"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Atendente do Sexshop


autor: Kyka
publicado em: 15/09/16
categoria: hetero
leituras: 5005
ver notas


Meu nome é Cristina e este é meu primeiro conto. Tenho 45 anos, desde novinha gosto muito de sexo, o caso que contarei hoje é verídico e aconteceu ontem depois que sai do meu trabalho.
No final do expediente, ontem, comecei a ler alguns contos, aqui no site, fui ficando toda molhada, fui ao banheiro algumas vezes pra ninguém perceber...bati uma siririca e voltava...mas aquilo estava me consumindo as idéiais.
Como não tinha ninguém na minha casa, ontem, moro com meus pais, decidi para num sexshop que tem no caminho de casa. Chegando lá tinha um senhor fazendo compras e dois atendentes (um muito lindo por sinal, aparentando ter seus 30 anos), um logo deu tchau qdo eu entrei e o outro falou pra mim e pro senhor que ia abaixar a porta, pois estava fechando, mas que era pra gente ficar a vontade.
O senhor pegou o que queria pagou e saiu e eu fiquei encantada com tantos pênis realísticos que tinha pra eu escolher. Logo o atendente bonitão perguntou:
- Senhora, precisa de ajuda??
Respondi sem graça:
- Talvez, é que nunca vi tantos juntos e de tantos formatos e e espessuras que estou indecisa...e dei um sorriso malicioso
Ele falou:
- Posso te ajudar a escolher se quiser...tenho um que a senhora vai gostar, posso te mostrar?
Eu :
- Sem perceber a intenção, respondi que sim..
Ele vem por trás e começa a roçar na minha bunda, eu que já estava toda excitada me deixei envolver, afinal o atendente era lindo...eu esfregava a bunda no pau dele e logo fui sentindo a coisa aumentar de tamanho...ele abriu minha calça e começou a dedilhar minha buceta, já encharcada,.
Aquilo me acendeu. Eu estava morrendo de vontade de dar a minha bocetinha e ele ali tão disponível pra mim, resolvi me aproveitar disso:
- Não para, continua que vou explodir de tanto tesão...
- to percebendo sua vadia, gosta de pica né? Hoje vai ter uam bem gostosa te fudendo , que mais quer olha aqui que te espera, sua puta...
Neste momento pegou minha mão e esfregou na rola dele...meu Deus o que era aquilo...eu estava já em outra dimensão.
- Quer isso, quer?? Na sua buceta, quer?? Que fuder gostoso quer sua safada...
A cada coisa que ele falava, mais excitada eu ia ficando e ele enfiando o dedo na minha buceta, um dois, depois três dedos e logo gozei nos dedos dele...
Ele abriu minha calça tirou com tudo e começou a chupar, com vontade minha buceta e dizia, nossa que gostoso, esse mel, que delicia...e chupava com vontade e eu gemendo e me contorcendo de prazer.
Então ele tirou aquele monumento pra fora, gente do céu, nunca atinha visto, uma pica tão linda, a cabeça bem rosinha, cuspi na cabeça e comecei a chupar...mas chupar com vontade, pois aquele caralho era gostoso demais, me deliciava, lambendo, chupando, chupei as bolas e na cabeça..eu encantada com aquela cabeça, lambia e chupava com vontade e ele enfiava na minha garganta e eu engasgava e ele gemia, ai ele apertando minha cabeça começou a ditar o ritmo até que gozou na minha boca.

Ele me olhou durante algum tempo e depois falou:
- Quem diria, eu tinha a ultima cliente reservada só pra mim... Ele me pegou e me sentou de frente para o colo dele e me tascou um beijo na boca que me deixou mais encharcada do que eu estava. Depois me pegou no colo e colocou num sofazinho bem pequeno que tinha num canto, minha buceta piscava de ansiedade e eu não via a hora de ter aquele pau enfiado até o talo dentro de mim.
Ele disse:
Agora abre bem essas pernas, vou te fuder todinha, sua gostosa, safada
Eu, doidinha de tesão, obedeci rapidinho e estava adorando, bati uma punheta pra ele e com a outra mão eu esfregava meu grelo.
- Quer pica, vadia? Pois se prepara que vou te comer sem dó!
Ficou pincelando a portinha da minha buceta com a cabeça saliente do seu pau. E eu implorando pra ele me fuder..

- Vai seu safado, me come, enfia de uma vez esse pau na minha buceta, to enlouquecendo, e ele continuava com a sacanagem.
Quando eu já estava a ponto de estourar, ele enfiou tudo de uma vez no meu buraquinho, me fazendo soltar um grito tão alto, que pnsei que fosse desmaiar de tão gostoso que estava. Senti aquela tora entrando todinha, me rasgando, saciando a minha vontade de ter uma pica atolada na buceta, ele começou a movimentar devagar mas logo tava bombeando com toda velocidade, me xingando e me dando tapas enquanto eu gemia cada vez mais alto. A sensação daquela vara grossa me arrobando me enlouqueceu e logo eu cheguei ao maior orgasmo da minha vida,.
- Gozou na minha rolai, vadia? Gostou de dar essa boceta pra um desconhecido, gostou? Agora aguenta que ta na minha vez de gozar.
Com isso, ele começou a enfiar e tirar cada vez mais rápido e quando ia gozar tirou o pau da minha boceta, e gozou na minha boca...e eu como uma cadela no cio...chupava tudo. Depois disse:
Gostou da ajuda? Esse tamanho e espessua estava bom pra senhora?? Posso ajudar em algo mais??
Eu ainda lambendo os lábios, da porra levantei e enfiei a linga na boca dele e beijamos loucamente.
Eu disse:
- respondi sua pergunta??
Com um sorriso bem safado...fomos ao banheiro nos limpar, nos vestimos...peguei um consolo com a ajuda dele, que me lembraria pra sempre ser o dele, um gel lubrificante, embora não precisasse, pois (até agora continuo melada de tanto tesão..só de lembrar e escrever este conto já fui ao banheiro 2 vezes, bater uma siririca) e umas camisinhas de sabores, eu adoro e também 2 bolinhas que explodem, (indicação para sexo anal..sugestão dele)
Paguei, saímos juntos e ele com sorriso safado, me fala:
Ficamos aberto até as 20:00hs, estamos a disposição.
Cheguei em casa tomei um banho e ainda fui bincar com meu mais nosso brinquedo e lembrando da aventura que passei...
Agora estou já me preparando pra voltar aquela loja e ve se encontro aquele lindo atendente, para desta vez a aventura ser na porta dos fundos, rsrsrs
Sim vou fazer aquele safado encher meu cuzinho de porra..
Bj e até a próxima.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.