"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Duvidas que te faço gozar? : o sábado!


autor: Analu
publicado em: 12/11/16
categoria: hetero
leituras: 2990
ver notas


Marcelo: o homem que ontem me pegou no trabalho, levou- me pra casa e fez de mim a sua mulher. Eu, como boa engenheira que sou, estou acostumada a ter o controle da situação, mas ontem foi diferente; eu não conseguia dominar, sequer, as minhas pernas - que bambearam desde a hora que o viram. Não duvidei de que me fizesse gozar. Foi tão bom, eu dormi no peito dele e acordei no céu, seu corpo me abraçava, a boca me beijava e as mãos passeavam em mim. Eu não resistia.
Teve café na cama, juras de amor, chocolate. Aquele sorriso estilo comercial de creme dental seguido de uma piscadinha by sedutor barato me faziam crer que estava apaixonadineo. Fomos correr na orla do guaiba e passamos no supermercado. Ele queria cozinhar pra mim, não soltava a minha mão, abraçava-me a todo instante e eu lembrava de tudo que aconteceu ontem cada vez que o pau dele roçava em mim. Almoçamos, deitamos no sofá e dormimos. Meu deus, aqueles braços em volta de mim. Que homem.
Acordei sozinha. Ele não estava mais ali. Estás te perguntando se chorei? Não, mas pense num desespero. Fui até o quarto, a cama estava com lençóis limpos. Ele chegou me beijando, apertando meu corpo contra o dele, tirou minha roupa e me levou para o chuveiro. Nunca tinha transado assim: uma mão dele segurava-me e a outra me masturbava o clitóris enquanto ele me penetrava por trás. Sim, eu dei o cu ( e agora estou sorrindo incredula no que fiz). Marcelo secou o meu corpo, empurrou-me contra a parede e socou fundo, até gozar.
Ele comprou vinho, deve ter a intenção de colocar álcool no meu sangue porque conhece as loucuras das quais sou capaz quando bebo.
Nós bebiamos, sei lá, o ambiente ficou quente, estavamos de roupão. Eu soltei o laço que amarrava o meu, depois o que amarrava o dele e, quando dei por mim, estava com aquele cacete na minha boca e comandava o corpo dele de um jeito que engasgava. Parecia uma atriz pornô e estava adorando a ideia. Gozou na minha boca. Engoli tudo.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.