"Os mais excitantes contos eróticos"

 

O dia que perdi minha virgindade!


autor: Jooj
publicado em: 04/09/16
categoria: hetero
leituras: 2316
ver notas


Oi pessoal, meu nome é João(Fictício), tenho 14 anos e vou contar sobre o dia em que perdi a minha virgindade. A minha mãe e meu pai costumam viajar com uma amiga da minha mãe, que tem uma filha que é legal e até um pouco gostosa.

Era a terceira vez que viajavamos juntos, na casa onde ficamos tinham 2 quartos, um ficava minha familia e no outro a dela.

Até que um dia nossos pais e o irmão dela saíram, o único banheiro da casa ficava no quarto dela, nesse dia eu acordei com vontade de mijar, indo para o banheiro senti um cheiro, e por causa do meu sensor de macho eu sabia que era cheiro de buceta, eu fiquei parado um tempo até que meu pau diminuísse, quando diminuiu eu fui, e vi que a TV tava ligada em um filme pornô e ela tocando uma siririca, e derrepente meu pau cresce, ela tinha terminado com o namorado a 3 meses, tava numa seca danada, e ela falou pra mim "bota aqui", eu tirei o short com a cueca e ela se impressionou "uau que grande pra sua idade"(eu tinha 13, ela 16)

E aí eu comecei a lamber a buceta gostosa pretinha dela como se nao houvesse amanhã, ela gemia, e gemia mais, e eu cansado de nunca ter metido minha rola em lugar nenhum peguei e dei na boca dela, ela chupou ele inteirinho, varias vezes, ai ela falou "ta esperando o que?" E aí ficou de 4 pra mim, eu respondi que nao tinha camisinha, ela falou que o pai dela tinha trazido umas pra que os pais dela transassem, ai ela pegou e com carinho colocou no meu pau batendo uma punhetinha gostosa, ficou de 4 pra mim de novo, eu peguei com carinho e botei na bucetinha dela, ela nao aguentou tudo, quando tava na metade ela comecou a pedir pra parar, eu pedi pra continuar, quando já tava uns 10 cm lá dentro ela comecou a chorar um pouco, eu beijei ela pra ela parar e fui meter no cuzinho, onde ela era virgem, botei só a cabecinha, botei na bucetinha e gozei, tirei a camisinha, botei a piroca na boca dela e ai eu delirei com aquele boquete, ela engoliu toda a porra, algum tempo depois eu reanimei, ela cavalgou em mim bem rapido e ela que gozou dessa vez, fui pro banheiro e bati uma punheta gozando mais uma vez



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.