"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Antes de Voltar Para Casa


autor: MorenaBaiana
publicado em: 17/11/16
categoria: hetero
leituras: 1469
ver notas


Bom, aqui está a outra parte do conto que publiquei ontem (Viagem ao Sul da Bahia). Eu disse que antes de voltar para minha cidade eu tinha dado gostoso mais uma vez pro marido da minha quase irmã e vou relatar essa aventura.

A viagem para Ilhéus realmente tinha me reservado surpresas, gostosas demais até, que eu adorei e uma dessas foi saber que a foda que tive com o Jeferson não tinha sido suficiente para saciar o tesão daquele macho que eu conheci de forma tão inusitada. Depois de ter me comido gostoso, estava se aproximando a data de voltar para minha cidade, e o Jeferson me prometeu que antes disso ele me daria outro trato bem gostoso e inesquecível, e como foi gostoso!
No dia anterior a viagem, meu padrasto e sua filha, disseram que iriam visitar alguns parentes que moravam na cidade, e compraria algumas lembranças para levarmos para minha mãe, eu já sabendo dos planos do Jeferson e totalmente envolvida e sedenta da ídeia, me queixei de cansaço, disse que não iria, que estava indisposta e enfim, não fui. O Jeferson tinha saído, mas sabia que eu ficaria em casa pois eu tinha dito que o que mais queria era dar gostoso para ele mais uma vez, então Daniela e meu padrasto saíram, e pouco tempo depois chegou meu macho faminto para realizar nossos desejos.
Eu estava sem calcinha, tamanha era a vontade de ser invadida por aquele pau tão gostoso e guloso que o Jeferson tinha.

Ele chegou e eu estava deitada na cama do casal, de bruços, completamente nua, propositalmente bem posicionada para um sexo gostoso, quando ele entrou no quarto já foi dizendo o quanto aquela cena aumentava seu tesão por mim; ele se deitou por cima de mim, roçando entre minhas pernas, apertou meus seios e eu comecei sentir seu pau ficando duro no calor do nossos corpos, enquanto esfregava seu membro em mim, ia mordendo minha nuca, apertando minha cintura e deixando minha buceta latejando, ela queria logo ser comida mais uma vez... Me virei de frente para ele e tirei sua camisa, ele rapidamente tirou o resto da roupa, ficou de cueca e eu pude ver desenhado ali dentro seu pau duríssimo com a pontinha toda babada, molhando sua cueca, uma verdadeira delícia! Sentei na ponta da cama e comecei chupar aquele pau maravilhoso, ele logo soltou um gemido alto, e eu continuei, pois fico louca com o gemido do homem.
Ele segurou minha cabeça e eu engolia teu pau, fazendo o máximo de esforço para colocar aquela pica gostosa toda na minha boca, lambia devagar a cabeça do seu pau, sugando, mordendo de leve e punhentando ele, pedi pra ele foder minha boca e assim ele fez, mandou eu abrir bem a boca e começou socar forte, me fazendo engasgar e deixar seu pau inundado pela minha saliva, seu pau pingava minha baba e a minha buceta pingando a baba dela.
Ele pediu pra se deitar porque queria um 69, estava doido para sentir o gosto da minha buceta assanhada na boca dele e eu obedeci, claro.
Fizemos um 69 gostoso, ele chupando meu clitoris e com dois dedos na minha buceta, não aguentei e em pouco tempo estava derramando meu gozo quente na boca do Jeferson, que se lambuzou engolindo tudinho.
Ele se levantou e pediu pra eu permanecer como estava, que ele queria me foder daquele jeito, me mantive na posição, encostando minha barriga na cama, empinando bem a bunda e virando meu rosto para ver minha buceta sendo fodida! Jeferson montou em cima de mim, e sem dó meteu tudo de uma vez me fazendo gemer e ficar enlouquecida, mandou eu pedir pra ele me foder e eu pedia:
Fode essa buceta vai, mete caralho, vai vai, mete. E ele respondia extasiado de tesão e com autoridade:
Fodo cachorra, você quer pica, então toma, toma pica nessa buceta novinha safada
E entre muitos tapas e palavrões, ele mandou eu abrir meu cuzinho pra me arrombar por inteira, eu ainda era virgem do cú, não tinha feito anal ainda, fiquei meio receiosa, até porque ele tinha um pauzão, mas cedi, era muito tesão para eu estragar só por causa de um anal que uma hora ou outra ia acontecer.
Jeferson me jogou na cama de lado, pincelou a cabeça da sua pica no meu cuzinho e fooi metendo, começou com um desconforto e quando eu fui perceber estava rebolando como louca naquele pau... Sentei por cima do Jeferson e cavalgava no pau dele, estava dominada pelo tesão que aquele homem me fez sentir, engolia seu pau inteiro e travava ele dentro do meu cuzinho, o que deixou ele louco e anunciou seu gozo, eu também ia gozar, pois era muito tesão para uma mulher só... aumentei a velocidade das minhas reboladas e cavalgadas e logo sentir o jato de porra acompanhado dos urros do Jeferson gozando em mim, em seguida foi a minha vez de sentir o corpo amolecendo após ter presenteado ele com meu gozo quente...
Fomos pro banho, ele tinha que sair, não podiam chegar e ver ele em casa comigo, ele saiu e eu fiquei assistindo televisão, toda arrombada e satisfeita com o sexo do meu quase cunhado.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.