"Os mais excitantes contos eróticos"

 

♥Estagiário Aprendendo com a Chefe


autor: Máquina55
publicado em: 06/10/16
categoria: hetero
leituras: 5568
ver notas


Bem vindos!!

Gente hoje acordei com saudades do meu priminho, temos nos falado entretanto, ele está sem tempo para nos encontramos durante a semana, provavelmente será agora no final de semana.

Acordei cedo e aprovetei para rever a minha série de Contos publicados, observei que não contei a história ou melhor o envolvimento que tive com um estagiário da área de contabilidade. Então é essa a ocasião.

Esse fato já tem um bom tempo confesso que na ocasião foi uma boa pegada, foi sem sombra de dúvida inesquecivel afinal, foram momentos " contábeis " de inúmeras contas.

Então queridos leitores, eu na época estava na faixa dos trintona. Como vocês já sabem sou mulata, gosto muito de me cuidar, principalmente meus seios que são tamanho 46 com silicone bem molinho. Meu quadril é largo com um bumbum bem propenso. As coxas e pernas são grossas.

Esse patrimonio mantenho fazendo caminhadas, sempre que posso uso aparelhinhos de auto massagens que faço em casa mesmo. Todavia são os cremes meu ponto fraco, gosto de usa-los pós banho.

Mas vamos ao fato, na Empresa onde trabalho sempre adotou a prática de estudante universitário para estágios curriculares e eles realmente contribuem muito. Pelo meu Departamento passaram vários.

O Setor de Pessoal encaminhou um estudante de Contabilidade para o setor de Projetos do Departamento. Como vocês já sabem tenho um fraco por homens mais jovens, entretanto parece que os atraios.

Esse estagiário em especial se apresentou e lhe ensinei sua função que era de tabelas e cálculos dos projetos. Confesso que não tinha percebido que ele me olhava, nunca me envolvi com estudantes da Empresa.

Certo dia estava com as costas travada de tensa, e passei uns dois dias muito dolorida apesar dos aparelhos de massagens, e ele percebeu. No terceiro dia ele se aproximou da minha mesa e perguntou se podia me ajudar.

- " Lane será que posso ajudar em algo, vejo que estás sem calcular as despesas da tabela."

- " Obrigada, mas ocorre que não podes fazer nada, estou com as costas travada.

- " Se quiser posso massagea-la, fiz um curso de nível médio de massagens sempre, que alguém pedi eu faço.

O olhei com mais curiosidade, observei que era alto, deveria ter uns 22 anos. Era moreno claro, olhos esverdeados cabelos castanhos médio e carinha de menino desamparado ou melhor pidão.

Meu apetite pelo belo exemplar veio a tona e meus hormônios ficaram de alerta. Falei mansamente já como fêmea no cio.

- " Então OK, farei mais tarde."
- " Não, é preciso que seja agora, senão atrasará o serviço."

- " Está bem, mas seja rápido. Onde pode ser?"
- " Aqui nessa cadeira."

Me levantei da minha confortável poltrona giratória e sentei numa cadeira comum. Ele abriu a sua sacola e tirou um creme, e suspendeu minha blusa, e passou com leveza nas costas.

Ao primeiro contato, senti um forte desejo me tomando, suas mãos me invadindo toda. Com suavidade abriu o fecho do soutien e continuou a massagem chegando perto das laterais, quase início dos seios.

Aliás os mesmos já eriçados, os bicos pareciam dois botões durinhos, pedi para parar. Ele procurou as pontas do soutien, topou de leve quase nos seios fechou o soutien e desceu a blusa.

Fiquei com o corpo em chamas, sem saber o que fazer para me acalmar. O agradeci e fui ao banheiro me recompôs respirei profundo. Passei o resto da manhã sentindo seu olhar me devorando, e eu em brasa.

Nos dois dias seguintes me arrumei caprichadamente, com saias de fendas e sempre com decotes generosos e me exibia para ele sem olha-lo, ele ficava agoniado, mas fez as massagens e cada vez mais eu entrava em êxtase pois sentia excitação, deixando a calcinha molhada.

As últimas noites sonhei com ele me possuindo, na minha cama acordei transpirando de desejo, será que ele pensava em mim? Na sexta feira ao termino da seção olhei sua calça e percebi que estava excitado. Perdi a cabeça e não me concentrava no trabalho. Tinha certeza que mexia com ele.

Ao final da manhã ele perguntou se não queria que fosse a minha casa fazer uma massagem mais caprichada. Sem demonstrar muita importância disse.

- "Será que não vou atrapalhar sua vida?"
- "Claro que não. "

Passei o endereço e no outro dia acordei cedo, tomei banho e depilei as axilas e a xoxota deixando o bigodinho, passei um óleo com cheiro cítrico e hidratei e pele. Depois tomei uma ducha e me enxuguei.

No quarto escolhi uma calcinha minúscula branca com estampa floral, e um soutien do mesmo. Vesti uma camiseta laranja e saia branca. Calcei uma rasteira na cor cenoura e por último passei um perfume de cheiro citrico. O esperei.

Ele chegou mais ou menos depois das 8:30. Estava de bermuda jeans e camiseta azul, e sapatênis sem meia. Quando o vi adentrando minha casa, perdi o fôlego, perguntei-me que homem é esse?

O convidei para um café, ele aceitou, conversamos banalidades durante o mesmo, mas nos devoravamos um ao outro.

