"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Na praia, forçada a chupar e gostei.


autor: larinhaPabMaxi
publicado em: 02/11/16
categoria: outra
leituras: 5731
ver notas


Nossa esssa é bem antiga eu só tinha 14 aninhos e estava na praia com a minha familia, meu pai , meu irmão, minha mãe e minha tia.
Era a praia de Búzios e era a primeira vez que eu estava indo numa praia estava muito divertido lá, fomos em várias praias até que no
segundo dia conheci umas meninas na praia e começamos a brincar até que uma delas me chamou para ir para casa dela para ver tv com elas,
pedi para a minha mãe e fui de biquini mesmo pois era perto. Chegando lá ficamos assistindo sessão da tarde até que os pais dela chegaram.
Me trataram muito bem, me chamavam de turistinha linda e foram preparar comida pra gente. Daí o irmão dela chegou, era um pivete de uns 17 anos
, mas era até gatinho ... fiquei lá comi e como já estava ficando um pouco tarde falei que já ia embora, o irmão safado falou que ia me levar pois era perigoso.
Fomos andando até que passamos por uns barcos de uns pescadores, ele falou que ia me mostrar um e que era muito legal, eu fui de inocente dessa vez.
Nem é legal num barco desses pode acreditar o cheiro também não é, ele foi chegando e me tocando falando que eu era muito gostosa.
Eu falei para ele sair para lá, mas ele já foi me jogando num colchão velho fedido a mijo ecaaaa. Eu comecei gritar e ele me deu um soco na barriga.
Quase vomitei, ele falou que turista não tinha que reclamar que se eu fosse boazinha ele me tratava bem, decidi ficar quietinha para aquilo acabar logo,
eu estava com um biquini branco, bem bonitinho e ele nem tirou ele, apenas afastou a calcinha e começou a meter o dedo cheio de calos, doia mas com os poucos
fui sentindo prazer ele começou a me beijar e fui retribuindo , ele passava a lingua na minha boca e dava umas mordidas comecei a ficar doida e molhada na xaninha
quando ele viu falou que eu estava começando a gostar da coisa, ele colocou um outro dedo no meu cuzinho e foi me chupando e mechendo os dedos, nossa fiquei doida.
Gozei fiquei dando uns espamos, até que ele falou que não tinha gozado e ia meter em mim, eu abri as pernas sem falar nada, ele tirou o pau pequeno e grosso e começou a meter,
nossa estava difícil , como eu já tinha gozado estava muito sensível, mas ele nem queria saber até que comecei a sentir prazer de novo, ele guspiu na minha boca e no meu rosto
falou que eu era muito gostosa e obediente, acho que o pau dele era muito grosso e saiu um pouco de sangue que por sorte não sujou meu biquini.
Depois ele tirou o pau e falou pra eu chupar, comecei a fazer um boquete olhando pra ele, enquanto ele segurava meu cabelo e falava pra eu engolir toda a porra que eu tinha que aprender,
ele gozou e eu engoli tudo, ficou com o pau na minha boca mais uns dois minutos até que foi ficando mole, ele simplesmente falou pra eu me arrumar e me levou até os meus pais.
Não falei nada , acho que vergonha ou porque gostei. Fiquei sentindo o gosto da porra até chegar no hotel. Nos outros dias vi ele mais duas vezes e até chamei ele uma vez para ir para o barco,
mas não entendo porque ele não quis.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.