"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Casamento feliz é que se realiza fantas


autor: kelly
publicado em: 20/10/16
categoria: traição
leituras: 3795
ver notas


Sou casada tenho 37 anos, este é meu segundo casamento onde estou com meu marido a 5 anos. O primeiro casamento foi de muita traição dele, sofri muito mas achei alguém para cuidar de mim.
Meu atual marido é um homem querido, cuida de mim, aprendi a dar valor a isso, consequentemente me tornei uma mulher melhor e dou valor a mim mesmo, esquecendo de meu passado.
Na cama nos completamos, melhor sexo da minha vida, apesar de ele não ser dotado, sabe me satisfazer, se pudesse seria o único homem que entraria em mim.
Como disse na cama nos completamos e não tenho limites para retribuir o que ele é para mim. Certo dia em uma transa, ele me perguntou se eu tinha alguma fantasia, e confessei a ele que nunca havia feito com uma mulher, que seria interessante saber como é o beijo suave, o toque e até as lambidas de outra mulher.
Claro que na hora ele já pensou como poderia ser dizendo no meu ouvido que realizaria isso para mim. Retribui sua pergunta e perguntei o qual era sua fantasia, e ele me disse que gostaria de ver eu dando para outro e se fosse um negro seria melhor, pois é bem dotado.
Na hora deixei o clima esquentar, e confesso que nunca dei para ninguém que tivesse no máximo uns 17 cm. Gozamos gostoso nesse dia, foi maravilhoso.
Fiquei pensando como poderia agradar este homem, que me faz feliz. Passou duas semanas e ele me falou que havia conhecido na internet uma menina casada, que iria realizar minha fantasia, na hora me molhei toda e fiquei imaginando, ele me mostrou fotos da menina, e fiquei feliz por ser casada, me tranquilizou no fato de não ter incomodo.
NO dia marcado nos encontramos em um barzinho, confesso que a menina tinha um corpo mais bonito que o meu, também ela tinha 25 anos, mas não me preocupei com isso, se meu marido me ama de verdade é de mim que ele vai ter tesão, aliás, estamos fazendo isso por nós e não pela menina. Do barzinhos fomos a um motel, eu e ela no banco de trás e meu marido dirigindo, fomos nos beijando, acariciando, quando demos conta estávamos sem roupas, meu marico com o pau de fora se masturbava na frente.
Entramos no motel eu e ela já pelada, meu marido sentou no sofá e ficou filmando, fiquei feliz de ele não sair querendo agarrar a menina, me deixou bem a vontade e se preocupou em não me magoar. Eu e a menina nos chupamos, beijamos, gozamos, realmente uma mulher que sabe chupar bem, me fez gozar maravilhosamente, olhei para meu marido se masturbando e filmando, e pedi uma ajuda a minha amiga, disse a ela se me ajudava a cuidar de meu marido agora, afinal ele estava tão comportado só observando. Saímos da cama ajoelhadas, como duas cadelinhas e fomos mamar o pau dele, ora uma lambia as bolas outra o pau, nos beijávamos com o gosto do pau dele, batemos uma punheta como a boca uma de um lado e outra do outro, só ouvi o gemido dele e porra voar em nossa cara, cabelo. Limpamos o pau dele nos beijando, sugamos cada gota de porra.
Fomos para banho, os três, nos beijamos todos juntos, não ligava mais se meu marido estava pegando outra, afinal toda hora ele dava um jeito de dizer no meu ouvido que me amava, quando vi estava eu e ela encostadas na parede e ele metia um pouco em uma e um pouco em outra, mas ele encheu foi minha bucetinha de porra que nossa amiga fez questão de me chupar e tomar.
Nos despedimos e ganhamos uma amiga, foi maravilhoso, não me arrependo, meu marido me deu um presente maravilhoso, se comportou e me mostrou que me ama mais ainda, e retribuo é claro, pois, ele realizou minha fantasia.
Bom ficou faltando minha vez de agradecer, afinal ele também merece que eu realize o que ele tem vontade, acho que é assim que as coisas devem funcionar. Mas não sei como fazer, onde procurar, como agir, queria dar aquilo para ele, mas estava meio perdida.
Em uma transa ele falou que era para eu deixar se não conseguia, tentando me tranquilizar e não forçar nada, mas eu queria, perguntei a ele como ele gostaria que fosse, ele me disse que apenas queria me ver arrombada, que não importava se ele estivesse junto.
Passaram os dias e fiquei pensando como fazer. Certo dia, precisei fazer um orçamento de uma cozinha planejada, e fui até a loja, o vendedor disse que mandaria alguém fazer as medidas corretas das paredes, no próximo dia.
