"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Estuprada pelo próprio marido


autor: Scarlett_kay
publicado em: 01/08/16
categoria: aventura
leituras: 9356
ver notas


Depois de um dia trocando mensagens com dupla interpretação, um provocando o outro, chego em casa e você já está me esperando só de cueca e pau duro.

Mal passo pela porta e sou recebida com um beijo quente e devorativo, você me abraça, me aperta, seus beijos me deixam mole de tanto tesão. Você puxa meus cabelos pra trás e tem acesso ao meu pescoço, isso me faz gemer e arrepiar toda. Deixo a bolsa no chão e tiro meus sapatos.

Você praticamente me arrasta para o quarto e ajuda a tirar minha roupa, cada peça é retirada e marcada com beijos e mordidas em minha pele, os gemidos são inevitáveis.

Quando chega a vez do sutiã, aaahhhh, você abre o fecho com maestria enquanto beija meu pescoço, ao retirar a peça sua boca encontra o bico rijo e tanta excitação, você mama cada um sem pressa, abocanha e me tortura ainda mais, estou gemendo e implorando por mais.

Ao tirar a calcinha faço uma graça, empino a bunda encostando em seu pau duro e pronto para me possuir. Você me joga na cama, abre minhas pernas e me come, abre ainda mais minhas pernas e mete fundo, reclamo que não está muito bom, mas você me ignora. Está cego de prazer, quer me possuir de qualquer maneira, as estocadas são fundas, você urra de prazer, seu saco bate em minha bunda a cada estocada, você geme cada vez mais alto.

Agora você põe minhas pernas em seus ombros para que seu pau entre mais fundo, mete com vontade, me chama de puta, cachorra, vadia e me fode com força. Meus peitos grandes balançam no mesmo ritmo que suas metidas, você segura um deles com tanta força que acho que vai arrancar, protesto sem resultado.

Apesar da violência inesperada, esta tudo muito bom, você começa a falar palavras desconexas, bate forte na minha bunda, uma, duas, três vezes me chamando de putinha e anuncia o gozo. "Eu vou gozar sua puta gostosa, que buceta deliciosa, toma meu leite sua cachorra, toma, toma...aaahhhh gozei sua cadela, sente o leite quente do seu macho sente".

Enquanto você goza, eu contraio os músculos da minha xaninha apertando ainda mais seu pau e você vai a loucura gritando de prazer.

Sua respiração está ofegante, um sorriso enorme no rosto, seu pau ainda dentro de mim e sua porra escorrendo pela minha bunda, você está olhando nos meus olhos e parece hipnotizado. Até que você deita sobre mim e me beija, exausto sua respiração vai diminuindo, você escorrega para o meu lado e simplesmente adormece.

Hoje ficamos no 1x0, mas se prepare que irei cobrar bem caro por isso.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.