"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Minha enteada, tara que virou obsessão


autor: Petedoherty
publicado em: 24/07/16
categoria: hetero
leituras: 6816
ver notas


O que venho contar hoje é uma historia real, historia que vivo a 5 meses.

Tenho 29 anos e me envolvi com uma mulher de 40 anos, em 2012, era minha advogada (hj esposa), loira, baixinha, gostosa, 10 a zero em muita garotinha. Alem do profissional (advogada trabalhista) começamos a sair, botecos, boates, até que um dia no auge do alcool me beijou e na boate mesmo tivemos nosso primeiro contato intimo (nunca tinha ganhado um boquete tao gostoso).

Após 3 meses, passamos a namorar, conheci sua família, pai, mãe e a perdição : " sua filha de 14 anos". Gente nunca me imaginei com uma menina desta idade.. pra falar a verdade pra mim ainda era uma criança...

minha enteada teve contato com o pai so ate os 3 anos, depois o doido sumiu no mundo. desde o primeiro contato tivemos muito carinho e ate entao respeito um pelo outro.

Este ano, 2016 ela completou 18 anos, puts, ela esta muito gostosa, casei com a mae dela ano passado (diferença de 14 anos de idade entre eu e minha esposa) mas cabe falar que as duas tem quase que o mesmo corpo, duas baixinhas e gostosas.

agora começa o interessante, em dezembro dia 26 viajamos para a casa de praia dos meus sogros, minha esposa so poderia ir no dia 29 junto com os meus sogros por causa do trabalho. entao fomos eu e minha enteada. No primeiro dia passamos a maior parte do tempo na praia, pois o calor era de matar, dentro dagua carreguei ela de cavalinho (com aquela xaninha em minha nuca) brincamos de passar um debaixo da perna do outro mergulando e ai começou os sarros, juro que em quatro anos de relacionamento somente nessa viajem comecei a reparar o quanto ela era gostosa. uma das vezes que mergulhei fingi de bobo e meti a cara na bunda dela, fiquei meio sem graça mas ela bricou dizendo "por ai nao tem passagem nao" rssss.

La pras 5 da tarde fomos para casa, chegamos la exaustos, ela foi tomar banho e fiquei preparando algo para comermos, depois eu fui tomar banho.

quando voltei para a sala ela estava de top e sainha. detalhe, nao entendi porque mais seus biquinhos de seios estavam pontudinhos e duros. fiquei doido. comemos e pedi creme de pele emprestado, ela buscou e perguntou se eu queria que ela passasse, eu disse que sim e ela passou no meu rosto, minhas costas, peio e coxas, pois foi onde fiquei vermelho de sol.. (meu pau latejando ja), falei com ela agora é minha vez, ela se deitou e comecei a passar

nos ombros, costas, pulei a bunda, coxas. mandei ela virar de frente e passei no rosto, barriga e coxas (pau explodindo). ela vai e fala assim, com todo respeito papis, voce pode passar no meu bumbum e no meu peito. (senti minha cueca molhar). falei que pegava mal e o que os outros ia falar, ela respondeu que nao tinha ninguem, entao eu sem abusar passei nos seis que ficaram durinhos, e depois na bunda (nao demorei, foi rapido).

Ela foi dormir e eu fui pro banheiro e bati duas punhetas seguidas pensando nela e sentindo o cheiro de seu bumbum em minha mao....me arrependi, puts, ela é quase uma filha minha.

acordei com ela pela manha ja de biquini pulando em cima de mim me chamando pra ir pra praia, quando ela pulou tomei um susto, pois no segundo pulo seu peito pulou pra fora do biquini, (com todo respeito avisei ela, porem meu pau deu sinal de vida) troquei de roupa e fomos para a praia. fizemos as mesmas brincadeiras do inicio do conto porem começamos a falar sobre sexo. ela se abriu pra mim falando que ja tinha tido uma experiencia, que nao foi muito boa, pois foi quando ela perdeu a virgindade e durou somente uns 5 minutos a relação. pois minha esposa chegou e pegou no pulo (a danada nunca havia me contado isso) depois disso ela em falou que nao faria mais nada com ele pois foi horrivel. (o do gente, se fosse eu rsssssssss), me contou que nao chupou e nem foi chupada, simplesmente o cara a deitou, abriu as pernas e começou a penetrar,...nem pegar no pinto ela falou que pegou. eu contei algumas coisas para ela, falei que no tempo certo ela aprenderia tudo.