No dia e horário marcado, estava esperando sozinha em casa, estava bem a vontade, vestidinho solto, fio dental, mas nada em mente de maldade. Quando tocaram o interfone e deixei o rapaz entrar, era um moreno claro, alto, braços fortes, educado, pediu licença e foi tirar as medidas das paredes, me pediu um pouco de água estava calor, ofereci a ele, quando ele me olha nos olhos, e nesta hora pensei, será que ele esta dando em cima de mim? Ele estava quase terminando e falou nossa que cheiro bom, eu sabia que era meu perfume, gosto de ficar cheiros esperando meu marido, ele disse se era meu perfume, disse que provavelmente, ele disse muito bom mesmo, seu marido é um cara de sorte.
Nesta hora, pensei em todas as bobeiras que queria falar, lembrei de meu marido de sua fantasia, e pesei será que é a hora, mas só saberia tentando, foi quando joguei o balde para cima.
Me achou cheirosa, isso que você não viu aqui de pertinho, nessa hora aquele moreno chegou perto, sem dizer nada me deu um cheiro gostoso, daqueles de arrepiar e molhar a bucetinha, junto como cheiro ele deu um, dois, três beijos em meu pescoço, quando via já tava com a boca grudada naquele homem. Ele abaixou a alça de meu vestido e já foi chupando meus seios. Lembrei de meu marido, meu Deus tô sendo agarrada por outro em minha casa, não posso, mas lembrei que ele queria aquilo, pensei vou curtir deixar acontecer, ele merece.
Nesta hora já estava nua, tirei a calça daquele homem para conferir tamanho de seu pau, posi precisa ser dotada, seria perfeito, saltou 22 cm, grosso, pura veia, latejava de duro, ajoelhei e abocanhei, mas cabia a cabecinha na minha boca, senti umas gotinhas de porra saindo, chupei, ele me levantou encostou na pia da cozinha encostou a cabecinha, pedia uma camisinha, não deu tempo senti aquele pau me rasgar, nossa, parecia minha virgindade saindo de novo, nunca vi um pau daquele tamanho, suas mão eram grande, ele me pegava de jeito, forte, não conseguia nem me mexer direito, só sentia estocadas, sentia alo tocando meu útero de fundo que ia, já estava acostumando com o tamanho e comecei a curtir, aquele cara sabia pegar gostoso, de jeito mesmo, me bombava sem para, metia com gosto, como se não comia uma mulher a tempo, nossa ficou atrás de mim uns 20 minutos metendo, me pegou pela mão me levou no sofá me fez ficar de quatro encostou a cabecinha e senti deslizar mais fácil agora, eu estava muito molhada, e me sentia uma verdadeira puta, tomei tapas na bunda, socadas fundas, aquele macho acabou comigo, quando ele anunciou seu gozo enchendo minha bucetinha de porra, me virou m deu mais um beijo e foi embora. Fiquei ali deitada, curtindo minha bucetinha arrombada e escorrendo porra, quando dei conta já era 18 hs, nossa aquele macho meteu em mim mais e uma hora, meu marido estava para chegar, fui para o banho, mas não deu tempo, meu marido chegou e me pegou no meio do caminho, já me viu estranha e perguntou se estava tudo bem.
Bom ele precisava saber, sentei ele no sofá tirei seu pau para fora e sentei em cima, ele falou que estava bem molhada que tesão era aquele, perguntei se sentiu também que estava larga e quente, ele disse sim, cheguei perto de seu ouvido e contei que realizei a fantasia dele. Que o cara da loja que veio tirar as medidas me arrombou e ainda tinha porra escorrendo de mim, que estava molhada era de porra dele, que não deu tempo de limpar antes de ele chegar, meu marido gozou rapidinho de tanto tesão, este dia nem jantamos emendamos um banho e voltamos a transar até as 2 da manhã, eu estava assada, arrombada, mas foi maravilhoso.
Nunca vi meu marido tão feliz, de manhã me mandou flores até. Assim descobri que amor, loucura e tesão andam juntos, se você tem alguém parceiro você confia em até transar com outra pessoa, por que depois o amor aumenta.
Sobre este moreno, ele me visitou de novo, rs, óbvio que fiquei arrombada, e esperei meu marido pelada. Sobre meu marido, ele esta mais maravilhoso ainda, queria que ele fosse meu primeiro casamento, mas já que não foi, estou tirando o máximo de proveito e felicidade que posso ter com ele, e fiz uma surpresa em seu aniversário, deixei ele comer minha bundinha e de nossa amiga juntas, foi demais. Beijos a todos.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.