"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Os 2 buraquinhos da minha professora


autor: Historiador
publicado em: 20/08/16
categoria: aventura
leituras: 6612
ver notas


Sempre tive fetiche nas minhas professoras, especialmente em Anna, minha professora de português dos últimos 5 anos no colégio.

No terceiro ano do ensino médio (2011) isso aumentou porque começamos a nos ver com mais frequência: tinha 3 aulas com ela por semana e alguns dias no contraturno ela me recebia para corrigir textos meus. Como o colégio funcionava os três turnos, algumas vezes ficávamos até a noite porque ela também era coordenadora do noturno, mas quase não tinha trabalho.
Era baixa, branca, seios pequenos, tinha cabelos pretos na cintura, e quadris largos além do comum com uma bunda bem redonda. 29 anos. Mas o que mais me excitava nela era a boca enorme que ela tinha, sempre me imaginava enfiando o pau naquele bocão e socando na garganta profunda dela.

Ela havia mudado muito sua atitude comigo naquele ano, passou a me olhar de forma muito invasiva. Talvez porque como estava malhando muito, estava com um corpo que de fato atrai algumas mulheres.
Perto do Exame (Enem) começamos a passar mais tempo a noite cada vez mais tarde. Eu estranhava tanta dedicação por parte dela, afinal eu era só mais um aluno.

Ela exigia muito de mim, o que me deixava excitado. Adoro mulheres intelectuais e metidas a mandonas. Até por email me passava dicas, lições, e de vez em quando algumas mensagens de boa noite com sutis insinuações que eu não sabia se se tratavam mesmo disso. Até que um dia (sexta antes do enem) chegou um email diferente, não tinha assunto nem mensagem, apenas uma anexo, uma foto. Curioso, abri e fiquei muito surpreso com o que vi: uma foto dela nua. Na foto ela tinha 3 dedos melados dentro da buceta como se tivesse se masturbando. Deu pra ver também o cuzinho e que ela era bem peluda.

Não deu tempo nem de gozar praquela delícia e nem sabia o que responder. Tive que sair pra me encontrar com ela, que marcou comigo às 18h na sala que normalmente eu tinha aula. No caminho, fiquei pensando se ela mandou por engano mas quando cheguei, esqueci o pensamento e fui direto à sala. Ela estava com vários alunos (o que não entendi)... "gente. Hoje também vou aplicar uma prova de segunda chamada para Juan que é meu aluno da manhã. Entre Juan. Sente aqui perto de mim, pegue uma cadeira. O tema será sobre a misoginia no Brasil. Depois que eu disser que passou o tempo mínimo, quem terminou apenas deixe encima e saia. "
Fiquei sem entender nada, mas fui e sentei.
Ela entregou as provas e a minha tirou de uma pasta específica. Tinha uma pergunta escrita nela.
Li e fiquei surprsso com o que tinha escrito: "gostou da minha buceta seu safado?"
Como estava do lado dela, ela viu cada reação minha e por detrás da mesa em que sentávamos juntos pegou na minha coxa e me deu a caneta pra responder e escrevemos um atrás do outro conversando pelo papel:
"Era pra mim mesmo?"
"Claro seu puto! Eu sei que você quer me comer"
"Claro que gostei. Meu pau ficou e tá duro pra você agora mesmo professora safada."
...Ela pegou no meu pau por cima da bermuda pra conferir, ficou louca com isso...
"Vou sacar ele pra fora aqui mesmo? Ou você tem medo?"
"Quer meu pau cachorra? Bota pra fora e pega nele com gosto sua puta. Sente como ele ficou pra sua bucetinha"
... Com uma só mão e muito jeito, abriu meu zíper e pôs pra fora minha rôla pegando nela com gosto e levemente mexendo nela...

Estava muito excitado quando ela parou nossa brincadeira e anunciou que o tempo mínimo já esgotou e quem já terminou podia deixar a prova na carteira e sair. Metade dos alunos saíram. E com o passar do tempo outros saíam sem dar um pio.
Estava quase gozando com as frases quentes da minha professora e ela apertando com força meu pau derramando gozo de pouco em pouco... até que a última aluna saiu. Ela não perdeu tempo, foi pra debaixo da mesa e como eu imaginava engoliu meu pau inteiro fazendo garganta profunda com tudo. Parecia uma atriz pornô. Que delícia!!! Tentava me manter calado com tanto prazer. Estava quase gozando quando a aluna volta de repente (me deixando pasmo) e diz que esqueceu um material. Nesse tempo minha professora apertou mais ainda a boca no meu pau. Acho que ela queria que fôssemos pegos.

Quando ela saiu levantei e puxei ela pra eu beijar. Nossa... aquela boca era realmente uma delícia, tanto no beijo quanto no boquete. A joguei encima da mesa e subi o vestido dela. Afastei a calcinha e me deparei com uma buceta bem peluda. Nunca tinha visto algo tão selvagem. Fui com a língua enfiando nela e procurando o ponto em que ela mais gemia; e quando passei no clitóris dela ela gritou mandando eu não parar "isso novinho. Tu vai já fuder tudo isso. Chupa mais cachorro, tô gozando vaaai.....!!! tava querendo te dar faz tempo. Chupa essa buceta peluda!." até gozar.

Subi encima da mesa pra comer ela de frente mas ela me deitou e disse que queria sentar no meu pau "vou descer com a buceta e depois dou minha bundinha, tá?". Ela encostou minha cabeça na entrada da xoxota e desceu agressivamente, me dando uma verdadeira surra de buceta... subia e descia, batendo a bunda pesada no meu saco e engolindo todo meu pau com a buceta... mexia pra frente e pra trás, curtindo meu pau dentro... girava o quadril em movimentos circulares, melando meu pau de todo aquele mel que escorria. Parou e mandou eu me mexer socando ela, e depois de muita metida ela gozou me melando todo.

Ela não saiu de cima. Virou de costas. Deitou em cima de mim. Abriu as pernas. Pegou meu pau e botou na entrada do cuzinho e mandou eu enfiar na bunda. Fui devagar sentindo aquelas pregas me apertarem, e ela abrindo mais o rabo até que entrou tudo. Vi que ela sofreu um pouco mas deixei dentro. Comecei a tirar e meter tudo de uma vez até que o cu se alargou mais. Coloquei ela de 4 no chão e enfiei na buceta com tudo. Depois voltei pro cu. E trocava assim. Metia no cu. Metia na buceta. Metia no cu. Metia na buceta. Até que não resisti mais, quando ela começou a gemer "isso. Arromba meu dois buracos. Sou toda tua meu aluno. Você que tá me ensinando agora com seu pau gostoso!!!" tirei e gozei na bunda empinada dela e a porra escorreu tanto pro cu aberto quanto pra xoxota peluda também arrombadinha.

Nos vestimos, recolhemos as provas e saímos rapidamente dali. Passamos pelos seguranças do colégio como se nada tivesse acontecido e ela me deixou em casa no carro. No outro dia tinha o exame kkk respondi alternadamente B (de buceta) e C (de cu) em tudo. Zoeira!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.