"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Conquistando suas alunas - p. 1


autor: ElLoco
publicado em: 27/07/16
categoria: hetero
leituras: 1851
ver notas


Aquele professor de 25 anos adorava suas alunas. Não todas, porque para ele, as feias que lhe desculpassem, mas beleza era fundamental. Ele vivia sonhando e escrevendo coisas picantes sobre aquelas alunas do primeiro ano do ensino médio. Sonhava com o dia em que estariam ele e mais uma, duas ou três de suas alunas preferidas... sozinhos numa sala ou em sua casa. Victoria, de 16; Bia, de 15; e Lorena, de 16. Essas três eram as favoritas. Das três, Victoria era a mais atirada.

Houve um dia em que Victoria, enquanto seu professor corrigia uma prova, sentou-se na coxa dele. Ele levou um susto, e falou, com delicadeza, para que ela saísse. Ele estava sozinho em sala, e Victoria entrou de mansinho. Victoria saiu da coxa dele, e ficou olhando pela janela da sala. O professor perdeu a concentração, pois Victoria estava em frente à mesa dele, e de lado. Na cabeça dele...


"... ele deixou Victoria ficar sentada na coxa dele, esfregando a bunda nela, sobre o pano da calça dele. A bunda de Victoria não era grande, mas tinha um volume e um formato de deixar qualquer homem louco. Victoria ia pra frente e pra trás. Aquela jovem transpirava sexo. O professor mandou Victoria sentar na mesa, de frente pra ele. A bucetinha dela, sob a calcinha e a calça clara ficou frente a frente com ele. O professor segurou as coxas de Victoria e deu uma lambida na região da bucetinha. Começou a ficar esfregando e massageando ali, deixando Victoria louca. O professor abaixou o zíper da calça dela, desabotoou-a, e ali mesmo, tirou a calça dela. Victoria chegou mais perto da cara do professor, que começou a chupar a virilha dela. Que delícia, a língua do professor se metia dentro da calcinha de Victoria, que se remexia na mesa. O professor, com o polegar, massageou os lábios da bucetinha... ainda não havia tirado a calcinha dela. De sopetão, ele a puxou para um beijo molhado, língua com língua, e enquanto isso, arranhava as coxas da sua aluna... Victoria implorava para ser devorada. O professor, sem perder tempo, arrancou a calcinha dela. Victoria jogou a cabeça pra trás. Sob sua blusa, já dava pra ver que seu tesão era enorme... O professor lambeu de baixo pra cima a bucetinha carnuda de Victoria:

- Aii, vai professor, assim, chupa com força! - o professor apertava as coxas de Victoria enquanto chupava e lambia os lábios e o grelinho - Me fode com a língua, me devora, sou toda sua!!! - O professor estocava a bucetinha com a língua e dois dedos, bem rápido, bem forte. - Delícia, vou gozar na sua boca, safado! - a língua dele já estocava a grutinha dela, quente e cheirosa. - Aiiiii!"


Victoria percebeu que seu professor havia parado de corrigir a prova, e aproveitou para perguntar:

- "Fessor", você ficaria com alguma aluna?



FIM DA PRIMEIRA PARTE! Espero seus comentários! O que acham da primeira parte?




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.