"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Minha amiga da faculdade - Parte 1


autor: in_sane
publicado em: 25/11/16
categoria: hetero
leituras: 1986
ver notas


Bom, o que aconteceu aqui foi durante a faculdade, quando eu estava no quarto semestre tive uns problemas de família e acabei reprovando em algumas matérias e tive que fazer dp em outra turma.

Quando entrei na sala, notei algumas meninas, mas, eram poucas, infelizmente no curso de química é praticamente homem, de qualquer forma, reparei que algumas eram muito bonitas, entre elas a mais bonita era uma negra bem magrinha (falsa magra como descobri depois).

No começo do semestre eu estava sem carro e voltava todo dia de ônibus, e algumas dessas meninas pegavam ônibus comigo, inclusive a mais gata delas, com o tempo fui pegando amizade com elas e comecei a conversar, com o passar do tempo percebi que a Flavia (nome fictício) começou a ficar me olhando sempre, eu sentava no fundo da sala e meio afastado da galera, então ficou nítido que ela olhava pra mim.

Quando finalmente consegui comprar um carro, oferecia carona para as meninas praticamente todo dia, e sempre o assunto no carro era putaria, acho que era pra ver minha reação e o que eu falava, tenho o costume de observar e escutar mais do que falar, então eu acabava voltando pra casa todo dia daquele jeito.

No final do semestre varias das meninas acabaram reprovando e ficou praticamente só a Flavia de mulher na sala, algumas outras meninas faziam apenas uma matéria por semana, quando eu percebi isso achei que iria voltar sozinho com a Flavia todos os dias, mas, ela do nada parou de pegar carona comigo, eu achei estranho, mas fiquei na minha.
Um belo de um dia estava caindo uma chuva absurda e ela estava parada na porta da facul esperando diminuir pra ir pegar o ônibus, ai eu falei “Fla, vamos comigo, deixo você na sua casa, você nem vai se molhar” ela ficou meio relutante mais aceitou. Quando chegamos no carro, ela estava estranha, parecia que estava com medo, antes de ligar o carro ela falou “Sabe por que eu parei de pegar carona com você?” e eu logicamente falei que não, por que não tinha ideia, e ela disse que ficou com medo de eu pensar que ela era vagabunda ou algo do tipo pelas coisas que falava.

Eu por minha vez disse que não tinha nada de mais e tal, e ela deu uma relaxada, depois disso começamos a ir embora juntos sempre, e ela foi se soltando e voltando a falar as mesmas coisas, só que ela começou a perguntar o que eu gostava de fazer na cama, e ela reclamou que eu não falava muito e por isso ia começar a perguntar, e eu comecei a falar, afinal, ela me deixava louco de tesão.

O tempo foi passando e chegaram as provas, ela sempre acabava primeiro e ia embora de ônibus pra não ficar esperando, por que eu gostava de revisar minha prova toda antes de entregar, em um desses dias de prova, na parte da tarde ela me chamou no whats e mandou uma foto dela de lingerie, e ela disse que era pra mim, como ela deu risada quando mandou isso, achei que era brincadeira e comecei a falar que ia agarrar ela e comer ela gostoso, que ela me deixava louco de tesão, que queria chupar ela toda e tal, eu falava a verdade, mas, achei que ela não estava falando sério, e ai ela começou a falar que era pra eu parar de falar aquilo por que ela tava toda molhada e que eu não iria fazer nada e tal, nesse dia, eu acabei saindo primeiro que ela da prova, e quando eu estava saindo ela pediu pra eu esperar ela no carro (eu sempre parava no mesmo lugar do estacionamento) e eu disse que esperava ela.

Nesse tempo passou uma hora e meia +/- (até tirei um cochilo) e ela veio, ela entrou, me deu um beijo no rosto que foi quase um selinho, e ai ficou de lado no banco e começou com uma conversa mole, perguntou da prova e tal, ai no meio da conversa ela me encarou e disse, “você falou sério que ia me agarrar?”. Eu dei uma risadinha e falei que era sério, ai ela me falou, “pode agarrar, eu tô aqui”.

Confesso que fiquei meio embasbacado, e ai eu fui pra cima dela e a gente começou a se beijar, nisso eu já tava duro igual pedra, ela percebeu e começou a alisar meu pau por cima da calça, ai eu falei pra ela, “ pula pro banco de trás”, quando ela pulou, eu joguei o banco do carona todo pra frente como se alguém fosse entrar no banco de trás e fiz o mesmo com o meu, quando eu sentei do lado dela, foi automático, ela subiu no meu colo e começou a me beijar igual loca e esfregar a buceta no meu pau por cima da calça.

Quando eu coloquei a mão pra apalpar a buceta dela, deu pra sentir por cima da calça legging que ela estava toda molhada, na mesma hora falei pra ela deitar no banco com a cabeça no meu colo, quando ela deitou eu enfiei a mão dentro da calça dela e comecei a bater uma siririca, a buceta dela era pequenininha e toda lisinha, dava pra sentir que ela tinha depilado no mesmo dia ou na noite anterior, era um espetáculo.

Ela tava deitada no meu colo gemendo ai ela falou, “não vale, só você tá brincando”, nessa hora ela ficou de lado, abriu o meu cinto e minha calça e começou a me chupar, foi um boquete espetacular, ela alternava entre chupar a cabeça do meu pau batendo uma e engolir ele todo e chupar com força, nisso eu tava pirando batendo uma pra ela.

De repente ela falou que ia gozar, pediu pra eu manter o ritmo e ai ela começou a bater uma pra mim com a boca encaixada na cabeça do meu pau, ela gozou tão gostoso que molhou minha mão toda, enquanto ela gozava ela gemia muito e se contorcia toda, se fosse na cama com o meu pau nela eu teria gozado mesmo sem vontade, depois que ela gozou, ela começou a me chupar mais forte e falou que queria engolir minha porra toda.

Nessa altura eu nem tava mais com a mão na buceta dela, tava só curtindo o boquete, eu joguei o corpo um pouco pra frente pra ficar melhor pra ela e ai ela ficou de quatro no banco do carro e começou a chupar mais ainda, quando eu falei que ia gozar, ela foi até as bolas, e confesso que meu pau não é tão pequeno, tenho 17 cm +> Eu gozei gostoso, deve ter sido no fundo da boca dela, deu pra sentir ela engolindo tudo, ai ela começou a chupar de novo só que dessa vez bem devagar, quando ela terminou de chupar ela lambeu da base até a cabeça e começou a passar a língua em volta da cabeça do meu pau.

Quando tudo terminou ela sentou no meu colo do jeito que eu tava e começou a esfregar o meu pau por cima da calça dela, ela veio bem no meu ouvido e falou, “eu tava loca pra fazer isso, só não fiz antes por que fiquei tímida quando a gente tava sozinho”. Depois de um tempo assim, dando um amasso e ela se esfregando no meu pau a gente se recompôs e foi embora por que o estacionamento tava começando a ficar movimentado de mais, alguns cursos não estavam em prova ainda, e ai provavelmente alguém ia perceber o vidro todo embaçado e as balançadas no carro.

Essa foi à primeira parte, das brincadeiras com a minha amiga, logo mais eu posto as outras vezes que saímos.

A propósito, vou postar algumas coisas que passei de segunda e sexta-feira, e quando tiver alguma ideia vou escrever um pouco.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.