"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Uma História de Família


autor: abgailsafadinha
publicado em: 17/09/16
categoria: hetero
leituras: 1982
ver notas


Uns políciais em minha vida kkkkkkkkkkkk



Olá me chamo tereza hoje com 42 anos, olhos verdes, cabelos loiros, baixinha seios fartos e um bumbum grande e delicioso agora que ja me apresentei podemos começar.



Com 17 anos morava no interior de pernambuco, um lugar bom de se viver cidade pequena e simples namorei bastante nessa época entre meninos novos e desajeitados e ate homens lindos, elegantes e importantes. Nesse meio tempo conheci um policial era alto, moreno de olhas escuros um olhar penetrante que me fazia imagiar obsenidades e molhar a calcinha, por ser educado e de família demoro um pouco para que a ação começa-se entre beijos e amassos em esquinas qualquer resolvemos que na casa dele a história seria um pouco diferente.

Como estudava de manhã resolvemos que a tarde seria a melhor hora, ao sair da escola ele ja me espera e aquele olhar me deixava louca, andamos um pouco ate chegar em sua casa, uma casa pequena e simples mas de bom gosto fomos pra a cozinha ele queria comer mas eu estava muito excitada e ja queria o prato principal e ali mesmo parti para o ataque.

Ele encosto no armario eu pedi para que se vira-se tirei a roupa lentamente, com seu olhar me furando verei-me de costa e encostei minha mãos bem lentamente no chão alisando minhas pernas mostrando pra ele a visão do meu bumbum numa calcinha de renda bem fininha, ele encosto em mim e eu senti seu volume e que volume grosso forte exalava cheiro de macho ergui meu corpo e vi meu corpo ser puxado contra a sua ereção, meu sutiã foi arrancado senti o ar frio inrigecer meus mamilos ja estava completamente molhada suas mão passara a massagear o meu corpo e finalmente tocar minha umidade com movimentos em circulos e massageando meu clitores o orgasmo estava vindo, ao mesmo tempo que massageava meu clitores com uma mão com a outra apertava e rodava meus mamilos, em segundos me jogo em cima da mesa esposta de quatro o fato de estar vulneravel me deixava ainda mais excitada estocando de uma so vez me senti preenchida a dor deu lugar ao prazer segurando minhas duas mão para traz me estocava sem dó, gozei como uma louca ele me dava tapas fortes toda vez que eu arqueva senti seus movimentos acelerando e seu gozo chegando um calor inundo meu corpo quento suado foi incrivel. depois dessa rapidinha gostosa tomamos um banho brincamos um pouco e fui embora.

Demoramos um pouco para nos ver dinovo e eu conheci mas dois rapazes policiais também, so não sabia que o destino pregava peças tão gostosas, certo dia resolvi ir em uma festa estava muito boa diversas pessoas e um forró gostoso tocando clima muito agradavel ex que minha visão se depara com essa, cena trés homens lindos caminhando em minha direção por ser festa em sitio a iluminação nao era das melhores ao chegarem perto reconhecios protamente e a vergonha veio avassaladora, carlos a quem eu tinha feito um strip e fodido com força em cima de uma mesa caique seu irmão um dos meu peguetes policiais e rafael o outro peguete eles além de se conhecerem eram parentes não sabia oque falar fique sem jeito eles me pediram pra não ter vergonha que ja sabiam e ate gostaram e a noite seguio bem entre dozes de cachaça e passadas de mão tive vontade de pegar os trés acho que eles leram meus pensamentos pois sugeriram irmos bebe no seleiro que era mas tranquilo fomos, chegamos la e a putaria começo, carlos me beijava com ardor enquanto rafael me abraçava e me alisava por trás caique so olhava se deliciando com a cena vi ele tirar seu pau pra fora e começar a massagealo de leve aquilo me deixo em chamas,carlos tiro minha blusa meus seios estavam espostos e rigidos entorpecida queria gozar logo sentir o gostinho proibido de meus policias,rafael deito no chão e me pos em seu colo sentei de uma vez cavalgando gostoso senti caique se aproximar, aquele pau delicioso em minha boca revesava entre ele e carlos enquanto rafael me fodia com força me deixando louca o som dos tapas ecoava pelo seleiro e aquele cheiro de sexo gostoso ja estava me deixando loca gozei gostoso no pau de rafael, carlos e caqui me levantaram e foi a vez de caique me foder gostoso seu pau grosso me penetro em pe com carlos me segurando por traz tinha acabado de gozar mas essa sensação estava vindo dinovo, não estava nem conseguindo me mexer de tanto tesão enquanto caique me fodia gostoso carlos alisava meu cuzinho que ja estava piscando delicia hoje eu ia dar o rabinho.

rafael deitado no feno admirava a cena massageando seu pau, estava adorando fazer aquela cara de vadia sedenta louca por mais, meu orgamos veio dinovo e dessa vez eu senti aquela pequena pressãozinha no meu anelzinho da felicidade uma experiencia unica ser fodida por dois o meu cuzinho sendo rasgado e minha busetinha ficando dormente, senti aquele jato quente em meu cuzinho e depois de alguns segundos minha buseta foi preenchida com leitinho mas não tinha acabado por ai precisava termina com rafael ao me colocarem no chão fui andando lentamente em sua direção virei de costa e me ajoelhei no chão enpinei a bunda e pedi pra socar com força rafael meteu forte rapido enquanto metia com força eu massageava meu clitores queria gozar junto com ele para encerrar o show com chave de ouro as estocadas foram acelarando e com um grito agudo ele gozou meu cuzinho fico molhadinho nos quatro ficamos deitados um tempo no feno ate os primeiros raios de sol surgirem quando nos arrumamos e cada um seguio seu rumo vim morar em são paulo e perdi contato com eles mas essa sempre vai ser uma foda inesquecivel...












ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.