"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Lolla continua aprontando(Outro presente


autor: LobaAprendiz
publicado em: 29/09/16
categoria: aventura
leituras: 862
ver notas


No conto "Presente de Amiga" relatei queminha amiga me "deu" o filho dela e agora vou relatar o que ela continua aprontando.

Eu sou bem caseira e Lolla instia para irmos à uma festa, pq ia ser legal, iamos nos divertir e sair da monotonia. Ela me convenceu...
Me arrumei, como o clima era bem gostoso coloquei um shortinho branco, uma blusa mais bonitinha preta e uma sandália. Short beanco só combina com calcinha branca, então coloquei um fio dental branquinho e estava com sutiã preto. Meus seios são medios para grandes, bumbum grande, quadril largo, coxas normais mas o quadril rouba a cena.

Lolla estava com um shortinho jeans e uma blusa de renda. Ela falou que a carona ja chegaria e eu já senti o cheiro de armaçao no ar..hahahaha

Chegou um carro preto, com mais 3 meninas e o motorista. Eu conhecia de vista as meninas mas o motorista pra mim era novidade. Voz grossa (isso me excita) antebraço definidos... Só que estava escuro não consegui observar bem.

Na festa eu ja pude notar o gato, vou chamar de Leo (fictício) . Interessante. Mais alto que eu, moreno e cheiroso demais
Eu fui me soltando e ele me média de baixo a cima. Fui convidada a dançar, eu não sabia se ele ficava com alguma das meninas então recusei.

Lolla, ja estava animadinha tomando uísque e me chamou pra ir ao banheiro ( máfia feminina) . Chegando lá comecei a puxar a ficha de Léo, Lolla só respondeu: Esse é seu!!!! Voltamos e ele novamente me convidou para dançar mas dessa vez ele sussurrou no meu ouvido : "Não aceito não como resposta". Aquela voz no meu ouvido me fez arrepiar até a sobrancelha... Clarooooo que agora eu fui...

Leo me puxou pra ele e dancavamos, discretamente ele passava o nariz nk meu pescoço enqnto flertavmos. Eu dava algumas mordidinhas no pescoço dele só pra provocar. Nós dançamos algumas musicas sem parar. E a cada dança ele dava um jeito para me puxar contra seu corpo é eu sentia seu pau duríssimo na calça. Quando dava eu grudava a bucetinha no pau duro dele e rebolava. Ele enlouquecia e eu tbm.

As meninas inclusive Lolla além de bêbadas estavam querendo ir embora pra outra festa que rolava numa cidade vizinha. Leo aceitou e fomos.

Na hora de entrar no carro Leo falou:" Lia,. Te quero na frente" eu obedeci. A cada troca de marcha as mãos de Leo iam procurar minhas coxas de fora. Até que quando estávamos chegando pertinho ele ousou e colocou a mão na minha bucetinha por cima do short. Eu retribuía sempre massageando a pica dele por cima da calça. Chegamos na tal festa e ele perguntou se podíamos ir a um lugar reservado. Logo aceitei, minha calcinha já estava encharcadaaaa.



Fomos ao motel. Ele ao chegar ja me catava pelos cabelos e me cheirava, parecia um bicho me cheirando toda.
Ele foi me despindo e eu a ele tbm. Leo me deu o verdadeiro banho de língua. Lambeu cada pedacinho do meu corpo. Massageava meus peitos, mordia os mamilos e logo buscou minha buceta, que além de lisinha estava molhada.Ele me chupava babando mais. Enfiava o dedo na minha xotinha apertada e eu rebolava na mão dele.Ele viu o quanto me dxou louca então enfiou a cara na minha buceta, chupando e metendo os dados. Até que gozei na cara dele.

Eu comecei a fazer o mesmo processo de descobrimento do corpo daquele chupador maravilhoso. Que coxas grossas, virilha lisinha e puta que pariu que pau... Eu meti na boquinha e comecei a mamar devagar, enquanto massageava o saco. Leo gemia e quando mais ele gemia mais eu enterrava aquele cralho gostoso na garganta. Leo ficou doido e eu quis retribuir, usei minhas tetas e fiz uma bela espanhola. Leo gozou e me melou minha cara TODA.

Eu tava louca pra foder e ele também. Eu já fui montando e cavalgando. Eu rebolava e sentia o saco dele na entrada no meu cuzinho, a cada quicada eu espremia o saco dele e ele gemia de prazer, ele me ajudava a quicar mais forte naquele caralho me segurando pela cintura e nos gemiamos como se fosse combinado. Quando eu sentia que Leo iria gozar ele parava e me pedia para parar.
Então troca vamos de posição, ele me comeu na posição frango assado e metia tudo. Eu sentia a cabeça da rola no meu útero e ele me FODIA com força e metia os tapas no meu quadril .
Eu abri bem as pernas e abracei ele com as pernas prendendk ele. Ele bombava com mais força. Era uma dor, tesao e vontade de gozar. Leo falou na minha orelha : Eu não quero gozar, eu quero te fuder todinha.

Aquilo me levou a louuuucuuraaaa e fiz os desejos de Leo, trocavmos de posição e até que finalmente fiquei de quatro. O homem quase desmonta.. metia como se eu fosse sua égua, me dominava pelos cabelos e não deixava eu me mexer, só me fudia igual uma máquina.
Leo sem avisar forçou e colocou no meu cuzinho. Diiaa eu reclmava e quanto mais eu dizia não ele enfiava mais forte.

Como ele me tratava igual uma égua eu respondi como tal, dei coice até tirar ele de cima de mim. Então eu fui pra cima dele e gozei no caralho dele. Leo me pediu para chupar e eu obedeci...

Dessa vez eu mamava o pau e continuava massageando o saco. Chupava o saco e ia descendo... Até que abocanhei o pau de Leo e iria dar o troco.Comecei a enfiar o dedo no cuzinho do filho da puta e ele gozou lindamente na minha cara.

Quando vi o cel 20 ligações de Lolla afinal j tinham se passado 3hrs




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.