"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Depois da academia


autor: Flor-na-boca
publicado em: 12/11/16
categoria: hetero
leituras: 4038
ver notas


Eu como sempre bem disciplinada já estava na academia desda 18 da noite,ele chegou apressado de cara fechada com os fones de ouvido,seus olhos correndo a academia como se estivesse procurando algo e logo pararam em mim. Ele sorriu e finalmente começou o treino,vinte minutos depois meu celular vibra:

-Adivinha quem é o mais novo solteiro da cidade?

-Não faço ideia...

-Eu,sua bobinha,EU

-Parabéns?

Ele não me respondeu,eu também não esperei,acabei meu treino e fui em direção a escada...escuto passos atrás de mim,uma mão na minha cintura e uma boca no no meu pescoço.

-Sentiu saudades?

Sei que é ele então balanço a cabeça positivamente.

-Na minha casa ou na sua?

-Na sua.

Descemos as escadas correndo,entramos no carro e fomos para a dele. Enquanto ele abria a porta do apartamento eu puxava minha blusa pela cabeça,entramos como dois furacões tirando a roupa,jogando sapatos e mochilas no chão,empurrei ele na parede.

-Sentiu saudades né?

-Como não? minha melhor companheira de cama..

Beijei sua boca, seu pescoço, ouvindo ele gemer baixinho no meu ouvido. Subi uma mão pelas suas costas, entre seu corpo e a parede, indo até a nuca. Peguei seus cabelos cacheados e puxei. Ele sentou no sofá e me puxou pelo quadril e me deitou no sofá,Afastou minha calcinha e tocou a língua quente no meu clítoris eu me contorci e cravei as unhas no sofá,Já tinha feito aqui antes,aquele sofá não me era estranho muito menos aquele homem;Pedro,pele negra e suada que brilhava como cobre lindos olhos castanhos mel que brilhavam de luxuria,Passou dois dedos pela minha boceta que pegava fogo,fingiu que ia colocar..passou a lingua na minha entrada.

-Eu quero que você peça pelo meu pau

Tinha perdido voz,não consegui falar.

-Pede..

Sempre odiei ser mandada.

-Seu pau..Dentro de mim..Agora..

Ele sabia disso. Arrastou a língua por toda minha boceta eu achei que ia gozar aquilo era tão bom,tão gostoso,enfiou um dedo dentro de mim,eu rebolava e gemia,ele colocou outro dedo dentro de mim,eu arquei as costas,ele tirava e colocava rápido.

-Peça..

Eu estava em chamas.

-Me fode Pedro..Me come logo por favor

Falei baixo.

-Alto..eu quero que você grite..

Eu rebolava freneticamente nos dedos dele.

-ME FODE AGORA PEDRO

Ele me puxou pra perto e passou seu pau pela minha boceta bem devagar,Era quase uma tortura,ele colocou todo seu membro dentro de mim,suas mãos na minha cintura me arranhando...Naquela noite ele me fodeu no sofá,na mesa de vidro (oque foi uma mistura de medo da mesa quebrar e prazer),na banheira,na cama e no balcão da cozinha. Ele é meu melhor amigo,meu companheiro favorito de cama e meu parceiro nas madrugadas sem fim,tinha começado um namoro que o sufocava e quando conseguiu se libertar veio atrás de mim...Eu tenho uma dica que vocês devem levar pra vida: Só se apeguem á aquilo que lhe faz bem. Lá vai outra: Nada que é feito sem amor vale a pena.

QUER BATER UM PAPO COMIGO? ME CHAMA liryelsnow@gmail.com





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.