"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Desejo proibido


autor: Scarlett_kay
publicado em: 12/08/16
categoria: casual
leituras: 2886
ver notas


Uma hora ou aproximadamente isso, só nós dois em um quarto de motel, é o tempo que precisamos para concretizar nossa brincadeira. Chega desse jogo de sedução, com massagens por cima da calça durante reuniões, fingir que vai pegar algo do outro lado da mesa, só pra passar a mão no meu peito. Vamos para algo concreto, você está louco para que seu pau esteja na minha boca e eu estou louca para chupá-lo e em seguida que ele esteja dentro da minha bucetinha.

Não dá mais pra continuar do jeito que está, preciso ir pra cama com você, preciso sentir seu calor, sua boca no meu corpo, minha boca no seu corpo, no seu pau. Quero te dar prazer e quero ter muito prazer com você. Dane-se se é certo ou errado, não quero pensar nas consequências agora, agora eu só quero você.

Você tem invadido meus sonhos e acordo molhada de tanto tesão. Em meus sonhos você está na cama, encostado na cabeceira, vidrado na forma como eu estou te chupando, a respiração pesada, seus gemidos, suas mãos agarrando o lençol... Seu mastro entra e saida minha boca, ele está babando , eu chupo, masturbo, arranho seu saco e você está gemendo e pedindo mais. Sinto que você está quase gozando, então diminuo o ritmo, você me olha surpreso, me pede pra eu não parar, retomo o ritmo até você gozar.

Agora você está deitado, recuperando seu fôlego, deu ao seu lado puxo o lençol, pois tenho vergonha do meu corpo, fico te olhando sem dizer nada, até que você vem, encosta sua boca na minha e diz que adorou...

Então abaixa meu lençol e encontra meus seios, na primeira lambida eles reagem e ficam com os bicos entumecidos, você chupa tão gostoso, posso gozar assim.

Sua mão desce até minha bucetinha, ela está lisinha, quente e toda molhada, você acaricia lentamente, seus dedos vão explorando cada centímetro dela, estou ofegante, pois você não para de chupar meus peitos. Quando você encontra meu clitóris meu gemido sai mais alto do que eu esperava. Você intensifica a massagem e estou quase gozando. Meu mel está escorrendo e você enfia seu dedo nela para liberar mais, você mete com vontade e eu gozo na sua mão e boca.

Se pau já está vivo novamente, então você se ajoelha na entre minhas pernas, passa o dedo na minha xaninha e lambe meu mel, passa novamente e agora você coloca seu dedo em minha boca e sinto meu próprio gosto, estou saboreando seu dedo e você mete seu pau com tudo, gememos ao mesmo tempo, cada estocada é seguida de palavras desconexas, você abaixa e mama no meu peito e eu gozo novamente. Meu corpo está todo arrepiado e sensível.

Você pede pra eu ficar de 4, você encaixa sua rola e mete na bucetinha até gozar, puxando meus cabelos, dando tapas na minha bunda e me chamando de safada, sem vergonha, carinha de santinha mas é uma verdadeira puta, cachorra! Nesse momento sinto sua porra quente escorrendo em mim. Deito exausta e você deita sobre mim, mordiscando e beijando minhas costas, volto a ficar arrepiada. Ficamos assim até recuperarmos o fôlego.

E aí? Seria ou não uma delícia realizar esse nosso desejo? Tornar realidade esse sonho?





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.