"Os mais excitantes contos eróticos"

 

com o cú na mão final


autor: wcpassarinho
publicado em: 04/08/16
categoria: hetero
leituras: 1655
ver notas


Ola me chamo Marcos fictício mas os contos são reais vividos por mim, hoje vou dar continuidade ao conto passado e para quem não leu o com o cú na mão não vai entender esse aqui.
Depois de muitas discussões entre o boi e a mulher com que eu estava transando o boi falou: Muuuu. Brincadeira 😜.
O boi falou esperem aqui vcs estão fudidos vou fuder vcs foi na cozinha e pegou uma faca comecei a me tremer ele me falou, filho da puta vc gosta de comer a mulher dos outros seu talarico e mesmo com medo me veio uma idéia, senhor eu so estou fazendo meu trabalho ela me contratou eu tenho que fazer o serviço.
Ele: Que serviço o que seu filho da puta e veio em minh direção.
Eu: Ca cá calma senhor cuidado com essa faca podemos nos machucar.
Ele: Podemos não,eu posso te matar.
Eu: Se acontecer algo comigo minha agencia sabe onde eu estou e daqui umas 2 horas o motorista cem me buscar.
E a mulher do boi chorando.
Não amor não mata ele por favor ele esta falando a verdade, mas é mentira ele chegou mais perto eu pelado o meu pipi sumiu meu cú não passava nem peido ele encostou a faca no meu umbigo e ai fudeu, comecei a me mijar todo e no tapete dele.
Pense num boi que virou toro.
Filho da puta vem na minha casa come minha esposa usa minha toalha e micha no meu tapete se ta louco?
Me me me perdoeee senhor.
Dona Maria nem precisa me pagar sondeixa eu ir embora.
Ir embora vai um caralho eu já sabia que vc ia vir aqui eu filmo tudo o que vcs fazem.
Ela como e el foi na mesa pegou um bibelô e mostrou aqui eu filmo tudo seus otários vc não é pg filho da puta vc fode minha esposa como eu fudia ela quando eramos novos porque vc fez isso comigo sua vadia?
Ela : Não tenho o que falar.
Ele: Vc gosta de dar pra ele né?
Ela:Gosto mas não vou fazer mais prometo.
Ele: Promete?
Ela:sim ,prometo.
Ele: Mas não vai mesmo vou matar ele.
Ela: Não. Amor não faz isso.
Ele começou a coçar a cabeça foi pra um lado pro outro sentou no sofá olhou nos meus olhos eu com um puta frio mijado e ela aos prantos ele falou: Vai pro banheiro e toma banho e volta aqui.
Assim eu fui ele subiu junto e ela chorando.
Ele falou toma banho de boa não vou te matar.
Eu falei obrigado com voz trêmula.
Ele desceu e liguei o chuveiro depois de alguns minutos eu ouvi vaca filha da luta vc gosta de dar pra ele e metendo nela de 4 com raiva comendo ela com gosto ele gritou desce aqui molhado filho da puta e peguei eles transando ele falou desce e eu obedeci, ele falou agora sua puta chupa ele vau to mandando chupa r ela me chupou e ele foi metendo nela com força e raiva ela me chupava el meu pipi aumentava ele fudeu com ela e que raiva foi tenso a transa. Ele gozou ela gozou e eu nada.
Ele falou: Mano vamos fazer um seguinte.
Eu tenho várias filmagens de vcs aqui transando eu vejo e viajo como vc come ela quando ela quiser dar pra vc ela pode dar mas ela tem que me avisar vcs querem? Ela falou tem certeza ele falou que tinha certeza e ele adora ver mas que quando ele quiser comer outra mulher ele tbm poderá mas ele falará.
Ela topou e assim se foi hoje faz 2 semanas do ocorrido e amanhã de manhã tem uma festa com eles.
Mas antes de terminar tenho que resaltar que fiquei com o cú na mão.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.