Perguntei onde seria o local, ele disse pode ser deitada no sofá ou na minha cama. Gelei mas, ousada disse então vamos pró quarto. Coloquei as almofadas enfileiradas e me deitei, ele levantou a camiseta e disse.

- "Esse cheiro cítrico é afrodisíaco e muito apropriado para massagens, afinal os hormônios são sensíveis".

Desabotuou o soutien e imediatamente iniciou a massagem, minha vulva molhou de excitação, ele escorregou as mãos para os lados e desceu até quase no bumbum. Pediu para tirar o soutien, tirei e suas mãos deslizaram suavemente. Depois pediu para tirar a camiseta, ele se virou tirei e deitei logo com o corpo em chama, ele percebeu e disse quase rouco.

- "Seu corpão ou melhor seu corpo, está correspondendo as massagens, está trêmulo e transpirando."

O safado era hábil e sedutor agora faz as massagens mais intensa vasculhando quase todo meu corpão num gesto sem perceber me virei e meus peitões ficaram a mostra, ele apressadamente afogou a boca num deles.

Gemi e deixei-me ser mamada, segurou o outro seio e mamou também me debati louca de tesão. Aquele homem magro e alto porém bem jovem sente desejo por mim eu não acreditava, mas a prova é que me chupava como um bezerro faminto.

Atrevido meteu a mão dentro do short e procurou a calcinha afastou e sentiu meu melzinho fiquei ofegante esperando ele fazer de mim o que quisesse. Eu deitada quase nua com os peitões expostos e calcinha micro.

No comando ele tirou a mão, continuou mamando e abriu meu short tirando eu não consegui impedi-lo, somente de calcinha, ele afastou a mesma no meio e colocou a boca na vulva, solvendo meu néctar.

- "Chupe."

Rapidamente ele tirou minha calcinha e se colocou em frente e colocou a boca nos grandes lábios, beijou e chupou minha xota todinha. Imaginem eu nua deitada com um homem de olhos cintilante me olhando e chupando a xoxotinha? Gemi louca, apertei os seios de tanto tesão.

Ele chupava e metia a língua fina e comprida e chegava ao canalzinho vaginal e gozei. Ele se levantou e tirou suas roupas rápido, e surge um homem lindo com a rolona média porém comprida. Que visão!

Me sentei na cama abri as pernas e coloque meus pés no chão e o posicionei na minha frente, iniciei a doce tarefa de mamar. Segurei a pica e lambi a cabeçorra com presteza e passei a língua nos anéis das veias, que foram se avolumando e olhei o efeito.

Satisfeita, abocanhei a picona com gosto e chupei na pressão, ele com cara de "viajante "do pré gozo. Estava em brasa e mumurei.
- "Não quer fazer uma massagens dentro da xoxota?"

Ele vermelho me deitou e eu escancarei-me com gosto, olhei seu semblante e o vi admirando meu bumbum, depois e ele veio se encaixando no meio das nádegas, me abri mais quando senti seu membro procurando a xoxota.

Me curvei e ele penetrou, soltei um grito com o ato, a bicha entou cortando a xana e ele iniciou a cavalgada. Com ritmo ora acelerado ora mais compassado, mas sempre metendo na minha xoxota abrasiva.

Confesso que ele me comia e eu choramingava com tanto tesão, imaginem uma mulher trintona com um menino de 22 anos lhe comendo com tesão?

Ele tira e me vira de frente, me acomodo nas almofadas e abro as pernas, ele mete mete e me beija ardentemente, gemi entre uma estoucada e outra uma delicia ser comida por um homem numa manhã sem pressa, e a cada estoucada eu tremia mais e mais gozo fartamente.

Entregue me deixo ser saciada vaginalmente e ser chupadas nos peitões insatisfeitos de chupadas, ele comendo na carne, tenho outro gozo chegando, mas ele permanece ainda me comendo e ora me beijando, ora chupando os seios e goza jorrando leitinho.

Ele rolou psra o lado e ficamos quentinhos respirando. Refeita me deu conta do que fiz, cobri meus seus com uma mão e a outra a vulva e disse.

- "Fizemos uma loucura, não deveria acontecer afinal você é quse um menino. "
- "Loucura é não ter você, cheirosa, rabuda e com seios fartos, passando por mim."

- "Você que começou com a história de massagens."
- "Sou maior de idade, universitário, e faço minhas escolhas, e você é muito atraente. "

- "Mas fico sem autoridade tendo caso com estagiário. "
- "Ninguém precisa saber."

Sem me deixar raciocinar, tirou minha mão dos seios e chupou mamando, perdi as forças e me entreguei, ele mamou fartamente deixando meus peitões doloridos e vermelhos. Mas pedia mais e mais. Não deu outra o menino, já estava pronto, e imediatamente abriu minhas pernas e meteu ainda com o resto do gozo anterior, deslizou e minha xoxota acomodou o picão dentro.

Ele meteu meteu e ardia um pouco, com o atrito" contábil", chupou meus peitoes e continuou consumando o ato, parou e mandou eu virar de costas, assim o fiz e me escancarei como uma gazela esperando o macho da espécie. Ele veio e se acomodou nas minhas entranhas e meteu com estoucadas fortes e gozei me segurando na cabeceira da cama, ele magro e hábil tem a leveza certa e me suspende facilitando e estoucada e goza.

Tomamos banho e ficamos namorando, na cama ele brincando com meus peitoes e eu com a " mangueira" e não tenham dúvida o dia foi " cheio" aliás foi repleto.

Caros leitores, passamos o final de semana fazendo massagens...

Comentem e votem, releam sempre.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.