"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Meu namorado virou um tarado!


autor: PsicoPutinha
publicado em: 02/08/16
categoria: hetero
leituras: 4924
ver notas


Olá delícias, como vão vocês?

Vim contar uma loucura que ocorreu hoje, esta manhã, (no caso ontem 01/08, pela hora) que me deixou de queixo caído e pernas bambas também rs.

Como eu ja havia dito nos meus outros contos, meu namorado não me satisfaz sexualmente, e digamos que ele não tem a "pegada".
Mal eu sabia que isso estava pertinho de mudar.

Pois bem, o meu namorado que é advogado e estava trabalhando em outro estado, me ligou ontem a noite dizendo que chegaria esta madrugada, que viria me ver de manhã, e que traziam com ele "surpresas", eu pensei que fosse só um presentinho ou algo assim e até me esqueci disso. Ok.
Às 9:00 da manhã ele apareceu aqui, quando abri a porta perguntei como foi a viagem, e ele nem chegou a me responder, ja foi metendo a mão na minha bunda, apertando meus seios, e beijando meu pescoço, só parando para perguntar se tinha alguém em casa, eu não acreditava mesmo naquilo, ele estava tão... TARADO.
Após eu responder ofegante que estava sozinha ele foi me levando em direção ao meu quarto, ja tirando minha blusinha de pijama e chupando meus seios, lambendo e mordiscando os mamilos, enquanto tirava o meu shortinho, meteu a mão na minha bucetinha e começou a me chupar enquanto enfiava dois dedos nela, ele chupava meu grelinho, mordiscava, lambia... Ah que delícia, ele nunca me chupou direito, e tão gostoso assim...
Eu quase gozando resisti, e usando a voz mais safada e dengosa que consegui disse:
- Vem cá amor, deixa eu te chupar vai? Quero enfiar esse teu pau todo na minha boca!

Ele me deu um tapa na bunda, tirou a calça e deitou só de cueca na cama, louca com aquele volumão (que ele agora sabia usar), baixei a cueca com as duas mãos, libertando aquele pau gostoso e logo caí de boca, olhando para aquele rostinho danado mordendo os lábios, ele me segurava pelo cabelo me fazendo engasgar com o pau, e gemia gostoso pra mim.

Então ele disse:

-Sobe em mim cachorra!! Vem? Sobe aqui safada, vem rebolar no meu pau!!

Eu mais que prontamente, subi nele, descendo lentamente, sentindo aquela tora entrar todinha dentro de mim. Comecei a quicar devagar, rebolando e fazendo carinha de safada. Fui aumentando o ritmo e ele de repente me jogou de quatro na cama, me forçando a ficar com o rosto no colchão e bundinha pra cima, enfiou com tudo na buceta e começou um vai e vem frenético, num ritmo implacável, ele metia com tanta força que o barulho das bolas dele batendo na minha bunda era super alto. Eu só gemia alto, gritava mesmo e falava coisas desconexas... Ele foi aumentando o ritmo gemendo alto e me segurando pela cintura, acabando com a minha bucetinha. Mudamos de posição e fiquei de costas na parede, ele veio por trás, levantou minha perna e começou a meter, dessa vez mais forte, mais agressivo, apertando meus peitos e me chamando dos nomes mais sujos:

- Ahhhhh isso cachorra, vagabunda, é assim que você gosta é? Sua putinha, to te arrombando toda sua puta, ahh vagabundaaa!!!

Eu não aguentei e gozei maravilhosamente, gritando e tremendo, desfalecendo no pau dele.

Fomos pra cama onde fizemos um 69 gostoso e gozei mais uma vez, gritando o nome dele, ele gozou na minha boca, batendo na minha bunda com força, eu olhei pra ele, que sorriu ao me ver de boca cheia e engoli a porra todinha, ahhh que delícia foi hoje.

E agora, eu tô aqui, feliz da vida, deitada peladinha na minha cama, contando pra vocês e morrendo de tesão de novo.

Bom, espero que vocês tenham gostado, porque eu adorei toda esta experiência Rsrs.
Não deixem de comentar e classificar o conto. Mandem solicitações de amizade também, pois como sabem, sou nova aqui. Beijinhos molhados e lambidas no pau! Até a próxima.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.