"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Garçon comeu minha buceta e meu cuzinho


autor: Patysafadinha
publicado em: 21/08/16
categoria: hetero
leituras: 9658
ver notas


Resolvi passar minhas férias deste ano no Rio Grande do Norte e como uma boa baiana que sou aproveitei as praias que o estado oferece.Passeios de Buggys, de dromedários(me senti na Arabia), passeei de pedalinho e curti muito o sol daquele lugar maravilhoso.O fato é que viajei com a família e viagem em família nem sempre da pra curtir como queremos.

Nos hospedamos em um hotel muito aconchegante, serviço de primeira, excelentes quartos e comida divina.Vamos logo ao que interessa.Ao momento de prazer.

No penúltimo dia de passeio, acordei e desci para o restauante para tomar café da manhã. Vi que tinha um garçon muito atraente, que eu ainda não tinha visto durante aqueles dias que estive lá e que não tirava os olhos de mim.Era negro, forte e um sorriso atraente.Como estava sozinha ele veio puxar assunto comigo. Me perguntou se eu estava sozinha, pq eu não sai com a minha família.Conversamos um pouco enquanto ele me servia. Conversas normais sobre a cidade, pontos turísticos.

Ele me disse que seu nome era Juan e que estaria servindo nos quartos caso eu precisasse era só chamar( pedidos no quarto era comum naquele hotel). Fiquei horas ali observando ele e lembrando de um ex que era bem parecido com ele. Nossa comecei a me lembrar de cenas do meu ex e que me despertaram um tesão logo pela manhã. Terminei meu café e sai do restaurante. Peguei o elevador, pois o restaurante do hotel era no 10 andar e eu iria para o 18º, sendo este o último. Quando chegou no 12º andar o elevador parou e para minha surpresa Juan entrou.

__Nossa! Você já está aqui? Você trabalha muito, né?

__Sim, sim senhora, em todos os andares sirvo os clientes que interfonam para o restaurante.

Chegamos no 18º andar e ele saiu também ele me perguntou meu nome e eu disse(Patricia) ele sorriu me deu bom dia e seguiu por umas escadas. Fiquei curiosa e fui ver pra onde ele ia.Ele entrou em um banheiro e eu não contive minha curiosidade e fui atrás. O banheiro era de funcionários do hotel.Não sei o que me deu e eu entrei no banheiro e entrei na gabine ao lado, dava para escutar ele mijando. Tentei subir no vaso sanitário para ver e lá estava ele, com o pau do lado de fora segurando firme e mijando.Que que eu tava fazendo? Vendo um garçon mijar. Mas queria mesmo era ver o pau dele. Me abaixei e percebi que ele já tinha mijado, fiquei em silencio até que meu celular vibrou, era um aviso de msg. Ele percebeu que tinha mais alguém no banheiro e logo tratou de empurrar a porta do outro banheiro que eu estava.Me encontrou pálida com os dois pés em cima do vaso agachadinha.

__Você aqui? O que a senhorita estás a fazer aqui?

__Não sei, Juan. Me deu vontade de fazer xixi.

Claro que ele percebeu que era mentira.Ele sorriu lavou as mãos bem lavadas enquanto eu já ia saindo ele simplesmente fechou a porta principal que dava acesso aos dois banheiros e olhou pra mim:

__ Acho que a senhora ta procurando alguma coisa.

Neste momento as mão deles já seguravam a minha cintura e os olhos dele penetravam pelos meus seios.Eu o empurrei mandando ele me soltar e ele começou a esfregar o rosto no meu pescoço dizendo-me que eu era uma delicia que ele adoraria me da um beijo.Eu confesso que na hora achei muita ousadia da parte dele querer beijar uma turista, mas me entreguei aos lábios daquele homem. Lá estava eu no banheiro atracada com o garçon que eu tinha acabado de conhecer. Ele beijava bem e logo suas mãos foram pegando minha bunda e aquela pegada fazia com que meu corpo ficasse mais colado ao corpo dele.Já sentia aquele pau duro na calça dele apertando contra mim.

Ele parou de me beijar me virou de frente para o espelho e eu queria resistir, querendo me afastar dizendo que aquilo era errado e ele beijando meu pescoço dizia:

__Vamos aproveitar, só estar eu e você aqui.To com muito tesão em você e sei que você ta gostando da gente aqui.Você é uma turista e deve aproveitar o que acha que é bom na cidade. Deixa eu te mostrar meu parque de diversão.

Neste momento aquela pica já estava roçando na minha bundinha e as mãos dele já abria a minha calça e já alcançava a minha bucetinha que já se ensopava.Ele tirou a mão de dentro e lambeu todos os dedos, um a um e eu via a cara dele de safado pelo espelho.Começou a tirar minha calça e a calcinha desceu junto:

__Deixa eu provar esta delicinha, deixa.

Tava doida com aquilo e resolvi me divertir e entrar no clima:

__Então você quer minha bucetinha é?

Ele imediatamente ajoelhou e começou a passar a linguinha.Aquela língua vermelha lambia gostoso minha bucetinha molhada.

