"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Delícia de foda


autor: Nasty
publicado em: 29/09/16
categoria: hetero
leituras: 2724
ver notas


As mensagens dele estavam silenciadas por isso ao pegar o meu celular fiquei surpresa ao ver a quantidade de mensagens escritas.
"Sei que está chateada mas por favor fale comigo" "Posso te ligar?" "Já foi embora?" Entre outras.
Ao sair do banho vejo o meu celular tocando, é ele! A noite anterior foi um desastre e eu ainda estou puta mas ele não vai parar enquanto eu não falar com ele.
— O que você quer? — Pergunto, irritada.
— Que abra a porta!
Como ele descobriu onde eu estou? Ao desligar o celular sinto as minhas mãos tremendo. Ao abrir a porta ele entra e me empurra para a parede.
— Me desculpe, eu não quis magoar você. Só tive um dia difícil e você me pegou de surpresa. — Sua mão esquerda está na minha cintura e com a direita ele acaricia o meu rosto.
— Tudo bem. Se afasta de mim. — Digo da maneira mais fria que eu posso e ele obedece. — Não vim pra te confundir ainda mais.
— Me deixa ficar, por favor.
Entro no banheiro em silêncio, fecho a porta e tiro a toalha. Me olho no espelho, meu corpo nu está arrepiado. Minha buceta está molhada. Por que ele precisa ser tão gostoso? Fecho os olhos e levo o meu dedo até o meu clitoris enquanto o imagino me fodendo. Estou toda melada.
Ele pediu desculpas, você não veio aqui à toa, quantas chances vocês terão? Dê pra ele e o faça esquecer aquela piranha!
Passo um hidratante e saio do banheiro. Ele está de costas para mim, folheando o livro que estou lendo. Pego a sua mão e ao me ver nua, ele me olha de um jeito tão irresistível que a minha buceta dói de tesão. Ele sorri de um jeito sexy, junto o meu corpo ao dele e na ponta dos pés eu mordo o seu lábio. Ele me agarra e me beija, entrelaçando os dedos nos meus cabelos. Sinto o seu pau vibrar. Abaixo a sua calça e sua cueca, faço com que ele se sente na cama e fico de joelhos entre as suas pernas. Passo a língua na parte interna da coxa enquanto masturbo o piru dele. Enorme e grosso. Que homem tesudo. A cabecinha do pau dele está melada, não resisto e começo a mamar devagar. Que piru delicioso, estou tão melada. Começo devagar enquanto o masturbo mas logo me vejo abocanhando com vontade, me esforçando pra sugar esse pau delicioso. Ele geme enquanto mamo, paro e bato o piru dele nos meus seios. O masturbo mais rápido e com a pegada mais firme enquanto chupo as suas bolas. O gemido dele me enlouquece. Me levanto e sento de costas de uma vez só e subo e desço repetidas vezes, gemendo pra caralho. Que tesão, que piru gostoso. Rebolo no piru dele e ele bate na minha bunda. Quanto mais eu rebolo, mais ele bate. Gozo no pau dele. Minhas pernas estão moles. Fico de quatro e empino a bunda. Sou eu quem vou com a buceta ao encontro do pau dele. Quero que ele me coma bem gostoso. Começo a rebolar com força , enterrando o piru dele na minha buceta, gemendo pra caralho de tesão.
— Vai minha puta!
— Você não queria a minha buceta? Toma, me fode!
Ele mete o piru com força, me dando um misto delicioso de dor e prazer. Não peço arrego, deixo ele me arrombar e ele começa a gemer junto comigo, gemer alto, bem gostoso.
— Não quero gozar agora, sua buceta é uma delícia. Preciso ir devagar!— Diz ele cheio de tesão.
— Não, não para, tá muito gostoso! Goza comigo vai.
Ele então começa a foder a minha bucetinha com mais força. Ele está gemendo feito louco, ah, que delícia. Sinto a goza dele jorrar na minha buceta e gozo no pau dele.
Caio de bruços na cama e ele se joga ao meu lado. Sinto-me relaxada e exausta ao mesmo tempo. Ele me olha sorrindo, acaricia o meu rosto e beija o meu ombro.

Não sei em que momento apago mas antes mesmo de abrir os olhos, sinto o meu corpo relaxado. Suas mãos estão massageando o meu ombro, passa pelas minhas costas e mais pra baixo. Ele foca na minha bunda e começo a ter uma sensação gostosa.
— Preciso de um banho!
— Eu já tomei, espero você voltar.— Diz ele enquanto deita na cama.
Tomo uma ducha maravilhosa, lembrando daquela foda maravilhosa. Não tenho pressa de sair do banho e quando finalmente saio, o vejo cochilando na cama, apenas de cueca. Vontade de beijar esse corpo todo, passar a minha língua por todo ele. Não, vou deixar ele descansar! Me deixo ao lado dele e faço cafuné em seus cabelos. Ele abraça o meu corpo nu e apaga, adormeço novamente. Acordo sentindo ele vibrar a língua no meu mamilo. Abro os olhos e imediatamente o meu corpo arrepia, ele para e me olha, mordo o seu lábio. Ele sorri, vibra o indicador no meu clitóris e lambe o bico do meu seio. Aí, que delícia. Não sei onde sinto mais prazer!
— Fecha os olhos e abre as pernas. — Diz ele com um tom de voz autoritário e eu obedeço.
Sinto a sua língua chupando o meu clitóris e ele começa a me masturbar. Começo a gemer e a me contorcer de prazer. Quanto mais prazer eu sinto com mais força ele me masturba. Caralho, que gostoso. Tenho orgasmos múltiplos com ele masturbando com força a minha buceta, ele lambe toda a minha goza. Sinto-me exausta mas quero fazê-lo gozar.
Ele deita ao meu lado satisfeito por me fazer enlouquecer.
— Você é muito gostosa!
Jogo a minha perna por cima do corpo e encosto a buceta no piru dele por cima da cueca e começo a rebolar.
— Você não cansa? — Pergunta ele. Sorrio.
— Vou descansar quando eu te fizer gozar. Fica de quatro! — Ordeno.
— O quê?
— Anda!
Ele me olha desconfiado mas faz o que eu peço. Vou por baixo do seu corpo e coloco a cabeça na direção do seu piru. O puxo mais pra baixo e começo a mamar enquanto massageio as suas bolas. Logo ele se empolga fode a minha boca bem gostoso. Ele está gemendo,me engasgando com o pau enorme e enlouquecendo enquanto eu chupo e toco a minha bucetinha, não demora muito e ele goza na minha boca e se joga na cama. Ele está ofegante, mordo o lábio dele satisfeita porque a putaria está só começando.






ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.