"Os mais excitantes contos eróticos"

 

O moreno que comeu duas...


autor: luah
publicado em: 22/09/16
categoria: hetero
leituras: 2158
ver notas


Duas pra um...a putaria...

O sábado estava próximo ... a festa já estava marcada alguns meses antes ... seria numa casa alugada e os ingressos comprados mas a intuição dizia que seria inesquecível. .. calcinha nova... blusa nova ... branca transparente para que a renda íntima fosse vista ... saia mediana larguinha ... calcinha minúscula com cor combinando ... sapatilhas que poderiam ser facilmente retiradas ... montavam o look que envolveria uma morena jambo com coxas grossas e sorriso encantador que envolvia quem olhasse ... cabelos rebeldes que convidam uma mão para puxa-los e dominá-los... o batom vermelho fazia aquela boca carnuda ficar ainda mais deliciosa...
O eia chegou e foi passando bem devagar tamanha era a ansiedade ... na hora prevista com pouco atraso a formosa Luah... assim vou chamar... chegou a festa ... Era uma casa enorme com muitos carros e o som não estava alto porém tomava conta de todo ambiente ... algumas pessoas dançavam numa pista improvisada na sala principal... pelo lado de fora só haviam carros estacionados e por dentro sorrisos arteiros ... copos com bebidas boas e gente bem vestida ... conversas soltas e suspiros baixos mediante a mãos soltas perto de uma sacada...
Conduzida a cozinha ... haviam petiscos variados e saborosos... sucos naturais ... e bebidas para lovre escolha... um papo solto muito divertido ... todos conseguiam se ouvir mesmo com um som eletrônico ao fundo e por vezes lento...
Uma criatura estava com um copo na mão. .. Outro lado da pista q olhava delicadamente seduzindo a todos que o rodiavam... era alto ... de barba rala e corpo um pouco delineado dentro de uma camisa social meio que aberta no peitoral salmão por cima de uma calça branca que folgava um belo gostoso que estava preste a acordar... Dançando discretamente a Luah sentiu um botão da blusa branca abrir e seus seios dentro do vermelho rendado do sutiã saltaram ... quando ousou a fechar ... reparou que o olhar do rapaz era na renda e mordia os lábios aquele moreno... a Luah relaxou e dançando ficou...
Uma mulher foi perto do moreno e algo ele disse em seu ouvido que a fez confirmar com a cabeça e sair ...logo depois ele subiu as escadas da casa ... sobre a mulher só dava pra notar uma tatuagem na perna que subia como uma trepadeira ... creio que passava por baixo de todo vestido solto e colorido que a cobria sem nada por baixo ... quando logo após ele subiu as escadas sozinho. .. de relance dava para reparar que abrira a primeira porta com uma chave... Quando no meio da sala o olhar da mulher de vestido, que dançava sensualizando, fixava o da Luah e a fez sorrir sem graça ao perceber a beleza dos cabelos longos e notar uma rosa no ombro ... comprovando que a tatuagem era mesmo do corpo todo o que gerava muita curiosidade ... em sua direção a mulher foi ao encontro e pediu para que ela fosse ao primeiro quarto para conversar com o seu amigo. .. ela falou baixo e sussurrando perto do ouvido ... esquentando todo corpo... Arrepiando e já envolvendo ... um sim foi respondido mais de forma fria ... até que ao passar de alguns minutos cada degrau foi subido vagarosamente na curiosidade do que poderia acontecer ... a mulher veio logo atrás e antes da porta se aberta ela bateu três vezes aguardou a Luah entrar ... era um quarto escuro quase que totalmente... a porta se fechou e num foco de luz a sacada se abria devagar e o moreno la estava e só chamou e o primeiro comando foi dado e obedecido... o som da festa tomava conta com menos intensidade do ambiente... o Moreno fez sinal de silêncio ... tocou os braços ... e puxou pela cintura e amparou a nuca num beijo ardente e longo enquanto suas mãos passeavam pelo seu corpo ... a resposta do corpo foi perfeita com lubrificação crescente... até que ele retirou a blusa e enquanto ia beijando desceu até arrancar a saia conduzindo a cama alta e macia ... retirou a blusa enquanto era olhado e logo a calça branca tirando uma pika rígida q só dava pra ver na pouca luz ao sair do foco da varanda ele despido começa a beijar o corpo ... retira a calcinha ... e subindo despe tudo ... e beijando a boka devorando ... salienta o clitóris e mete a pika bem devagar e vai rompendo as pregas da vagina com voracidade ... socava gostoso enquanto ela se contorcia na cama e do nada sentiu mãos lisas pelos seus seios e uma boca macia e pequena a beijar seus lábios ... retribuiu no êxtase ... e logo sentiu a pika batendo no seu rosto e entrando na sua boka buscando a mamada Enquanto com doçura sua buceta era alisada ... masturbada e logo em seguida chupada ... ela chupava aquela pika enquanto era chupada e sentia uma sensação nova e deliciosa que a fazia se contorcer cada vez mais alto quando ele deitou ao seu lado e abriu parte da cortina e a mulher da rosa sorriu ao ser vista ... na orgia não havia como ter volta e ele apontou para aquela buceta rosadinha que deitava na cama ao lado da ta
tatuagem que realmente era inteira e sorriu conduzindo a primeira chupada de buceta da folgosa Luah que de bunda pra cima sentiu a pika entrar por trás ... e tomava na buceta enquanto chupava outra buceta ... a tara foi aumentando e as mãos se perdiam... as bocas eram encontradas em pares e se perdiam em corpos ... trocas de posições. .. corpos suados ... moreno gozando ... as pernas tremendo ... mulheres gemendo... quando a mulher parou beijou levemente cada boca e colocou seu vestido solto sorrindo satisfeita e saiulor outra porta discreta do lado do banheiro... o moreno respirou suavemente ... abraçou aconchegando todo o corpo da Luah... e beijou a sua testa... conduzindo a uma banheira com chuveiro e ensaboando todo o seu corpo e curtindo cada pedacinho e intercalando com seu próprio ensaboar enquanto a Luah sorri e a banheira vai enchendo e vai deixando o corpo descer e a tara recomeça ... o desejo está no latejar da pika quase encaixa na água e faz a Luah gemer até gritar no ouvido dele e gozarem juntos ... relaxados ... se arrumam no meio de sorrisos... A Luah sai do quarto e volta pra festa conversa com uns amigos e perto da porta vê a mulher da rosa sarrando um cara novo... dança e com o passar de um tempo vê o Moreno cruzando a sala ... o segredo foi perpetuado entre os três... o amanhecer do dia vem chegando e a hora de voltar a realidade vem chegando ... ao sair da casa um carro abre a porta e a Luah nem acredita ... o Moreno lá estava e no banco de trás a bela mulher da Rosa...




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.