Voltamos pra casa, ela tomou banho, eu tomei e pedi o creme de novo. desta vez eu fiquei so de sunga pra ela passar creme em mim. ela começou pelas costas, bumbum (fiquei meio sem graça) e coxas, quando virei de frente ela arregalou o olho e disse: NOSSA PAPIS O QUE TE FIZ QUE VC FICOU DE PINTO DURO, eu disse que era normal pois adoro massagem mas que se ela quisesse poderia parar, ela disse que nao e começou a passar creme no meu rosto, peito, barriga, pulou o mastro, foi pra coxa e pernas. eu dominado pelo tesao falei com ela que com todo respeito poderia passar creme em meu mastro se quisesse (19 x 6), ela corou o rosto mas falou ta bom, pus pra fora, ela pegou com uma mao e começou a passar o creme, eu disse pega com as duas ela pegou, mas rapidinho passou o creme e guardou na sunga. falou que agora era minha vez, passei creme nela toda e ela pediu pra passar nos seios e na bunda como no dia anterior, quando achei que tinha acabado a brincadeira ela falou se eu nao ia passar em sua menininha (xoxotinha quase virgem). gelei, pensei em parar, a brincadeira fugiu do controle, eu fugiria do controle ne.....ela falou anda logo, ai foi tarde, lambusei a mao e comecei devagarinho, quando falei que tinha acabado ela falou que nao pois queria mais creme (eu senti o que ela queria) comecei a penetrar a ponta do dedo e passar creme, ate no cuzinho eu fui, nisso ela falou que tava sentindo algo estranho que estava ficando doida e começou a gemer e pedir pra mim passar mais rapido e enfiar o dedinho. de repende ela ficou imovel olhando pra mim (gozou na minha mao), se levantou, vestiu roupa e se trancou no quarto. fiquei com a conciencia pesada, porem foi ela que pediu. chamei ela pela porta e perguntei se estava tudo bem e ela respondeu que sim que iria dormir. me deitei , de repente ela apareceu na porta do quarto é disse que era pra mim nao contar pra ninguem o que ela fez, e o pior, o que eu fiz ne......disse que tudo bem, no dia seguinte minha esposa chegaria. Nesta noite bati umas 4 punhetas...

Acordei, olhei no relogio, faltava 5 horas para minha noiva chegar, reparei que nao fui acordade entao fui ao quarto dela, ela dormia igual a um anjo, dei duas batidas na porta e ela abriu os olhos. olhou pra mim e me chamou, deita aqui comigo. deitar eu nao deitei, somente sentei ao lado de sua cabeça e comecei a acariciar seus cabelos. ela puxou o assunto que falou que amou o dia anterior, que queria repetir porem o oposto, desta vez eu seria o beneficiario, nao resisti e falei entao tem que ser agora, e ja coloquei o pau pra fora, ela vei com a boca e começou meio que desconcertada, mas depois foi melhorando, nao resisti e pus a mao em sua xoxotinha, estava seca mais foi se melando rapidamente, comecei a socar o dedo com força e ela chupando cada vez mais, ate engasgava, nao aguentei, virei ela de quatro e ela falou que isso, eu disse vc vai ver, fica assim, corri no quarto peguei uma camisinha pus no pau, dei um beijo na xaninha, e rola dentro. fui meio ignorante, acho que ate machuquei na entrada, porem aos poucos ela foi se soltando, meti com vontande, trocamos de posição, papai e mamae, nessa hora ela tentou beijar minha boca, porem nao deixei, sei la, mas achei que nao rolava, coloquei ela de 4 de novo, lambi sua xaninha , seu cuzinho e meti na xana de novo, ela gozou, urrou como uma vadia. quando me veio a vontade de gozar tirei o pau, joguei a camisinha de lado tendei levar na boca dela mas gozei antes em sua barriga, cai exausto sobre a cama, dei um beijo na sua testa e a mandei tomar banho, voltou conversamos sobre o que fizemos e ela falou que queria mais, que queria aprender tudo comigo. tomei banho tambem, comemos algo e minha noiva chegou com sua familia. agimos normalmente e ninguem desconfiou de nada.

Por pouco eu esquecia de consumir com a camisinha usada do cesto de lixo do banheiro.

obs. comi minha esposa na noite pensando na filha.....

Quanto eu tiver tempo conto como foi nossos outros encontros.

Se você gostou do conto e quer se corresponder, escreva para: escritordecontos80@yahoo.com




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.