"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Domingo de festa com casal amigo


autor: Leozinho
publicado em: 27/09/16
categoria: grupal
leituras: 15320
ver notas


Eles já se tornaram um dos melhores casais de amigos que temos. Adriano e Andréia já fazem parte do seleto rol de pessoas que freqüentam nossa casa e, sempre que possível, saímos juntos. Bia, minha esposa, e Andréia malham na mesma academia e eu e Adriano estamos sempre conversando sobre os mais diversos assuntos.
Depois de alguns desencontros, marcamos nesse domingo último para irmos para a chácara deles, para relatarmos nossa recente viagem para o Chile. Aproveitei para levar uma garrafa de vinho de presente para o casal e uma garrafa de pisco, uma bebida típica daquele país, para preparar um drinque chamado “pisco sour”, a última paixão da Beatriz.
Deixamos nosso filho na casa de um colega que estava aniversariando e partimos para o sítio dos colegas.
Fomos recebidos com grande alegria pelo casal. Eles estavam na área da piscina. Andréia com um biquíni que realçava seus seios e suas curvas. Fomos para o quarto do casal para trocarmos de roupa e passamos a desfrutar o domingo na mais perfeita tranqüilidade e sintonia entre os casais.
Depois de algumas doses do Pisco Sour, Bia e Andréia começaram a ficar mais soltas e animadas e decidiram retirar a parte de cima do biquíni, fazendo um topless. Todas as vezes que vejo as duas, não canso de admirar a beleza delas. Duas mulheres, no auge da maturidade e vivendo uma vida sexual plena.
De repente, do playlist do Adriano saiu uma música super dançante e Bia e Andréia começaram a dançar. Nos juntamos às esposas e começamos a dançar de forma sensual, roçando nossos corpos. Nessa hora, Bia e Andréia disseram que tinham uma surpresa para nós. Minha esposa pegou na minha mão e Andréia repetiu o gesto, levando seu marido e eu para a suíte master.
Lá, elas de forma sincronizada nos jogaram na cama e tanto Beatriz quanto Andréia começaram a, por cima dos nossos shorts de banho, abocanharem nossos paus. Ficamos eu e Adriano, lado a lado, enquanto a esposa dele e minha mulher começaram a retirar a parte de baixo dos biquínis e, juntas, retiraram nossas sungas.
Andréia e Bia começaram a pagar um gostoso boquete na gente. Era delicioso sentir a boquinha da minha esposa e era muito excitante ver Andréia mamando no cacete de Adriano e gemendo baixinho. Quando fiz menção de puxar Beatriz para penetrá-la, ela sorriu e disse: “Espera, tem uma surpresa”.
Nessa hora, ela e Andréia ficaram em pé na cama e começaram a se pegar. Elas começaram roçando os seios e trocando beijos frenéticos. Nesse momento, estava com meu pau tão duro que pensei que iria gozar ali mesmo. Bia então abraçou Andréia e começou a esfregar sua buceta na xoxota da esposa de Adriano.
Tanto eu quanto Adriano, vendo a cena, batíamos uma punheta desesperada. Era um show. Uma das cenas mais excitantes das quais tive o prazer de presenciar. Coisas que só via em filmes pornôs.
Beatriz então deitou Andréia na cama e começou a chupar sua buceta. Andréia gemia e se contorcia tanto que parecia já estar gozando. Após alguns minutos, Bia deitou-se sobre o corpo de Andréia e começou a beijá-la suavemente.
Nesse instante, eu e Adriano nos aproximamos das duas e colocamos nossos paus para que as esposas os chupassem. Que tesão! Bia e Andréia lambendo nossos cacetes e, eventualmente, travando um duelo de línguas.
Andréia então decidiu engolir meu pau e do marido, simultaneamente. Era estranho, mas também excitante, ver a esposa do amigo colocar dois cacetões na boca e ao mesmo tempo sentir meu pau roçando no pau do Adriano.
Enquanto isso, Bia mordicava os mamilos de Andréia, posicionando sua bunda de forma que Adriano passou a penetrá-la com os dedos. O marido da Andréia fodia minha esposa com os dedos, enfiando com força e Bia, gemendo de prazer, rebolava a bunda, permitindo que Adriano praticamente enfiasse a mão na sua buceta.
Andréia enquanto nos chupava batia uma siririca e logo percebi que ela estava gozando. Quando eu estava prestes a gozar, passei a bater uma punheta na boca da mulher de Adriano e terminei dando-lhe um banho de gala.
Adriano aproveitou e deu seu cacete para Beatriz mamar, segurando-lhe com força sua cabeça. Com o pau ainda duro passei a comer minha esposa de quatro, vendo-lhe chupar meu amigo.
Andréia passou então passou a bater uma punheta no marido, que direcionou um jato de porra para a boca da minha mulher. Vi Beatriz engolir todo o esperma de Adriano e ainda virar-se para ele, para que ele também lhe penetrasse. Minha esposa parecia uma cachorra no cio.
Não agüentei e acabei penetrando Andréia e após poucos minutos depois gozei dentro da esposa do Adriano. Bia vendo a gala escorrer da buceta da amiga passou a lambê-la enquanto Adriano forçava seu cuzinho com seu pauzão grosso. Bia gemeu e gozou muito e mesmo extasiada continuou sendo penetrada por Adriano que rasgava a bundinha da minha esposa sem dó. Eu só ouvia os gritos de prazer de Beatriz.
Ao seu ouvido eu apenas dizia: “Você me faz o homem mais feliz do mundo. Amo você, meu amor!”



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.