"Os mais excitantes contos eróticos"

 

CONSOLADA APÓS O TREINO!


autor: Amora
publicado em: 31/05/15
categoria: hetero
leituras: 8373
ver notas



Após me afastar de Javier prometi a mim mesma que não me envolveria sentimentalmente com mais nenhum homem, apesar de meu envolvimento com Javier ser mais pelo lado sexual do que afetivo!
Porém em meio a confusão que eu formava em minha vida, estava Raul!
O pobre, porém delicioso instrutor da academia, ficou um tanto assustado comigo. Afinal abordei ele de maneira não muito formal!
Fazia uns 3 meses que ele havia começado a trabalhar na academia, nunca tivemos intimidades, conversávamos mais sobre series de exercícios, nunca conversamos sobre a possibilidade de trocarmos um simples beijo e eu o convidei para um ménage!
Se conversávamos pouco antes do ménage, após conversávamos menos ainda, logicamente que agora Raul me via com outros olhos e eu a ele também!
Mas nos mantínhamos distantes um do outro!
Depois que parei de sair com Javier, fiquei sem sexo por algumas semanas, e isso já começava a me incomodar.
Em um dia de treinamento na academia, comecei a olhar com interesse Raul, talvez seria a hora de tentar uma aproximação.
Quando acabei minha seção de treinos me dirigi até Raul e o chamei para tomar um suco na lanchonete, ele aceitou mas me pediu que o esperasse por uns 15 minutos!
Após meia hora de espera eu já me preparava para ir embora, quando Raul finalmente apareceu, pediu desculpas pela demora e sentou se na mesa comigo.
A principio mostrávamos certo constrangimento em conversar, até que Raul perguntou!
"Por que eu?"
Expliquei a ele toda situação criada por Javier e finalizei dizendo que havia chamado ele, pois me sentia atraída sexualmente por ele!
Daquele ponto adiante nosso papo fluiu melhor durante a 1 hora seguinte!
Quando já não tínhamos quase mais assuntos a se falar, me levantei parei ao lado dele me abaixei um pouco e sussurrei em seu ouvido!
"Quer transar comigo?"
E sai caminhado em direção ao estacionamento, talvez não acreditando no que acabara de ouvir Raul demorou um pouco para se levantar, mas ainda sim conseguiu chegar ao estacionamento e rapidamente me prensando contra o carro começou a me beijar, algo que não havia ocorrido em nosso ménage!
Após nos beijarmos ardentemente, partimos para o motel mais próximo!
Assim que entramos no quarto, eu rapidamente fui tirando a roupa de Raul, depois de deixa lo todo nu, me agachei e comecei a chupa lo!
Enfiava todo aquele pau branquinho de 18 cm em minha boca e quando eu tirava, batia com ele em meu rosto!
Raul observava minha performance e perguntava:
"Você gosta de chupar rola é?"
Eu apenas balançava a cabeça afirmativamente
Então pedi que Raul, solicita se preservativos e um gel lubrificante!
Raul sentou se na cama e eu entre suas pernas continuei a chupa lo!
Quando chegou os preservativos e o gel lubrificante, Raul levantou se para pega los, eu aproveitei para tirar minha roupa.
Assim que tirei minha calcinha Raul se espantou pelo fato de ela estar toda melada!
Olhei para ele e disse "Fiquei assim só de chupar seu pau delicioso!"
Raul passou a mão em minha encharcada buceta e levou em seguida a sua boca para sentir meu melzinho!
Fiquei de quatro na beira da cama e pedi para Raul comer meu anelzinho!
Raul começou a beijar minha bunda e depois começou a brincar com seus dedos em volta de meu anel!
Despejando o gel lubrificante em meu cuzinho, Raul começou enfiando um dedinho dentro dele e depois outro!
Após ele brincar um pouco com seus dedos em meu anelzinho, pedi que ele enfiasse o pau em meu cú, pois eu estava morrendo de tesão!
Raul penetrou com calma e bem devagar ficou fazendo movimentos de vai e vem!
A sua estocada lenta, me fazia delirar de tesão, sentia lentamente centímetro por centímetro me penetrar!
Raul penetrava tão devagar que a impressão que dava é de que ele queria aquele momento nunca acabasse!
Se sua penetração era lenta, minhas mãos eram rápidas e estimulavam meu clítoris!
Em meio aos meus gemidos falei que estava próxima de gozar!
Raul parecia não querer ficar para trás e aumentou suas estocadas em meu anus!
Com o aumento das estocadas de Raul meu tesão aumentou também e cheguei ao orgasmo!
Raul também não demorou a gozar!
Depois que gozou Raul foi encher a hidro e enquanto esperávamos a banheira encher, ficamos nos beijando deitados na cama.
Quando notei que o pau de Raul já estava duro novamente, começamos a fazer um delicioso 69!
Próximo de Raul gozar ele tentou me fazer parar de chupa lo, mas foi em vão!
Enquanto Raul falava "Para, para, para!', eu me deliciava com sua porra que jorrava, enquanto eu esfregava minha chana em seu rosto!
Com meu rosto todo gozado sentia a língua de Raul, em meu clítoris me arrancando gemidos e me levando ao orgasmo!
Depois de limpar o rosto eu e Raul, começamos a relaxar na hidro.
Raul fazia uma relaxante massagem em minhas costas enquanto conversávamos mais.
Pouco a pouco fui sentindo o pau de Raul endurecer e tocar meu bumbum!
Perguntei a ele se aguentaria fazer mais uma vez?
Raul respondeu, dizendo que aguentaria mais quantas eu quisesse!
Após Raul colocar proteção eu sentei em sua pica, e comecei a rebolar, ele apertava meus seios e mordiscava minhas costas, enquanto eu gemia como uma putinha que sou!
No ponto para ter mais um orgasmo, me ergui um pouco me apoiando na borda da hidro e pedi que Raul me estocasse com vontade!
Novamente eu gozava, saciando minha vontade de sexo!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.