalmente, o que é ser comida...
Eu, com uma imensa felicidade, por ter conhecido, minha nova e deliciosa amante... Foi nosso primeiro encontro de muitos...

Interessadas em todo esse prazer? Me adicionem!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.