"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Lembranças de um sexo proibido


autor: Scarlett_kay
publicado em: 03/09/16
categoria: casual
leituras: 5108
ver notas


Enfim estamos a sós, não estou nem acreditando, mas você está na minha frente, de cueca e abrindo a camisa. Chego perto e digo que eu vou desabotoar o último botão, minhas mãos estão trêmulas e demoro mais do que imaginava, sinto ansiedade em seu olhar.

Quando enfim tiro sua camisa vejo que está com a cueca branca, a mesma que elogiei outro dia, isso me faz sorrir e pensar que você também estava esperando por esse momento, você se preparou tanto quanto eu.

Peço pra você deitar e já noto seu pau aparecendo, passo a mão por cima da cueca e começo baixá-la, aproveito para passar minhas mãos em seu corpo que é mais macio do que eu imaginava, você está quente e ansioso para a tão prometida chupeta. Começo lambendo suas bolas, mordiscando seu saco, seu pau já está duro feito pedra, mas nesse momento quero lamber suas bolas até te deixar louco.

Tiro minha blusa e fico de sutiã, seus olhos se arregalam ao ver meus seios grandes emoldurados no sutiã meia taça, me abaixo e enfim começo a te chupar, te olho algumas vezes, mas não consigo lembrar da sua expressão, lembro de poucos gemidos e sua mão segurando minha cabeça, entrelaçando os dedos em meu cabelo ruivo, eu reclamo dizendo que sei o que fazer.... (risos) e vc coloca suas mãos atrás da sua cabeça e apenas admira meu "trabalho". Passo seu mastro entre meus seios e continuo mamando gostoso, estou fazendo uma espanhola e seu pau acaba na minha boca.

De repente te vejo em pé na beira da cama e eu sentada ainda te chupando, em seguida você me empurra pra trás me fazendo deitar, eu desabotoo minha calça e você a tira como num passe de mágica, quando vejo você já colocou a camisinha, está afastando minhas pernas e se posicionando para comer minha bocetinha, você está em cima de mim, ajeito seu pau na entrada da minha xaninha que está quente e melada de tanto tesão.

Sinto seu pau abrindo caminho, está tão gostoso, te olho nos olhos e você mete mais forte e fundo, ahhh que delicia, você se mantém dentro de mim e vem chupar meus peitos, ahhh é tão gostoso isso, você chupa um, mete na minha bocetinha e em seguida chupa o outro e mete novamente, estamos gemendo, os movimentos de vai e vem nos enlouquece, estou gemendo alto e você me chamando de puta safada, isso só aumenta nosso tesão.

Então você ergue minhas pernas, apoiando no seu ombro e mete com vontade cada vez mais fundo, uma, duas, três vezes, estocadas deliciosas, no minuto seguinte te vejo em pé ao lado da cama gozando no meu rosto e pedindo para eu te chupar, dou uma lambida, limpo o resto de leite que resta no seu pau, um misto de sabores seus e meus.
Sinto que tem porra por cima de mim, braço, rosto, cabelo, rimos e você ajuda a me limpar.

Infelizmente nosso tempo acabou e o que ficou foi a lembrança gravada em nossa mente e o gostinho de quero mais.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.