__Delicia de buceta. Abre pra mim chupar, abre.

Imediatamente peguei uma de minhas pernas e coloquei no ombro dele o que deixou a bucetinha mais aberta e ele começou a lamber e colocar o dedinho. Caralho, ele tava me chupando e tava muito gostoso.

Ele abriu o zíper da calça deu uma futucada e tirou o pau de dentro da calça social preta. Começou a alisar o pau e me chupava e eu vendo aquela cena comecei a ficar com mais tesão..

Me colocou sentadinha no vaso e puxou minha cabeça até seu pau. Comecei a chupar aquele pau grande que não cabia na minha boca.Ele era forte e fazia movimentos bruscos me colocando mais e mais o pau na minha boquinha.

__Toma o pau que você tava procurando, moça. Toma pau na boquinha.

Ele colocou uma das pernas na parede e se apoiou melhor para então foder melhor minha boca.Na posição que ele estava dava pra ver as bolas direitinho. Dei uma boa lambida nas bolas dele e chupei demoradamente. Dei um apertão na bunda dele que era durinha e ele contraiu de forma que se inclinou mais para frente e claro que eu com o pau na boca.

Logo ele me apoiou as minhas mãos na parede e me colocou virada de costa para ele, logo achou uma camisinha no bolso. Imaginei o pq que ele anda com uma camisinha no bolso. Será que ele sempre comia as hospedes do hotel? Enfim, não me interessava, era a minha vez.

___Vou meter meu pau em você.

__Mete gostoso em mim meu gostoso.

__ Vou comer vc todinha.Já fudi a boca, agora a bucetinha. Todos os seus buraquinhos eu quero.

Ele colocou a rola bem na portinha da bucetinha, segurou meu quadril e foi colocando a cabecinha pelo buraco apertadinho da minha buceta.

__Nossa que buraco apertadinho. Que delicia. Tesão,Meu ta entrando no buraco apertadinho seu paty.

___ai, isso mete, mete mais, fode tudo. Quero ser fudida, arrombada por sua pica, seu cachorro.

__To metendo vadia.Toma meu pau. Meu pau é seu.

Prendi minha buceta apertando o pau dele e ele rapidamente gozou. Eu nem esperava. Ele arrancou aquela camisinha e eu provei o leitinho dele.Dessa vez eu abaixada chupei mais um pouco aquele pau grande e me empolguei e dei uma lambida nas bolas até o cu dele. Na hora ele deu aquele choque e rejeitou. Eu então provoquei:

__Deixa eu dar uma chupada, só está nós dois aqui e isso não vai te fazer menos homem. Mas vai me fazer bem mais mulher. Uma mulher realizada.

Ele colocou a mão na perede e se virou de costa colocando o pau para baixo na minha boca. Chupara e ora e meia eu colocava a linguinha no cuzinho dele e sentia aquele cu gostoso na minha boca. Ele gozou novamente, desta vez na minha boca.

Homens não gostam de admitir mas eles sentem tesão quando passamos a língua no cuzinho dele. E o cu de Juan era gostoso, com pelinhos aparadinhos.

Imediatamente ele ainda com o pau duro começou a passar com o pau na minha bundinha e eu disse que meu cu não. Ele apenas sorriu se vestiu e me deu um beijo demorado apertando meu seios.

__Amei comer você, Patricia.Espero lhe ver antes de você ir embora.Comi gostoso, só faltou comer o cuzinho.

__Também quero lhe ver.Você é uma delicia.

Ele saiu do banheiro primeiro e me deu sinal que eu podia sair.Fui para meu quarto trocar de roupa pois iria pegar uma praia com as minhas irmãs.Eu era a única que estava em um quarto sozinha. Minhas duas irmãs estavam com o namorado dela.

No final do dia pensava muito no que tinha feito dentro do banheiro com o garçon e me deu mais tesão. Queria aquele homem de novo, pois no dia seguinte eu já embora.

A noite toda a família resolveu ir para um show que ia ter de Paralamas do Sucesso e eu disse que estava com sono e resolvi ficar no quarto do hotel. Na verdade eu queria mesmo sera trepar com o garçon.

As 20 horas interfonei para o restaurante e para a minha sorte ele atendeu:

__Restaurante, boa noite!

__Boa noite, é Juan?

__Sim, pois não?!

__é Patricia. Por favor um leite quente aqui no meu quarto.

__Ok senhora. Pedido encaminhado.

Menos de 5 minutos ele toca a campanhia do quarto e eu abro. Ele com o leite quente entra e me diz:

__Foi aqui que pediram um leite quente?

Eu o agarrei e disse que queria era outro leite quente.Estava apenas de roupão e fui logo tirando a calça dele, vi que ele estava sem cueca e eu perguntei:

__ué! Cadê sua cueca que vc estava mais cedo? Pedeu com as turistas foi?

Ele riu e tirou do bolso me entregando.

