"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Como foi o meu 69 com as duas Ninfas


autor: Ronimac
publicado em: 04/11/16
categoria: hetero
leituras: 2899
ver notas


O Avião pousou em Frankfurt, fomos liberados pela alfandega quase as 14h00min corremos para a conexão para o Cairo, mas o voo para o Egito só decolaria às 20h30min, menos mal vamos vasculhar a cidade.


Resolvemos dar um “perdido” no cliente coxinha e a sua turma e saímos rápido enquanto eles queriam almoçar no próprio Aeroporto.

Saímos do aeroporto e pegamos o trem para o centro, conheço um hotelzinho antigo e bacana pra tomar um bom banho e “passear” pela cidade.

Em 35 minutos já estamos no quarto, ele é grande com uma cama de casal, uma varandinha com cara de segunda guerra mundial, telhadinhos e varandas compõem o quarteirão de predinhos antigos.

Como um bom cavalheiro deixei as meninas tomarem banho primeiro, me joguei na cama pra tirar um cochilo.

Rapidamente estava sonhando com o ataque das ninfas no avião,

As minhas roommates vcs se lembram:
Camilinha aquela loira com cabelos curtos, 1,60m, cheia de tatoos, com uma boca carnuda, peitudassa, bunda arrebitadinha e carinha de perversa

A Leila é morena, 1,70m, lábios finos, cabelos longos e negros, seios pequenos, cintura fininha e bunda generosa, estão tomando banho juntas e isso invade o meu sonho.


As duas saem do banho enroladas com toalhas acima dos seios, deixando as coxas à amostra, cabelos molhados, uma visão magnifica, me levanto e vou tomar o meu banho, elas se entreolham com carinha de safadas, sorrisinho de canto de boca, que fazem meu mastro dar sinais de vida, elas olham fixamente no meu pau e vou entrando no banho.

No chuveiro, não consigo tirar a imagem delas das “cabeças” a de cima querendo respirar e a debaixo já babando soltando aquelas gotinhas de mel.

Saio do banho e me deparo com as duas na cama, de lingerie, a Leila de bruços e a Camilinha de barriga pra cima joelhos dobrados e balançando as pernas abrindo-as e fechando generosamente me dando uma visão da sua linda buceta por baixo da calcinha de rendas brancas.

Começo a me enxugar, deixando que elas vejam o tamanho do meu pau já a pleno vapor, são 16 cm, grosso e babando por elas, me ajoelho e mordo os dedos dos pés das duas vagarosamente, vou subindo lambendo, aquelas pernas ainda úmidas, vou lambendo alternadamente enquanto elas começam a se alisar, mordo os joelhos das duas e elas se aproximam e começam a se acariciar e trocam um beijo de língua que me faz sentir formigamento na boca, começo a morder a parte interna da coxa da Leila, que solta um gemido na boca da Camilinha.

Encontro a bucetinha da Camilinha, molhadinha as duas gatas estão se beijando de olhos fechados só sentindo a minha língua e mãos percorrendo os seus corpos, meus dedos percorrem aquelas grutinhas meladas se contorcendo de excitação, vou aumentando a velocidade dos dedos, entrando e saído circulando os grelinhos duros e quentes delas elas se contorcem como que querendo engolir os meus dedos.


Vamos nos arrastando na cama, e iniciamos um 69... no caso acho que é um 969 rsrs, vou sugando aquelas bucetas magnificas, cheirosinhas com gostos diferentes e muito bom, elas duas segurando o meu pau, as bolas e juntas começam a lambê-lo de baixo a cima, indescritível sentir as duas bocas, uma delas morde a cabecinha do meu pau e a outra mordendo o tronco do pênis, elas começam a me punhetar com as bocas its magic.

Aceleramos as respirações, três corpos nus na cama entregues ao tesão, vou me esforçando para dar prazer a elas, mas elas estão determinadas a acabar comigo kkkk.

Levanto e pego a Leila de quatro, que começa a sugar a bucetinha da Camilinha, nossa! Que visão maravilhosa, de repente a Camilinha vem por baixo e começa a chupar a buceta da Leila enquanto vou penetrando aquela buceta encharcada, a Camilinha lambendo o meu saco e a buceta da Leila ao mesmo tempo, tiro o meu pau daquela bucetinha e aquela boca continua lambendo os dois, a Leila começa a chupar os dedos dos pés da Camilinha e eu aumento a intensidade em que vou metendo naquela buceta, com uma língua ágil a Camilinha, vai sorvendo todo o mel que sai da buceta da Leila e misturando com o meu pau é uma sensação sem precedentes.

Vou metendo cada vez mais fundo sempre tirando o pau inteiro pra Camilinha se deliciar com o meu pau e a bucetinha da Leila ao mesmo tempo, ela suga como se tudo dependesse disso.

Continuamos cada vez mais ofegantes a Leila agora sugando a buceta da Camilinha que se contorce e aumenta os movimentos da língua em mim que vou metendo fundo, mais rápido entrando e saindo daquela buceta deliciosa, metendo fundo mais rápido todos vão aumentando a velocidade, ofegantes, gemendo eu começo a urrar, as meninas gemem alto, vou dando tapas na bunda da Leila, que arranha a Camilinha os três no cio, sinto que não vou aguentar mais, o pau lateja dentro da Leila, a Camilinha começa a sugar as minhas bolas, aviso que vou gozar, elas também, vamos gozar juntos, começo a gozar descontroladamente naquela buceta macia, vou uivando urrando, enchendo-a de leitinho, vou tirando o pau da buceta da Leila e a Camilinha começa a sugar todo o meu leitinho, lambe o meu membro, engole ele inteiro, misturado ao mel da Leila, um néctar dos Deuses, segundo a própria Camilinha, que gozou na boca da Leila, e as duas lambendo todas as gotas de prazer, caímos de lado nos acariciando eu no meio delas.


As duas segurando o meu pau e eu com uma mão em cada bucetinha, vamos nos acariciando até que toca o telefone...hora de voltar ao Aeroporto!


Olá deixem os seus comentários e as suas notas, opniões são importantes para parar ou continuar a publicar os contos.

ronimacc@gmail.com












ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.