"Os mais excitantes contos eróticos"

 

DIÁRIO DE VERONICA


autor: Maisprazer
publicado em: 12/08/16
categoria: outra
leituras: 1256
ver notas


Olá, vamos conversar um pouco sobre a minha recente descoberta.
Precisei passar uma semana em Recife/PE para resolver algumas situações e me hospedei na casa de Veronica, uma amiga que conheci nas redes sociais há dois anos. Fui muito bem recepcionada por sua família e fiquei em seu próprio quarto. Numa saída para resolver algo logo no dia seguinte de minha estada, voltei cedo para casa e a Veronica ainda não havia chegado. Fui para o seu quarto pra tomar um banho e comecei a procurar em seu roupeiro uma toalha e me deparei entre as toalhas com um diário da Veronica. Pensei em abrir e ler, porém, sabia que era falta de ética faze-lo. Deixei onde estava e fui tomar meu banho.
Deixe-me descrever a Veronica pra vocês: Uma loira de olhos verdes, 1,65 de altura, cintura bem definida, bumbum redondinho e arrebitado e um par de pernas que dava inveja a qualquer mulher e com certeza o sonho de consumo de quaquer homem que a visse, ainda que fosse o mais santo.
Lhe pergunto: - Você caro leitor, sentiria curiosidade de ler aquele diário depois de ler essa descrição da Veronica?
Imagina eu, que estava dormindo no mesmo quarto daquela gata e via ela sair do banho toda nua; perfeição da natureza que fora muito generosa com ela e naquele exato momento o tinha em minhas mãos. Estava tomando o banho e os meus pensamentos não saíam daquele diário - O que será que guarda aquele diário? Que segredos tem ali? Não me contive de tanta curiosidade. Saí do banho e fui direto ao roupeiro, me apossei daquele diário e comecei a ler, me deparei com algo alucinante e muito, mais muito excitante.
Me surpreendi com tudo o que estava descobrindo. E a cada palavra que eu lia uma enxurrada de sensações tomavam conta do meu corpo ainda nu, fresquinho, recém saído do banho; a minha buceta palpitava e ficava molhada de tanto tesão, delícia de sensação. Deitei na cama e debrucei sobre aquele diário lendo-o vorazmente e alucinada de tanto prazer, loucamente entusiasmada com a Veronica, nunca imaginara saber a respeito do que estava lendo em seu diário. Em dois anos de amizade, ela nunca havia sequer comentado sobre isso.
E foi tomando conta de mim, aos poucos incontrolavelmente meu corpo se mexia, remexia, roçava uma perna na outra de tanto tesão, minha buceta pedia toques, carícias, lambidas e chupões. Enquanto lia deslizava uma das mãos pelo meu corpo começando pelo peito apertando-o forte (ai - sussurrei) e escorregando até alisar com a palma da mão minha xoxota molhada e palpitante voltando pela coxa, bunda e subindo até enfiar o dedinho na boca e chupa-lo devagar deixando-o bem molhado. Depois comecei a dedilhar meu grelo com o dedo molhado de minha boca em movimentos circulares e descendo pela abertura da vagina levando parte do suco que escorria de tanto tesão que sentia até chegar ao meu delicioso cuzinho fazendo movimentos circulares em volta dele deixando-o também molhadinho enquanto soltava gemidos e rebolava a bundinha acompanhando o movimento do dedo. Estava louca, alucinante sensação de tesão e prazer, já preste a gozar. Mais uma vez levei meu dedo a boca sentindo o meu gosto do suco que saía de minha xana, e molhei-o novamente e enfiei em minha buceta rebolando e contorcendo-me toda em cima da cama mergulhada na leitura do diário fascinante. Quanto mais eu lia, mais vontade de transar eu sentia. Coloquei mais um dedo e comecei a socar minha xana intensamente a com outra mão esfregava meu grelo com rapidez, tudo já lambuzado de saliva e o suco do meu tesão que era demasiadamente enlouquecedor ao ponto que comecei a gozar e uivar de tanto prazer, soltando gritos e gemidos e pulando em cima da cama freneticamente e incontrolável. Foi uma das maiores gozadas que já tive sozinha. Foi maravilhoso! Gozei tanto que me encolhi toda e fiquei parada para me recompor da ofegante sensação que acabara de experintar. Quando me dei conta estava acordando e me recompus e guardei o diário no mesmo lugar, a Veronica estava prestes a chegar.

No próximo conto falo pra vocês o que me fez sentir aquela maravilhosa e frenética sensação.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.