__Toma minha cueca, fica com ela cheirando e sentindo o cheiro da minha pica e já já eu to aqui. Falta apenas uma hora para eu acabar o expediente.

Eu segurava a cueca e já abocanhava o pau dele. Ele então subiu as calças e me deu um tapa na bunda dizendo que voltava logo. Fiquei esperando e lambendo a cueca daquele safado que estava sujinha de tanto ele gozar. As 21:15 ele subiu, quando eu abrir a porta ele foi logo me atacando, me beijando e dizendo que veio me dar leitinho onde faltava; no cuzinho.

Estava de roupão branco e logo tirei e ele viu que eu tomei muito sol e as marquinhas do biquine estavam bem salientes. Ele caiu de boca nos meus seios e chupou muito o biquinho deles. Um a um. Estava com a marquinha do biquine minúsculo que usei, dava para perceber que eu tinha usado um biquine fio dental . Depois ele me virou, deu uma lambida no meu cuzinho e tirou do bolso um lubrificante e passou no pau. Ficou muito brilhante, parecia óleo.

___Vira pra levar pau no cu, safada.Vou te comer gostoso.

__Quero te dar meu cu, cachorro.Vem, vem provar o que falta.Preenche todos os meus buraquinhos.

___Cala a boca, vadia. E empina essa bunda pra o negao te comer.

Ele me colocou na ponta da cama com travesseiros na minha barriga e foi enfiando dedos na minha bundinha. Colocava um, dois três.Ia preparando gostoso.Ele esfregava o dedo na minha bucetinha e depois colocava o melzinho no meu cuzinho que já estava meladinho de tanto dele lamber.

Ele começou a colocar a cabecinha e devagarinho sentia aquela pressão e logo, logo meu cu se adaptou a aquela rola grossa.E o meu cu já sentia muita rola dentro dele.Era enorme!

Eu já estava enrrabada e mal conseguia me mexer de dor. E ele enfiava e tirava.Tava ficando gostoso aquele entra e sai. Até que o movimento começou a ficar rápido e ele começou a me foder muito. Ele segurava meus cabelos e puxava.

__De quem é esse cuzinho, heim?

__é seu JUAN. Meu cu é seu.Faz o que quiser com ele.

__E essa buceta gostosa, de quem é? Fala puta de quem é essa buceta?

Ele apertava meus clitóris e eu com tesão eu respondia gemendo.

__Sou sua. Toda sua. Meu cu é seu, minha buceta é sua, garçon.

__Já vi que seu cu nçao deve ter dono. Mas hoje ele é meu. Seu garçon já já lhe dar leitinho viu, putinha.Vai querer levar leitinho aonde? Diz pra o negão aqui, diz.

___Quero leitinho no rabo.

__Entao vai tomar leitinho no rabinho sim,rebola na minha rola, vai, rebola esse cu na minha vara, sua cachorra.

__Arromba meu cu, isso, mete nele, vai meu gostoso, me deixa ser sua vadia.

___Seu cu é meu hoje sua puta. To arrombando seu cu. Cu doce, gostoso na vara do gostoso aqui.Gostosa, isso que você é.

___Ai Juan que gostoso seu pau no meu rabo, ta uma delicia. Fode meu rabo gostoso vai.

Meu cu estava dolorido de tanto ele meter mas eu estava amando.

__Você vai voltar pra Bahia enrabada, sua puta. Você pediu leitinho, né? Pede gostoso, vai?

__Me da leitinho, da pra mim leitinho quente.

__-Pede mais alto vadia.

__Coloca leitinho no meu cu, seu cachorro, puto!

Juan começou a jorrar sua gala em mim. Jorrou muito no meu cuzinho que desceu pelas minhas pernas. Ainda com a rola dura ele ficou tentando enfiar na minha bunda novamente, mas desistiu e me colocou na janela do quarto debruçada no parapeito da janela e começou a me chupar. Chupava meu cu e minha buceta. Eu com a cara pra rua fazia caras e bocas de tesão até que gozei na boca daquele Garçon gostoso.

Transamos a noite inteira e ele arrombou meu cu por duas três vezes e dormimos de conchinha. Pegamos no sono ele atrás de mim me bolinando e com o pau na portinha do meu cu e a mão na minha buceta. Pela manhã o acordei com o boquete muito gostoso e ele chupou meus pés o que fez com que minhas pernas ficasse arreganhadas e ele caísse mais uma vez de boca na minha buceta.

Depois ele deu uma gozada na minha boca e saiu dizendo:

__Tomar leitinho de manhã faz bem pra saúde!

Nos despedimos e ele se vestiu e foi trabalhar no restaurante.Minha família chegou e nos encontramos no restaurante como todas as manhãs para tomar café juntos e irmos para o passeio pela cidade. Ninguém desconfiou que eu tinha passado a noite com o garçon gostoso do restaurante. Foi a maior aventura que já aconteceu comigo.






ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.